Novas práticas em contexto pandêmico - articulações entre Psicologia, Saúde Mental e PICS

A pandemia marcada pela COVID-19 tem modificado os moldes de assistências envolvendo a Psicologia, Saúde Mental e Práticas Integrativas e Complementares em Saúde - PICS, levando a novas propostas de organização e implementação de serviços, visto que “o contexto pandêmico e as medidas de controle preconizadas afetam a população em muitas dimensões das condições de vida e de saúde e, entre elas, de forma significativa, o componente de saúde mental” (BARROS et al., 2020). Os novos moldes de assistência se caracterizam pela necessidade de isolamento e distanciamento social, imposto pela pandemia necessitando, então, da assistência terapêutica na modalidade virtual, onde a ética na práxis da psicologia se fez imperativa no sentido de implementar dispositivos de acolhimento e humanização, estabelecendo novos paradigmas de cuidado. Sendo assim, a reinvenção da práxis psicológica se faz necessária e urge a importância das articulações entre a Psicologia e as PICS no campo da Saúde Mental. As PICS, mediante a Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares em Saúde – PNPIC (BRASIL. MINISTÉRIO DA SAÚDE, 2006), são ações e tratamentos que utilizam recursos terapêuticos tradicionais voltados para promover saúde e prevenir agravos. No contexto da psicologia, essas práticas complementam o trabalho da(o) psicóloga(o) com novos e importantes recursos para lidar com os sintomas prevalentes na pandemia, tais como: ansiedade, depressão, angústia, irritabilidade, medo, pânico, entre outros, favorecendo assim a saúde mental, sobretudo de pessoas/grupos em situação de vulnerabilidades psicossociais e usuários do Sistema Único de Saúde - SUS.

Leia mais... →

LOCAL DO EVENTO

Evento online
O link do evento ainda não foi informado