Políticas Públicas e Tecnologia:

O uso de Dados Abertos na Gestão Colaborativa

Faça sua inscrição
Sexta, 29 de novembro de 2019 Das 14:30 às 17:30
Porto Alegre, RS Auditório no Prédio 3 da Uergs - Av. Bento Gonçalves, 8855.

Sobre o Evento

O compartilhamento de dados e informações se constitui em um aspecto relevante na gestão colaborativa proposta por Östrom em seus estudos sobre o "Governo dos Comuns". O uso de tecnologias, como aplicativos e softwares, potencializa esses arranjos cooperativos caracterizando-se como ferramentas que podem contribuir com a gestão e transparência dos serviços públicos.

O Grupo de Pesquisa UERGS/CNPq Políticas, Gestão Pública e Desenvolvimento propõe o debate sobre como as Instituições Públicas estão preparadas ou devem se preparar para inovar na prestação de serviços públicos de qualidade, utilizando tecnologias inclusivas e protegendo a privacidade do cidadão. Para isto, convidamos o Prof. Me. Cyro Gudolle Sobragi, professor nos cursos de Administração da Uergs para mediar o debate entre Ivan Scarparo Forgearini, técnico em T.I. no Tribunal Federal Regional da 4ª Região (TRF4) e a Engª Maria do Socorro Ramos Barbosa, gerente do projeto de Implementação da Infraestrutura Estadual de Dados Espaciais e representante daSecretaria de Planejamento, Orçamento e Gestão (SEPLAG)do Rio Grande do Sul.

O Grupo de Pesquisas da Uergs/CNPq Políticas, Gestão Pública e Desenvolvimento resgata as discussões propostas pelo ciclo de palestras e debates de 2018, “A Tragédia dos Comuns Hoje: Seu Legado no Desenvolvimento de Políticas Públicas”, neste ano serão debatidos os desdobramentos da “Tragédia dos Comuns” de Garrett Hardin e o “Governo dos Comuns” de Elinor Östrom noscampos da gestão dos resíduos sólidos, da política de mobilidade urbana e da tecnologia da informação.

Os bens de uso comum, utilizados pela sociedade, são objeto de discussões sobre como devem ser gerenciados, se devem ser controlados por entidades privadas, estatais ou por cooperação entre pessoas e entidades. A Tragédia dos Comuns foi o grande catalisador destas discussões. Passados cinquenta e um anos, desde sua publicação, diversos contrapontos foram propostos à obra de Garrett Hardin, sendo um dos principais o da economista Elinor Östrom, que é de grande importância para as questões administrativas, econômicas, antropológicas, sociais e ambientais, principalmente no que tange a escassez de recursos comuns e seu gerenciamento.

Assim o termo “commons” tem sido objeto de intensa reflexão teórica e trabalhos empíricos tem versado sobre as formas institucionais, as regras de funcionamento, os instrumentos jurídicos que possibilitam as coletividades administrar “em comum” recursos compartilhados, fora do âmbito do mercado e do Estado.

O objetivo geral da atividade de extensão é realizar ciclo de palestras promovendo o debate das teorias da Tragédia dos Comuns e do Governo dos Comuns e propor alternativas para mitigar a geração de externalidades negativas.

Direitos autorais de imagem: Fundo vetor criado por rawpixel.com / freepik

Local

Auditório no Prédio 3 da Uergs - Av. Bento Gonçalves, 8855. - 91540000, Av. Bento Gonçalves, 8855 - Auditório do Prédio 3, Agronomia, Porto Alegre, Rio Grande do Sul,

Organizador

Grupo de Pesquisa Política, Gestão Pública e Desenvolvimento