XII Enccult 2022

XII Enccult 2022

Faça sua inscrição
De 27 a 30 de setembro Todos os dias das 08h00 às 22h00
Evento online O link do evento ainda não foi informado

Sobre o Evento

O XII ENCCULT - Encontro Científico Cultural de Alagoas, tem como tema nesta edição a Sociedade e Ciência: um diálogo necessário. São 12 anos contribuindo para o fomento das discussões científicas no âmbito interdisciplinar, congregando pesquisadores de diferentes instituições no contexto local e regional.

No X ENCCULT tivemos uma ampliação do número de participantes e da nossa escala de inserção, a virtualidade que nos foi imposta, também foi um dos fatores motivadores para a participação de pesquisadores de diferentes partes do Brasil. Foram mais de 1100 inscritos, distribuídos em 18 Grupos de Trabalhos sobre diversas temáticas. Em 2021, no XI ENCCULT, ultrapassamos 1200 participantes entre professores, pesquisadores e estudantes com 30 grupos de trabalho.

O XII ENCCULT, terá formato híbrido - virtual com algumas atividades presenciais - transmitido simultaneamente e acontecerá de 27 a 30 de setembro de 2022, Maceió, Alagoas, Brasil. E será composto por um conjunto de atividades em diversas áreas, distribuídas nos 17 Grupos de Trabalho (GTs) previstos, além das conferências, mesas-redondas, e palestras. Teremos ainda, o já tradicional concurso de fotografias.

A submissão de trabalhos será realizada através da Plataforma Doity, todos os autores/coautores precisam estar cadastrados para que o trabalho seja submetido, sendo o pagamento obrigatório para todos os participantes. Cada autor poderá submeter até 6 (seis) trabalhos, sendo 3(três) artigos como autor principal, e podendo enviar no máximo 3 (três) artigos como coautor. Somente serão aceitos os trabalhos enviados no Template definido para o evento. Os trabalhos inscritos têm a possibilidade de publicação nos Anais do Evento, na revista eletrônica Diversitas Journal ou em livros e-books.Caberá a Comissão Científica do XII ENCCULT indicar, após a avaliação dos trabalhos, o recurso eletrônico no qual o mesmo será publicado.

As inscrições dos trabalhos seguem do dia 02 de maio a 30 de julho de 2022.

Setembro 2022, Dias 27 e 28 (GT's de 1 a 9) dias 29 e 30 (GT's 10 a 17.

Acompanhe as novidades do XII ENCCULT na Programação no www.enccult.org e nas redes sociais.

Programação

08h00 GT 1 - AGROPECUÁRIA NO BRASIL: INOVAÇÕES TECNOLÓGICAS Simpósio Temático
Local: sala 1 virtual

A agropecuária brasileira apresenta-se como um dos pilares de sustentação da economia do Brasil. O aumento da produtividade e qualidade, aliados aos novos e atualizadas ferramentas tecnológicas tanto é um desafio como uma esperança. É necessário haver uma interação cada vez maior entre os agricultores, pesquisadores e participação ativa das indústrias, sempre visando a sustentabilidade com responsabilidade.

Esse GT objetiva demonstrar o crescimento das tecnologias nas atividades da agropecuária nacional e internacional.

Pretende-se levar a toda comunidade as perspectivas e avanços tecnológicos na agropecuária brasileira, atividade que tem demonstrado ser um dos pilares de sustentação do nosso país.

08h00 GT 2 - BIODIVERSIDADE, AGRICULTURA FAMILIAR E CIRCUITOS COMERCIAIS AGROALIMENTARES Simpósio Temático
Local: sala 2

Este Grupo de Trabalho busca ser um espaço interdisciplinar de discussão acerca de experiências e pesquisas sobre o papel que os recursos da biodiversidade detêm para a construção da lógica reprodutiva socioeconômica dos agricultores familiares, bem como entender como a inter-relação entre gestão da biodiversidade e preservação/conservação da natureza nos territórios contribuem para o desenvolvimento dos agricultores familiares e da economia local nos territórios.

Este Grupo de Trabalho visa discutir o papel que a biodiversidade possui para a organização de formas alternativas de produção ou de inserção comercial para os agricultores familiares que manejam sua produção em coevolução com os ecossistemas, contribuindo com a segurança alimentar local, a manutenção da biodiversidade e dos serviços ecossistêmicos e para a reprodução socioeconômica das famílias.

Os recursos da biodiversidade apresentam papel central para a agricultura familiar, pois colaboram com a segurança alimentar local e a dinamização de circuitos de produção e comercialização agroalimentares, possibilitando melhoria da qualidade de vida para os agricultores familiares e para o território onde estão inseridos, dialogando com o ambiente socioeconômico e mercadológico. Nesse quadro, estão inseridas tanto questões ligadas ao processo de comercialização quanto aos serviços ambientais.

08h00 GT 3 - SOCIOLIGUÍSTICA Simpósio Temático
Local: sala 3

Ao investigar aspectos mutuamente interligados entre estrutura linguística e sociedade, a sociolinguística enfoca, prioritariamente, os usos linguísticos concretos, especialmente os de caráter heterogêneo, que podem se relacionar aos campos da fonética, da fonologia, do léxico, da sintaxe, bem como aos planos discursivo e pragmático da língua.

Objetiva:

• Discutir a variação linguística no Brasil, e em especial, em Alagoas;
• Refletir sobre as três ondas da sociolinguística e seus desdobramentos teóricos nas última décadas;
• Divulgar as pesquisas sobre variação linguística desenvolvidas no estado de Alagoas;

Cultura e língua são conceitos de fluxo contínuo e que por suas naturezas exigem um também contínuo reordenamento, pois, ao sermos ligados a elas na hora do nosso nascimento ou até mesmo antes dela, não podemos nos desvencilhar de suas forças, ainda que mediados por outros fatores como deslocamentos etários, sociais, geográficos ou de outra natureza.

