12º Mestres e Conselheiros: Patrimônio e Cidade

12º Mestres e Conselheiros: Patrimônio e Cidade

Faça sua inscrição
De 7 a 9 de abril Todos os dias das 09h00 às 19h00
Evento online O link do evento ainda não foi informado

Sobre o Evento

O Fórum Mestres e Conselheiros é um evento único no Brasil, no qual os militantes e os agentes que formulam e implementam as políticas de patrimônio se encontram com pesquisadores acadêmicos dos diversos programas de pós-graduação em nosso país. Este ano, devido à pandemia do covid-19, nosso evento será em abril de 2021.

Reconhecido hoje como referência na discussão da municipalização do patrimônio e da educação patrimonial, este Fórum foi realizado pela primeira vez em 2008, quando era voltado ainda para Minas Gerais, estendendo-se para todo o país a partir de 2009.

Em 2021, o Fórum vai discutir a perspectiva da “ação local” como base para o patrimônio. Hoje sabemos que o patrimônio, antes de ser nacional ou mesmo mundial, acontece na esfera local, e que vão ser também as ações locais as principais responsáveis pela sua preservação. “A comunidade é a melhor guardiã do seu patrimônio”, frase popularizada por Aloísio Magalhães, dialoga muito bem com a máxima contemporânea “Agir localmente, pensar globalmente”.

Neste sentido, esta edição dos Mestres e Conselheiros vai tematizar os diversos tipos de ação local que contribuem para a preservação do nosso patrimônio cultural, desde a atuação dos conselhos municipais até a ação corajosa de cidadãos que conseguem manter suas referências culturais, passando pelo envolvimento cívico de ONGs e outros atores.

Organizador

Instituto de Estudo do Desenvolvimento Sustentável - IEDS

O IEDS - Instituto de Estudos do Desenvolvimento Sustentável é uma Organização não Governamental de atuação nacional, constituída como associação civil sem fins lucrativos, apartidária, pluralista e reconhecida de utilidade pública.

A sua finalidade é desenvolver a consciência, o estudo e a prática social do desenvolvimento sustentável em todas suas dimensões, com a proposição e estímulos a projetos e ações nas áreas de cultura, educação, meio ambiente, planejamento territorial e urbano, arquitetura, habitação social, design, tecnologia, eficiência energética e comunicação.