Plataformização da Cultura #10: Plataformização da Literatura - E-lit e a produção literária em meio digital

Faça sua inscrição
Sábado, 21 de novembro de 2020 Das 16:00 às 18:00
Evento online O link do evento ainda não foi informado

Sobre o Evento

Transmissão: https://bit.ly/2Vl5t8f

O regime de distanciamento social potencializou as práticas culturais emergentes das lives, reconfigurando a interação entre o público e os artistas. Tal fenômeno foi possibilitado pela plataformização das indústrias culturais: um fenômeno recente na história do país.

Surgem assim, na arena cultural, manifestações artísticas, criativas e inovadoras em plataformas de entretenimento: filmes, séries, shows musicais ao vivo, esquetes humorísticos e performances teatrais. Essas atividades geram novos modelos de negócios ao oferecer serviços de distribuição online com implicações diretas nos arranjos produtivos das indústrias culturais.

Esse fenômeno não é novo, nos anos 1990 as empresas de tecnologia perceberam que os conteúdos não se limitavam a uma única mídia, e por isso passaram a adquirir um novo valor de mercadoria como bem cultural no mundo digital: “o conteúdo é rei”. Vale ressaltar que o valor de um bem cultural não é criado apenas pelas plataformas, mas também pela força criativa dos produtores culturais que delas participam, considerando os interesses do público e a governança da plataforma.

Nesse contexto, o seminário "Plataformização da Cultura" pretende promover e incentivar debates online entre pesquisadores, artistas e profissionais da cultura, visando um maior entendimento das atuais transformações nas indústrias de entretenimento.

Busca-se discutir a importância da criação de políticas públicas para as plataformas culturais; o marco regulatório do vídeo sob demanda; novas perspectivas estéticas e estilísticas, e a inovação nos sistemas de produção, distribuição, circulação e recepção de conteúdos.

A décima live será sobre a literatura eletrônica-E-lit e a produção literária em meio digital, no dia 21/11 às 16h, com a participação de Andréa Catrópa (UFU), Vinícius Carvalho Pereira (UFMT) e Rejane Rocha (UFSCar), com mediação de Thiago Rodrigues (UFSCar). O debate será transmitido no Facebook pelo link: https://bit.ly/2Vl5t8f.

ACOMPANHE A NOSSA PROGRAMAÇÃO PELA PÁGINA NO FACEBOOK:

https://www.facebook.com/especializacaomultiplataformaufscar

O evento é uma realização do Curso de Especialização em Produção de Conteúdo Audiovisual para Multiplataformas (EAM/UFSCar) e do Grupo de Estudos sobre Mídias Interativas em Imagem e Som (GEMInIS), ambos da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), com o apoio e a Pró-Reitoria de Extensão (PROEX/UFSCar).

Sobre as participantes:

Andréa Catrópa (UFU)
Doutora em Teoria Literária pela Universidade de São Paulo. É pós-doutoranda no PPG-Design UAM, onde desenvolve uma pesquisa sobre poesia concreta brasileira e literatura digital. Como escritora, publicou poesia, contos e um romance. Seus trabalhos multimídia incluem audioficções e um programa de rádio sobre literatura contemporânea. Atualmente é professora de Teoria Literária no ILEEL da Universidade Federal de Uberlândia. WEBSITE: https://www.andreacatropa.com/

Vinícius Carvalho Pereira (UFMT)
Doutor e Mestre em Ciência da Literatura pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Bacharel e Licenciado em Letras Português-Inglês pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Professor do Departamento de Letras e do Programa de Pós-Graduação em Estudos da Linguagem da Universidade Federal do Mato Grosso (UFMT). Estágio pós-doutoral na Universidade de Nottingham (UoN), no Reino Unido. Líder do grupo de pesquisa SEMIC - Semióticas Contemporâneas.

Rejane Rocha (UFSCar)
Docente do Departamento de Letras e do Programa de Pós-Graduação em Estudos de Literatura, na UFSCar e do Programa de Pós-Graduação em Estudos Literários, da UNESP/Araraquara. Desenvolve pesquisas a respeito da produção, circulação, consumo e legitimação da literatura no contexto digital e atualmente coordena o projeto CNPq Repositório da Literatura Digital Brasileira. Lidera o Grupo de Pesquisa Literatura e Tempo Presente (CNPq).

Thiago Rodrigues (UFSCar)
Doutorando em Linguística (PPGL/UFSCar), mestre em Ciência, Tecnologia e Sociedade (PPGCTS/UFSCar), bacharel em Linguística pela Universidade Federal de São Carlos.

Organizador

João Carlos Massarolo