O protagonismo da mídia no golpe de 2016

O golpe que depôs Dilma Rousseff e, junto a Michel Temer, alçou ao poder uma agenda de regressões brutais e de absoluto desmonte do país, teve participação importantedo parlamento, que votou pelo impeachment, e também do judiciário, que o corroborou. Mas talvez nenhum papel tenha sido tão crucial como o jogado pela mídia monopolista, que pautou, insuflou e, desde então, vem sustentando a farsa golpista.

Os jornalistas Mino Carta, Maria Inês Nassif e Paulo Henrique Amorim estarão noBarão de Itararé, no dia 15 de maio, para discutir o tema.Além da discussão sobre a centralidade dos grandes meios de comunicação no golpe, também haverá o lançamento do livroEnciclopédia do Golpe Vol. 2 - O Papel da Mídia(Ed. Praxis).

Leia mais... →

LOCAL DO EVENTO

Sede do Centro de Estudos Barão de Itararé - Rua Rego Freitas, 454 - sala 83, República, São Paulo - São Paulo