O que é o livro raro de direito? Formação e gestão de coleções bibliográficas jurídicas especiais

O que é o livro raro de direito? Formação e gestão de coleções bibliográficas jurídicas especiais

Faça sua inscrição

Credenciamento

O curso pretende contemplar, em conteúdo e qualidade, ações passíveis de aplicação ao acervo de obras raras e especiais de bibliotecas jurídicas, no contexto da Biblioteconomia de Livros Raros. Objetiva incentivar a atitude responsável de Curadores e Pesquisadores de coleções de livros raros de Direito e subsidiar a formação e a gestão dessas coleções, envolvendo a salvaguarda e a garantia de acesso. Abordará conceitos fundamentais, como livro raro, exemplar de memória e valor de seguro; e procedimentos técnicos, como descrição material e literária e preservação; além de reportar o quotidiano, o ambiente, as pessoas, os serviços e os produtos de uma biblioteca de livros raros – com ênfase para coleções jurídicas especiais.

Conteúdo programático

1. Livro Raro Jurídico – O que é? Conceitos e definições – antigo, belo, valioso, único e raro.

2. Colecionismo. Formação e desenvolvimento de “coleções de memória”. Critérios de seleção e eleição do exemplar “de memória”.

  1. O valor do livro raro jurídico: critérios de avaliação – valor de seguro, valor patrimonial.
  2. A gestão e o Gestor de coleções bibliográficas jurídicas especiais: inventário, catalogação e classificação do livro raro. Armazenamento, acondicionamento e administração de emergências e de sinistros. Políticas de Preservação.
  3. Equipe, o Curador, o Pesquisador e a sala-cofre – capacitação, normas de trânsito de pessoas e manejo de itens do acervo. Entrevista de Referência. Reprodução e garantia de Acesso. Serviços e Produtos. O quotidiano da biblioteca de livros raros – segurança, ética e responsabilidades.

Metodologia

1. Aulas expositivas, com recursos imagéticos sobre o livro antigo e/ou raro na área de informação e documentação jurídica;

2. Revisão de literatura, relevando as principais teorias relacionadas ao livro, no âmbito da Bibliologia e da Bibliografia (Otlet, Houaiss) e os modelos consagrados (padrões teóricos e práticos, da Biblioteca Nacional e de outras instituições de memória);

3. Análise de situações típicas e exercícios práticos (pesquisa biobibliográfica, seleção, avaliação, preservação e salvaguarda);

4. Consideração e análise de relatos de experiências – exercícios práticos;

5. Discussão sobre questões pendentes ou em desenvolvimento no contexto científico da Biblioteconomia de Livros Raros (normas internacionais, padrões em desenvolvimento), ou decorrentes de visitas às áreas de guarda de acervo bibliográfico.