08h00 GT 4 - ACESSO À JUSTIÇA E EFETIVAÇÃO DOS DIREITOS Simpósio Temático
Local: sala 4

O GT tem o escopo de colher pesquisas que visem a atividade jurisdicional e a efetividade das tutelas jurisdicionais (viés pragmático para a solução de problemas com o foco na efetivação dos direitos).

Objetiva a) Fomentar a discussão interdisciplinar do Direito e sua Tutela adequada; b) Estudar casos concretos confrontando seus modelos teóricos tradicionais, com o escopo de aprimorar soluções adequadas dos conflitos; c) Investigar as novas tecnologias e suas consequências práticas na busca de soluções adequadas para resoluções dos conflitos.

o GT nasce com a pretensão de se buscar assuntos que tenham uma evidência tanto ao mundo teórico-acadêmico quanto, e principalmente, ao meio prático, ambiente este que se encontra atualmente marcado pela preocupação com produções teóricas que voltem o olhar para consequências práticas. Outrossim, por possuir um caráter interdisciplinar da pesquisa com fomento do pensamento jurídico, gera benefícios e possíveis políticas de concretização dos direitos dos cidadãos.

08h00 GT 5 - CORPO, TERRITÓRIO E TERRITORIALIDADES Simpósio Temático
Local: sala 5

Território ou territorialidade. Discutir as escalas de territorialidades, mas também no que diz respeito às notícias científicas, em particular à realização de conferências que colocam a questão de uma ciência dos territórios. Os mecanismos de territorialização, através dos quais laços políticos, atividades produtivas, correntes e produções culturais e (mais classicamente) construções governamentais e administrativas tornam-se sistemas espaciais imbricados, entrelaçados e interligados,

Objetiva: Discutir as territorialidades plurais que formam o espaço geográfico e seus mecanismos, observando as escalas das territorialidades nas escalas de poder na construção de suas espacialidades.

Novas territorialidades estão surgindo em nossas sociedades tanto quanto no discurso dos estudiosos quem tem a análise espacial como recorte metodológico. Isso mudará as características de definição, desenvolvimento e representação do que é um território? Ou será ainda apenas uma questão de metáforas das quais as várias ciências sociais tomarão emprestado ao discutir seu aspecto espacial.

08h00 GT 6 - ECONOMIA E SUAS INTERFACES EM UM CONTEXTO PÓS-PANDEMIA Simpósio Temático
Local: sala 6

O grupo de trabalho é formado por pesquisadores que atuam em diferentes áreas. Busca criar um espaço no XII Enccult para reflexão e debate de temas relacionados a economia e suas interfaces: sustentabilidade, saúde, crime, setor público, políticas públicas, educação, comércio exterior, instituições, gestão e governança, desenvolvimento e em seus múltiplos aspectos, inovação, métodos quantitativos e outros avanços metodológicos, por exemplo.

O grupo de trabalho propõe-se a reunir e conectar pesquisas associadas aos diversos ramos da ciência econômica e suas interfaces, no contexto pós-pandemia. Neste sentido, o contexto pós-pandemia não significa uma delimitação temática, e é ressaltado apenas para dar ênfase as transformações recentes e aos possíveis impactos futuros.

A criação do GT se inscreve dentro da perspectiva de viabilização de um ambiente adequado à apresentação de estudos consistentes relacionadas à articulação da teoria econômica e da economia aplicada às temáticas do desenvolvimento, da sustentabilidade, da inovação, entre outros.
Neste sentido, o GT contribuirá para a compreensão e definição de formulações voltadas para eficiência na alocação de recursos, para a redução das assimetrias e desigualdades econômico-sociais e impactos ambientais.

08h00 GT 7 - FORMAÇÃO DOCENTE, REPRESENTAÇÕES SOCIAIS E MATEMÁTICA Simpósio Temático
Local: Sala 7

Moscovici estabeleceu que o conhecimento têm dois universos: o institucional que engloba os conhecimentos científicos e que retém entre 2 a 3% do conhecimento, e o do senso comum que orienta o conhecimento prático ou o que se aprende com o grupo social que se está inserido. Em espaços educativos como a Escola temos várias ideias sendo compartilhadas, sobre o cotidiano, as dificuldades em cada disciplina, as percepções sobre a Matemática, responderemos como o professor lida com esses contextos.

Objetivos:

• Estudar a Teoria das Representações Sociais dentro da área da Educação;
• Analisar o papel da formação inicial e continuada frente a essas representações;
• Compreender como a Matemática se insere nas discussões que são compartilhadas pela comunidade escolar;
• Apresentar pesquisas dentro da área da Educação Matemática.

O conjunto de ideias, explicações e coerência, resultado da interação social do homem com o meio, é o que Moscovici chamava de Representações Sociais, nesse sentido, o autor trabalhava numa perspectiva entendendo que essas representações orientam e justificam a conduta do sujeito, a compreensão da imagem que se faz sobre um objeto, como a Matemática, e a forma como o professor vai mediar pode possibilitar a compreensão das atitudes do aluno dentro do ambiente escolar.

08h00 GT 8 - ENTRE VOZES E IMAGENS, OS PROFESSORES ENUNCIAM EM SUAS PRÁTICAS: CONCEPÇÕES DE INFÂNCIAS, SEUS TERRITÓRIOS, DEFICIÊNCIAS E LINGUAGENS Simpósio Temático
Local: Sala 8

Dialogar com pesquisas oriundas do campo de estudos das crianças/infâncias. Destacamos os estudos de gênero, sexualidade, corpo, brincadeiras, interculturalidade, questões étnico raciais, politicas de educação, saúde , deficiências e formação de professores. Albergaremos diferentes perspectivas teórico - metodológicas tais como: estudo de caso,análises comparativas, análise de discurso, entre outras abordagens.

