Mora na Filosofia: em pandemia. Necessidade e Liberdade: duas negações (ou: a liberdade como recusa na filosofia da vontade de Paul Ricoeur).

Faça sua inscrição
Sexta, 16 de outubro de 2020 Das 18:00 às 19:00
Evento online Clique aqui

Sobre o Evento

O projeto de extensão Mora na Filosofia, realizado desde 2010 em bares na cidade de Maceió, inicia sua versão virtual, devido ao distanciamento social provocado pela pandemia da Covid-19. O encontro do dia 16de outubro acontecerá às 19:00, no canal do projeto no youtube moranafilosofiaufal (www.youtube.com/moranafilosofiaufal).Nesse encontro virtual convidamos a Profa. Dra. Cristina Viana(UFAL - Filosofia) que ministrará a palestra:Necessidade e Liberdade: duas negações (ou: a liberdade como recusa na filosofia da vontade de Paul Ricoeur).

Resumo.É verdade que liberdade e necessidade são opostos? Todos nós certamente já nos deparamos com uma conceituação de liberdade pautada na ausência de determinações externas. “Sou livre quando faço o que quero!” – alguns chegam mesmo a afirmar. Ora, mas todos nós igualmente sabemos que ninguém é livre dessa forma o tempo todo. E, no entanto, nem sempre nos sentimos constrangidos quando precisamos fazer “o que somos obrigados”. Acordar de madrugada para cuidar de nosso bebê, levantar cedo para estudar para uma prova, parar de assistir um filme para lavar louça... todas essas tarefas são obrigações! E nem por isso nos sentimos menos livres quando as desempenhamos, sobretudo quando podemos fazê-las por querer. O filósofo francês Paul Ricoeur (1913-2005), em sua primeira grande obra – Le volontaire et l’involontaire (1950) – foi sagaz ao escrutinar a liberdade que existe no consentimento. No consentimento, é como se liberdade e necessidade se harmonizassem, e o sujeito dissesse “Eu aceito a necessidade de bom grado”. Porém, para chegar ao consentimento, a liberdade percorre um longo caminho de enfrentamento da necessidade. Esta, por sua vez, se anuncia sempre na forma de uma negação. Buscaremos nesta apresentação explicar como Ricoeur concebeu a aproximação entre necessidade e liberdade a partir do fio condutor da negação.Palavras-Chave: Liberdade. Necessidade. Negação.

Com relação aos certificadosos nomes e email´s d@s participantes serão coletados pela equipe do projeto durante a trasmissão on-line para compor a lista de frequência. Os nomes que não estiverem na lista de frequêncianão serão credenciados no site do evento da Doity.

Sobre a palestrante.Licenciada em Filosofia pela Unesp, Mestre em Filosofia da Mente, Epistemologia e Lógica pela Unesp e Doutora em Filosofia Contemporânea pela Unicamp. Professora da Licenciatura e do Mestrado em Filosofia da Universidade Federal de Alagoas (UFAL). Tem experiência em temas de Filosofia da Mente, como identidade pessoal e continuidade psicológica. É autora do livro O enigma filosófico da identidade pessoal (Edufal, 2011) e coorganizadora da obra Fenomenologia e Hermenêutica (Anpof, 2019). Atualmente, pesquisa aspectos da Ética e Hermenêutica de Paul Ricoeur, como a consciência de si, o mal e a intersubjetividade.

Organizador

João Dias; Marcus Souza; Maxwell Lima Filho; Marcus Matias

Docentes da Universidade Federal da Alagoas (UFAL)