Objetivamos contribuir para o debate em torno das crianças e suas infâncias, constituindo canais fomentadores do fortalecimento dos campos teóricos , que compreendem as crianças como sujeitos de direitos e que suas vozes precisam ser ouvidas nos diferentes territórios em que habitam.

O campo de estudos das crianças e suas infâncias, a partir de paradigmas centrados nas ciências humanas e sociais, ainda é muito recente no Brasil. Desse modo, os estudos em Alagoas se estruturam em torno de grupos de estudos e pesquisas que carecem de espaços dialógicos e de problematizações que reverberem na a estruturação de lastros que reconheçam a criança como sujeitos de direitos.

08h00 GT 9 - EDUCAÇÃONO/DO CAMPO E DE PESSOAS ADULTAS E IDOSAS Simpósio Temático
Local: Sala 9

A EJAI e de pessoas campesinas perpassa pelas questões históricas e sociais e que resulta na baixa escolaridade de jovens e adultos no Brasil, tal agravante ainda é maior quando trata-se dos sujeitos do campo. Assim, há necessidade de efetivação de políticas públicas, bem como a discussão a respeito da formação de educadores de EJAI no contexto do campo; questões relacionadas à evasão escolar; e fechamento de escolas do campo de turmas de EJAI; ações educacionais voltadas a pessoas idosas.

Objetiva proporcionar amplo debate sobre as políticas públicas, a oferta, as práticas pedagógicas e a formação continuada de educadores para a efetivação da garantia da Educação de Pessoas Jovens, Adultas, Idosas e Campesinas.

Há uma demanda crescente de estudos que possam contribuir com o conhecimento de quem são esses sujeitos e de propostas de ações que contribuam com o acesso e permanência exitosas nos processos educaci escolares e não escolares. Este GT possibilitará a visibil desses sujeitos e das várias nuances que se desenrolam nos espaços de aprender, onde os campos de pesquisa cientí e de prática pedag se entrelaçam em uma diversid de problematizaç que indicam a riqueza dos contextos, territórios e sujeitos.

08h00 GT 2 - BIODIVERSIDADE, AGRICULTURA FAMILIAR E CIRCUITOS COMERCIAIS AGROALIMENTARES Simpósio Temático
Local: sala 2

Este Grupo de Trabalho busca ser um espaço interdisciplinar de discussão acerca de experiências e pesquisas sobre o papel que os recursos da biodiversidade detêm para a construção da lógica reprodutiva socioeconômica dos agricultores familiares, bem como entender como a inter-relação entre gestão da biodiversidade e preservação/conservação da natureza nos territórios contribuem para o desenvolvimento dos agricultores familiares e da economia local nos territórios.

Este Grupo de Trabalho visa discutir o papel que a biodiversidade possui para a organização de formas alternativas de produção ou de inserção comercial para os agricultores familiares que manejam sua produção em coevolução com os ecossistemas, contribuindo com a segurança alimentar local, a manutenção da biodiversidade e dos serviços ecossistêmicos e para a reprodução socioeconômica das famílias.

Os recursos da biodiversidade apresentam papel central para a agricultura familiar, pois colaboram com a segurança alimentar local e a dinamização de circuitos de produção e comercialização agroalimentares, possibilitando melhoria da qualidade de vida para os agricultores familiares e para o território onde estão inseridos, dialogando com o ambiente socioeconômico e mercadológico. Nesse quadro, estão inseridas tanto questões ligadas ao processo de comercialização quanto aos serviços ambientais.

08h00 GT 3 - SOCIOLIGUÍSTICA Simpósio Temático
Local: sala 3

Ao investigar aspectos mutuamente interligados entre estrutura linguística e sociedade, a sociolinguística enfoca, prioritariamente, os usos linguísticos concretos, especialmente os de caráter heterogêneo, que podem se relacionar aos campos da fonética, da fonologia, do léxico, da sintaxe, bem como aos planos discursivo e pragmático da língua.

Objetiva:

• Discutir a variação linguística no Brasil, e em especial, em Alagoas;
• Refletir sobre as três ondas da sociolinguística e seus desdobramentos teóricos nas última décadas;
• Divulgar as pesquisas sobre variação linguística desenvolvidas no estado de Alagoas;

Cultura e língua são conceitos de fluxo contínuo e que por suas naturezas exigem um também contínuo reordenamento, pois, ao sermos ligados a elas na hora do nosso nascimento ou até mesmo antes dela, não podemos nos desvencilhar de suas forças, ainda que mediados por outros fatores como deslocamentos etários, sociais, geográficos ou de outra natureza.

08h00 GT 4 - ACESSO À JUSTIÇA E EFETIVAÇÃO DOS DIREITOS Simpósio Temático
Local: sala 4

O GT tem o escopo de colher pesquisas que visem a atividade jurisdicional e a efetividade das tutelas jurisdicionais (viés pragmático para a solução de problemas com o foco na efetivação dos direitos).

Objetiva a) Fomentar a discussão interdisciplinar do Direito e sua Tutela adequada; b) Estudar casos concretos confrontando seus modelos teóricos tradicionais, com o escopo de aprimorar soluções adequadas dos conflitos; c) Investigar as novas tecnologias e suas consequências práticas na busca de soluções adequadas para resoluções dos conflitos.

o GT nasce com a pretensão de se buscar assuntos que tenham uma evidência tanto ao mundo teórico-acadêmico quanto, e principalmente, ao meio prático, ambiente este que se encontra atualmente marcado pela preocupação com produções teóricas que voltem o olhar para consequências práticas. Outrossim, por possuir um caráter interdisciplinar da pesquisa com fomento do pensamento jurídico, gera benefícios e possíveis políticas de concretização dos direitos dos cidadãos.

08h00 GT 5 - CORPO, TERRITÓRIO E TERRITORIALIDADES Simpósio Temático
Local: sala 5

Território ou territorialidade. Discutir as escalas de territorialidades, mas também no que diz respeito às notícias científicas, em particular à realização de conferências que colocam a questão de uma ciência dos territórios. Os mecanismos de territorialização, através dos quais laços políticos, atividades produtivas, correntes e produções culturais e (mais classicamente) construções governamentais e administrativas tornam-se sistemas espaciais imbricados, entrelaçados e interligados,

Objetiva: Discutir as territorialidades plurais que formam o espaço geográfico e seus mecanismos, observando as escalas das territorialidades nas escalas de poder na construção de suas espacialidades.

Novas territorialidades estão surgindo em nossas sociedades tanto quanto no discurso dos estudiosos quem tem a análise espacial como recorte metodológico. Isso mudará as características de definição, desenvolvimento e representação do que é um território? Ou será ainda apenas uma questão de metáforas das quais as várias ciências sociais tomarão emprestado ao discutir seu aspecto espacial.

08h00 GT 6 - ECONOMIA E SUAS INTERFACES EM UM CONTEXTO PÓS-PANDEMIA Simpósio Temático
Local: sala 6

O grupo de trabalho é formado por pesquisadores que atuam em diferentes áreas. Busca criar um espaço no XII Enccult para reflexão e debate de temas relacionados a economia e suas interfaces: sustentabilidade, saúde, crime, setor público, políticas públicas, educação, comércio exterior, instituições, gestão e governança, desenvolvimento e em seus múltiplos aspectos, inovação, métodos quantitativos e outros avanços metodológicos, por exemplo.

O grupo de trabalho propõe-se a reunir e conectar pesquisas associadas aos diversos ramos da ciência econômica e suas interfaces, no contexto pós-pandemia. Neste sentido, o contexto pós-pandemia não significa uma delimitação temática, e é ressaltado apenas para dar ênfase as transformações recentes e aos possíveis impactos futuros.

A criação do GT se inscreve dentro da perspectiva de viabilização de um ambiente adequado à apresentação de estudos consistentes relacionadas à articulação da teoria econômica e da economia aplicada às temáticas do desenvolvimento, da sustentabilidade, da inovação, entre outros.
Neste sentido, o GT contribuirá para a compreensão e definição de formulações voltadas para eficiência na alocação de recursos, para a redução das assimetrias e desigualdades econômico-sociais e impactos ambientais.

08h00 GT 7 - FORMAÇÃO DOCENTE, REPRESENTAÇÕES SOCIAIS E MATEMÁTICA Simpósio Temático
Local: Sala 7

Moscovici estabeleceu que o conhecimento têm dois universos: o institucional que engloba os conhecimentos científicos e que retém entre 2 a 3% do conhecimento, e o do senso comum que orienta o conhecimento prático ou o que se aprende com o grupo social que se está inserido. Em espaços educativos como a Escola temos várias ideias sendo compartilhadas, sobre o cotidiano, as dificuldades em cada disciplina, as percepções sobre a Matemática, responderemos como o professor lida com esses contextos.

Objetivos:

• Estudar a Teoria das Representações Sociais dentro da área da Educação;
• Analisar o papel da formação inicial e continuada frente a essas representações;
• Compreender como a Matemática se insere nas discussões que são compartilhadas pela comunidade escolar;
• Apresentar pesquisas dentro da área da Educação Matemática.

O conjunto de ideias, explicações e coerência, resultado da interação social do homem com o meio, é o que Moscovici chamava de Representações Sociais, nesse sentido, o autor trabalhava numa perspectiva entendendo que essas representações orientam e justificam a conduta do sujeito, a compreensão da imagem que se faz sobre um objeto, como a Matemática, e a forma como o professor vai mediar pode possibilitar a compreensão das atitudes do aluno dentro do ambiente escolar.

08h00 GT 8 - ENTRE VOZES E IMAGENS, OS PROFESSORES ENUNCIAM EM SUAS PRÁTICAS: CONCEPÇÕES DE INFÂNCIAS, SEUS TERRITÓRIOS, DEFICIÊNCIAS E LINGUAGENS Simpósio Temático
Local: Sala 8

Dialogar com pesquisas oriundas do campo de estudos das crianças/infâncias. Destacamos os estudos de gênero, sexualidade, corpo, brincadeiras, interculturalidade, questões étnico raciais, politicas de educação, saúde , deficiências e formação de professores. Albergaremos diferentes perspectivas teórico - metodológicas tais como: estudo de caso,análises comparativas, análise de discurso, entre outras abordagens.

Objetivamos contribuir para o debate em torno das crianças e suas infâncias, constituindo canais fomentadores do fortalecimento dos campos teóricos , que compreendem as crianças como sujeitos de direitos e que suas vozes precisam ser ouvidas nos diferentes territórios em que habitam.

O campo de estudos das crianças e suas infâncias, a partir de paradigmas centrados nas ciências humanas e sociais, ainda é muito recente no Brasil. Desse modo, os estudos em Alagoas se estruturam em torno de grupos de estudos e pesquisas que carecem de espaços dialógicos e de problematizações que reverberem na a estruturação de lastros que reconheçam a criança como sujeitos de direitos.

08h00 GT 9 - EDUCAÇÃONO/DO CAMPO E DE PESSOAS ADULTAS E IDOSAS Simpósio Temático
Local: Sala 9

A EJAI e de pessoas campesinas perpassa pelas questões históricas e sociais e que resulta na baixa escolaridade de jovens e adultos no Brasil, tal agravante ainda é maior quando trata-se dos sujeitos do campo. Assim, há necessidade de efetivação de políticas públicas, bem como a discussão a respeito da formação de educadores de EJAI no contexto do campo; questões relacionadas à evasão escolar; e fechamento de escolas do campo de turmas de EJAI; ações educacionais voltadas a pessoas idosas.

Objetiva proporcionar amplo debate sobre as políticas públicas, a oferta, as práticas pedagógicas e a formação continuada de educadores para a efetivação da garantia da Educação de Pessoas Jovens, Adultas, Idosas e Campesinas.

Há uma demanda crescente de estudos que possam contribuir com o conhecimento de quem são esses sujeitos e de propostas de ações que contribuam com o acesso e permanência exitosas nos processos educaci escolares e não escolares. Este GT possibilitará a visibil desses sujeitos e das várias nuances que se desenrolam nos espaços de aprender, onde os campos de pesquisa cientí e de prática pedag se entrelaçam em uma diversid de problematizaç que indicam a riqueza dos contextos, territórios e sujeitos.

21h00 GT 1 - AGROPECUÁRIA NO BRASIL: INOVAÇÕES TECNOLÓGICAS Simpósio Temático
Local: sala 1 virtual

A agropecuária brasileira apresenta-se como um dos pilares de sustentação da economia do Brasil. O aumento da produtividade e qualidade, aliados aos novos e atualizadas ferramentas tecnológicas tanto é um desafio como uma esperança. É necessário haver uma interação cada vez maior entre os agricultores, pesquisadores e participação ativa das indústrias, sempre visando a sustentabilidade com responsabilidade.

Esse GT objetiva demonstrar o crescimento das tecnologias nas atividades da agropecuária nacional e internacional.

Pretende-se levar a toda comunidade as perspectivas e avanços tecnológicos na agropecuária brasileira, atividade que tem demonstrado ser um dos pilares de sustentação do nosso país.

08h00 GT 10 - A DIVERSIDADE DOS DIREITOS HUMANOS NO CONTEXTO EDUCACIONAL Simpósio Temático
Local: Sala 10

Diante da diversidade inerente no contexto escolar e nos variados espaços de educar, é crucial a elaboração de práxis
inclusivas promovendo, a inclusão social e a unidade na diversidade. Tais reflexões dialógicas, acontecerão a partir dos
discursos sobre a educação em direitos humanos como vem sendo fomentada na formação dos professores e, mais especificamente,
identificar a promoção dos direitos humanos através da educação na diversidade.

Objetiva

Dialogar sobre os temas transversais que permeiam a diversidade da educação em Direitos Humanos;

Debater sobre as temáticas inerentes ao campo dos Direitos Humanos
Identificar os desdobramentos da educação em direitos humanos para formação de professores.

A temática da educação em direitos humanos é relevante por termos a necessidade de nos contrapor mediante a violação dos direitos humanos fundamentais. Deste modo, abordar sobre a diversidade da educação em Direitos Humanos é crucial para fazermos jus aos processos inclusivos, fazendo o enfrentamento as barreiras educacionais que são impostas pelas descontinuidades das políticas educacionais, além do mais, se faz necessário abordar as temáticas transversais que permeiam a existência humana.

08h00 GT 11 - COMUNICAÇÃO E INOVAÇÕES TECNOLÓGICAS NA SAÚDE Simpósio Temático
Local: Sala 11

O GT é voltado para o estudo do uso das tecnologias da informação e comunicação (TICs), principalmente aquelas voltadas à tecnologias disruptivas até as aplicadas em saúde, tendo como objeto as inovações, no que tanje aos benefícios para a vida do paciente, proporcionando uma melhora na qualidade de vida das pessoas. Diversas pesquisas sendo desenvolvidas para que a tecnologia na saúde seja aprimorada e entregue ainda mais benefícios para vida.

Incentiva e acolhe pesquisas nas distintas áreas tecnológicas em circulação na academia para conjecturar sobre as propostas de comunicação e tecnologias aplicadas a saúde na área.

O GT é um ambiente para interação interdisciplinar que dialoga com a transversalidade dos saberes entre as áreas de interesse e ascendência investigativa da pesquisa de campo e revisional com TICs e Tecnologias aplicadas à Saúde.

08h00 GT 12 - EDUCAÇÃO DE PESSOAS JOVENS E ADULTAS / EDUCAÇÃO POPULAR Simpósio Temático
Local: Sala 12

Este Grupo de Trabalho proposto por integrantes do Grupo de Pesquisa Multidisciplinar em Educação de Jovens e Adultos – Multieja (CNPq/UFAL), pretende consolidar um espaço de educadores, pesquisadores e estudantes interessados(as) na temática da Educação de Pessoas Jovens e adultas, no contexto da Educação Popular, visando a formação de uma rede de diálogo que, possibilite desencadear estudos sobre a modalidade com contribuições que reflitam a realidade do Estado de Alagoas.

Aglutinar pesquisadores/pesquisadoras nacionais e internacionais buscando construir uma rede de diálogo sobre a temática;
Refletir sobre a realidade da Educação de pessoas Jovens e adultas como política de educação popular;
Problematizar no âmbito da educação de Pessoas jovens e adultas no contexto da política de educação popular: currículos, formação e trabalho docente, práticas pedagógicas e suas condições.

O ENCCULT é um evento consolidado que irá realizar a sua XII edição. Sendo o GT31 que teve como temática central “Educação de Jovens e Adultos: in(re)sistências”, que provocou chamamento significativo de estudantes, pesquisadores, professores da área, ousamos propor - pela amplitude do evento -, a continuidade da inserção do GT, para formar uma rede de diálogos que contribua com estudos e permita permanecer insistindo e resistindo para o avanço da modalidade no Estado de Alagoas.

08h00 GT 13 - METODOLOGIAS INOVADORAS: A UTILIZAÇÃO DA TECNOLOGIA E SUA APLICABILIDADE NA EDUCAÇÃO Simpósio Temático
Local: Sala 13

As práticas pedagógicas e suas relações com as metodologias inovadoras de ensino estabelecem os aspectos essenciais para uma educação cidadã, na qual as possibilidades de promover uma aprendizagem ativa, significativa e dinâmica são expandidas, principalmente, por estarem aliadas a utilização das Tecnologias Digitais da Informação e Comunicação - TDIC. Mediante o exposto, o GT tem como proposta promover discussões e disseminar experiências que ressaltem esse viés.

Objetivos

  • Receber, selecionar e averiguar o compartilhamento de experiências em ensino e aprendizagem com utilização de metodologias inovadoras e TDIC
  • Avaliar as propostas recebidas e compartimentá-las em tópicos específicos
  • Organizar e mediar as apresentações selecionadas de acordo com o tema do GT.
  • Designar o formato da publicação dos trabalhos selecionados pelo GT
  • Elaborar relatório final de avaliação das atividades desempenhadas pelo GT.

As instituições educacionais exercem a posição de parceria na aquisição do conhecimento, assim carecem de inovar suas práticas educacionais, favorecendo, assim, a aprendizagem consistente e significativa. Levar em consideração a aplicação de métodos inovadores, amplia a possibilidade transgressão dos paradigmas antiquados nos processos formativos educacionais (BRITO; FOFONCA, 2018). Assim, faz-se necessário o compartilhamento e a divulgação destas experiências.

08h00 GT 14 - CURRÍCULO E AVALIAÇÃO NO NOVO ENSINO MÉDIO - NEM: OS DESAFIOS DA SOCIEDADE CIVIL, GESTÃO EDUCACIONAL E ESCOLAR Simpósio Temático
Local: Sala 14

Este Grupo de Trabalho busca trazer à tona as discussões acerca das políticas educacionais, com foco na Gestão e Avaliação Educacional. A implementação, pelo governo federal, da Medida Provisória nº 746/2016 e a da Lei nº 13.415/2017, impõe a discussão sobre a reforma do ‘Novo’ Ensino Médio – NEM. O dualismo do ‘novo’ EM, para que serve e a quem serve são indagações pertinentes. Alagoas já implementou sua reforma no EM, obedecendo ao proposto pelo MEC e possui 60 escolas em tempo integral.

Objetiva:

• Provocar a discussão em torno da Reforma do Novo Ensino Médio, em nível nacional e local;
• Disseminar pesquisas e concepções acerca da Reforma do Ensino e as implicações para a formação das juventudes do País;
• Contribuir com as escolas para o desenvolvimento da prática de resistência às reformas (im)postas pelo MEC, discutindo o alinhamento da BNCC às avaliações externas e à formação de professores/as, aproximando a educação pública à lógica mercantil.
O cenário educacional brasileiro traz a Reforma do Ensino Médio fundamentado na premente necessidade de mudanças para adequá-lo ao mercado de trabalho, bem como aos requisitos das empresas privadas, destoando de uma escola pública inclusiva e de qualidade. Destarte, o GT Gestão e Avaliação: os novos desafios das políticas educacionais, busca trazer reflexões e debates quanto aos limites do Novo Ensino Médio, discutindo políticas que promovam a inclusão, equidade e qualidade social da educação.

08h00 GT 15 - ENSINO DAS CIÊNCIAS DA NATUREZA, COMPLEXIDADE E SUSTENTABILIDADE SOCIOAMBIENTAL Simpósio Temático
Local: Sala 15

O Ensino das Ciências da Natureza (ECN), compreendido sob a ótica da complexidade e da sustentabilidade socioambiental, se configura como um locus de saberes e metodologias que podem contribuir para a formação de docentes, favorecendo a construção da identidade e de práticas impregnadas de sentidos e capazes de promover a formação de sujeitos ativos, críticos, conscientes, cidadãos e comprometidos com relações éticas, que defendam e promovam a vida.
Objetivos

a) Socializar estudos em torno do ECN acerca da formação, saberes, identidade e práticas docentes sob a ótica da complexidade e da perspectiva CTSA;
b) Construir um espaço dialógico e reflexivo em torno do papel do ECN numa perspectiva ética, sustentável, cidadã e amorosa;
c) Refletir acerca do ECN na educação básica focado da formação de professores, tendo como proposta a utilização de estratégias didáticas diversificadas, bem como os relatos de experiências de ensino e atuação docente.

Busca-se reafirmar o diálogo entre Universidade, professores e comunidade escolar, fortalecendo o intercâmbio de experiências, fomentando ações coletivas e cooperativas entre as múltiplas instâncias que constituem o ECN. Pretende-se fortalecer um espaço de estudos e reflexões de saberes, promovendo debates em torno das crises paradigmáticas atuais, repensando as relações entre seres humanos e natureza, comprometida com a ética, a sustentabilidade sob a luz da Teoria da Complexidade e CTSA.

08h00 GT 16 - AGRICULTURAS E SABERES SAUDÁVEIS Simpósio Temático
Local: Sala 16

O objetivo do grupo de trabalho Soberania, Segurança Alimentar e Saberes Saudáveis em sua terceira chamada é criar mais uma oportunidade de apresentação e compartilhamento dos estudos e pesquisas que abordem os processos de transformação na agricultura no mundo e, principalmente, reunir estudiosos e interessados sobre essas transformações na realidade alagoana.

Objetiva Instalar um fórum de debates sobre soberania e segurança alimentar que articule saberes e
práticas acadêmicas e populares e aponte a importância de produção social de alimentos e de saberes saudáveis.

O tema da soberania e da segurança alimentar é estratégico para a humanidade. Em escala planetária, é cada vez mais forte a presença de grandes empresas controladoras de sementes modificadas geneticamente. Em sentido oposto, no âmbito das sociedades tradicionais, indígenas, comunidades quilombolas e camponesas, cresce a resistência e um movimento de afirmação das ditas sementes crioulas.

08h00 GT 17 - GESTÃO PUBLICA E PRIVADA: DESAFIOS E OPORTUNIDADES NUM CONTEXTO ADVERSO Simpósio Temático
Local: Sala 17

No Brasil e no mundo as empresas em geral vivem momentos de incerteza e que exigem adoções de estratégias cada vez mais audaciosos para enfrentar a realidade econômica que se apresenta com acentuada retração da atividade econômica. Esse cenário tem pressionado organizações publicas para atuar de forma ativa via políticas públicas para minimizar esse quadro e as empresas privadas também se sentem obrigadas a oferecer plano de ação que enfrente essa transição pós covid 19.

Este GT é estimular o debate acerca dos desafios, oportunidades e ações que as organizações públicas e as empresas privadas estão adotando nessa fase de transição e incertezas e enfrentar a estagnação e a alta inflacionário que tem levado a perda de poder de compra do cidadão e conseguentemente baixo crescimento da economia. As propostas podem ser transversais englobando as mais diversas vertentes de ciências sociais aplicadas de gestão pública e gestão privada.

08h00 GT 10 - A DIVERSIDADE DOS DIREITOS HUMANOS NO CONTEXTO EDUCACIONAL Simpósio Temático
Local: Sala 10

Diante da diversidade inerente no contexto escolar e nos variados espaços de educar, é crucial a elaboração de práxis
inclusivas promovendo, a inclusão social e a unidade na diversidade. Tais reflexões dialógicas, acontecerão a partir dos
discursos sobre a educação em direitos humanos como vem sendo fomentada na formação dos professores e, mais especificamente,
identificar a promoção dos direitos humanos através da educação na diversidade.

Objetiva

Dialogar sobre os temas transversais que permeiam a diversidade da educação em Direitos Humanos;

Debater sobre as temáticas inerentes ao campo dos Direitos Humanos
Identificar os desdobramentos da educação em direitos humanos para formação de professores.

A temática da educação em direitos humanos é relevante por termos a necessidade de nos contrapor mediante a violação dos direitos humanos fundamentais. Deste modo, abordar sobre a diversidade da educação em Direitos Humanos é crucial para fazermos jus aos processos inclusivos, fazendo o enfrentamento as barreiras educacionais que são impostas pelas descontinuidades das políticas educacionais, além do mais, se faz necessário abordar as temáticas transversais que permeiam a existência humana.

08h00 GT 11 - COMUNICAÇÃO E INOVAÇÕES TECNOLÓGICAS NA SAÚDE Simpósio Temático
Local: Sala 11

O GT é voltado para o estudo do uso das tecnologias da informação e comunicação (TICs), principalmente aquelas voltadas à tecnologias disruptivas até as aplicadas em saúde, tendo como objeto as inovações, no que tanje aos benefícios para a vida do paciente, proporcionando uma melhora na qualidade de vida das pessoas. Diversas pesquisas sendo desenvolvidas para que a tecnologia na saúde seja aprimorada e entregue ainda mais benefícios para vida.

Incentiva e acolhe pesquisas nas distintas áreas tecnológicas em circulação na academia para conjecturar sobre as propostas de comunicação e tecnologias aplicadas a saúde na área.

O GT é um ambiente para interação interdisciplinar que dialoga com a transversalidade dos saberes entre as áreas de interesse e ascendência investigativa da pesquisa de campo e revisional com TICs e Tecnologias aplicadas à Saúde.

08h00 GT 12 - EDUCAÇÃO DE PESSOAS JOVENS E ADULTAS / EDUCAÇÃO POPULAR Simpósio Temático
Local: Sala 12

Este Grupo de Trabalho proposto por integrantes do Grupo de Pesquisa Multidisciplinar em Educação de Jovens e Adultos – Multieja (CNPq/UFAL), pretende consolidar um espaço de educadores, pesquisadores e estudantes interessados(as) na temática da Educação de Pessoas Jovens e adultas, no contexto da Educação Popular, visando a formação de uma rede de diálogo que, possibilite desencadear estudos sobre a modalidade com contribuições que reflitam a realidade do Estado de Alagoas.

Aglutinar pesquisadores/pesquisadoras nacionais e internacionais buscando construir uma rede de diálogo sobre a temática;
Refletir sobre a realidade da Educação de pessoas Jovens e adultas como política de educação popular;
Problematizar no âmbito da educação de Pessoas jovens e adultas no contexto da política de educação popular: currículos, formação e trabalho docente, práticas pedagógicas e suas condições.

O ENCCULT é um evento consolidado que irá realizar a sua XII edição. Sendo o GT31 que teve como temática central “Educação de Jovens e Adultos: in(re)sistências”, que provocou chamamento significativo de estudantes, pesquisadores, professores da área, ousamos propor - pela amplitude do evento -, a continuidade da inserção do GT, para formar uma rede de diálogos que contribua com estudos e permita permanecer insistindo e resistindo para o avanço da modalidade no Estado de Alagoas.

08h00 GT 13 - METODOLOGIAS INOVADORAS: A UTILIZAÇÃO DA TECNOLOGIA E SUA APLICABILIDADE NA EDUCAÇÃO Simpósio Temático
Local: Sala 13

As práticas pedagógicas e suas relações com as metodologias inovadoras de ensino estabelecem os aspectos essenciais para uma educação cidadã, na qual as possibilidades de promover uma aprendizagem ativa, significativa e dinâmica são expandidas, principalmente, por estarem aliadas a utilização das Tecnologias Digitais da Informação e Comunicação - TDIC. Mediante o exposto, o GT tem como proposta promover discussões e disseminar experiências que ressaltem esse viés.

Objetivos

  • Receber, selecionar e averiguar o compartilhamento de experiências em ensino e aprendizagem com utilização de metodologias inovadoras e TDIC
  • Avaliar as propostas recebidas e compartimentá-las em tópicos específicos
  • Organizar e mediar as apresentações selecionadas de acordo com o tema do GT.
  • Designar o formato da publicação dos trabalhos selecionados pelo GT
  • Elaborar relatório final de avaliação das atividades desempenhadas pelo GT.

As instituições educacionais exercem a posição de parceria na aquisição do conhecimento, assim carecem de inovar suas práticas educacionais, favorecendo, assim, a aprendizagem consistente e significativa. Levar em consideração a aplicação de métodos inovadores, amplia a possibilidade transgressão dos paradigmas antiquados nos processos formativos educacionais (BRITO; FOFONCA, 2018). Assim, faz-se necessário o compartilhamento e a divulgação destas experiências.

08h00 GT 14 - CURRÍCULO E AVALIAÇÃO NO NOVO ENSINO MÉDIO - NEM: OS DESAFIOS DA SOCIEDADE CIVIL, GESTÃO EDUCACIONAL E ESCOLAR Simpósio Temático
Local: Sala 14

Este Grupo de Trabalho busca trazer à tona as discussões acerca das políticas educacionais, com foco na Gestão e Avaliação Educacional. A implementação, pelo governo federal, da Medida Provisória nº 746/2016 e a da Lei nº 13.415/2017, impõe a discussão sobre a reforma do ‘Novo’ Ensino Médio – NEM. O dualismo do ‘novo’ EM, para que serve e a quem serve são indagações pertinentes. Alagoas já implementou sua reforma no EM, obedecendo ao proposto pelo MEC e possui 60 escolas em tempo integral.

Objetiva:

• Provocar a discussão em torno da Reforma do Novo Ensino Médio, em nível nacional e local;
• Disseminar pesquisas e concepções acerca da Reforma do Ensino e as implicações para a formação das juventudes do País;
• Contribuir com as escolas para o desenvolvimento da prática de resistência às reformas (im)postas pelo MEC, discutindo o alinhamento da BNCC às avaliações externas e à formação de professores/as, aproximando a educação pública à lógica mercantil.
O cenário educacional brasileiro traz a Reforma do Ensino Médio fundamentado na premente necessidade de mudanças para adequá-lo ao mercado de trabalho, bem como aos requisitos das empresas privadas, destoando de uma escola pública inclusiva e de qualidade. Destarte, o GT Gestão e Avaliação: os novos desafios das políticas educacionais, busca trazer reflexões e debates quanto aos limites do Novo Ensino Médio, discutindo políticas que promovam a inclusão, equidade e qualidade social da educação.

08h00 GT 15 - ENSINO DAS CIÊNCIAS DA NATUREZA, COMPLEXIDADE E SUSTENTABILIDADE SOCIOAMBIENTAL Simpósio Temático
Local: Sala 15

O Ensino das Ciências da Natureza (ECN), compreendido sob a ótica da complexidade e da sustentabilidade socioambiental, se configura como um locus de saberes e metodologias que podem contribuir para a formação de docentes, favorecendo a construção da identidade e de práticas impregnadas de sentidos e capazes de promover a formação de sujeitos ativos, críticos, conscientes, cidadãos e comprometidos com relações éticas, que defendam e promovam a vida.
Objetivos

a) Socializar estudos em torno do ECN acerca da formação, saberes, identidade e práticas docentes sob a ótica da complexidade e da perspectiva CTSA;
b) Construir um espaço dialógico e reflexivo em torno do papel do ECN numa perspectiva ética, sustentável, cidadã e amorosa;
c) Refletir acerca do ECN na educação básica focado da formação de professores, tendo como proposta a utilização de estratégias didáticas diversificadas, bem como os relatos de experiências de ensino e atuação docente.

Busca-se reafirmar o diálogo entre Universidade, professores e comunidade escolar, fortalecendo o intercâmbio de experiências, fomentando ações coletivas e cooperativas entre as múltiplas instâncias que constituem o ECN. Pretende-se fortalecer um espaço de estudos e reflexões de saberes, promovendo debates em torno das crises paradigmáticas atuais, repensando as relações entre seres humanos e natureza, comprometida com a ética, a sustentabilidade sob a luz da Teoria da Complexidade e CTSA.

08h00 GT 16 - AGRICULTURAS E SABERES SAUDÁVEIS Simpósio Temático
Local: Sala 16

O objetivo do grupo de trabalho Soberania, Segurança Alimentar e Saberes Saudáveis em sua terceira chamada é criar mais uma oportunidade de apresentação e compartilhamento dos estudos e pesquisas que abordem os processos de transformação na agricultura no mundo e, principalmente, reunir estudiosos e interessados sobre essas transformações na realidade alagoana.

Objetiva Instalar um fórum de debates sobre soberania e segurança alimentar que articule saberes e
práticas acadêmicas e populares e aponte a importância de produção social de alimentos e de saberes saudáveis.

O tema da soberania e da segurança alimentar é estratégico para a humanidade. Em escala planetária, é cada vez mais forte a presença de grandes empresas controladoras de sementes modificadas geneticamente. Em sentido oposto, no âmbito das sociedades tradicionais, indígenas, comunidades quilombolas e camponesas, cresce a resistência e um movimento de afirmação das ditas sementes crioulas.

08h00 GT 17 - GESTÃO PUBLICA E PRIVADA: DESAFIOS E OPORTUNIDADES NUM CONTEXTO ADVERSO Simpósio Temático
Local: Sala 17

No Brasil e no mundo as empresas em geral vivem momentos de incerteza e que exigem adoções de estratégias cada vez mais audaciosos para enfrentar a realidade econômica que se apresenta com acentuada retração da atividade econômica. Esse cenário tem pressionado organizações publicas para atuar de forma ativa via políticas públicas para minimizar esse quadro e as empresas privadas também se sentem obrigadas a oferecer plano de ação que enfrente essa transição pós covid 19.

Este GT é estimular o debate acerca dos desafios, oportunidades e ações que as organizações públicas e as empresas privadas estão adotando nessa fase de transição e incertezas e enfrentar a estagnação e a alta inflacionário que tem levado a perda de poder de compra do cidadão e conseguentemente baixo crescimento da economia. As propostas podem ser transversais englobando as mais diversas vertentes de ciências sociais aplicadas de gestão pública e gestão privada.

Edições Anteriores

Quer se tornar um parceiro?

Organizador

Universidade Estadual de Alagoas UNEAL

GRUPO CAATINGA, PRODIC, NUAGRARIO