V Encontro Nacional de Antropologia da Política

V Encontro Nacional de Antropologia da Política

Etnografias das práticas de Estado e das resistências

Faça sua inscrição
De 12 a 14 de junho Todos os dias das 08h30 às 20h00
São Luís, MA Prédio de História da Universidade Estadual do Maranhão

Sobre o Evento

O V Encontro Nacional de Antropologia da Política “Etnografias das práticas de Estado e das resistências” tem o propósito de promover, entre discentes e docentes dos cursos de graduação e pós-graduação ligados à área de Ciências Sociais, o debate de assuntos contemporâneos e da atual conjuntura social no Brasil, a partir da discussão dos resultados de pesquisas. O evento marcará a comemoração de 22 anos de criação do Núcleo de Antropologia da Política (NuAP) e a recente criação do Laboratório de Estudos em Antropologia Política (LEAP – UEMA/UFMA).

A RELAÇÃO DOS TRABALHOS ACEITOS NOS GTs

PODE SER ACESSADA AQUI.

INFORMAÇÕES IMPORTANTES

Houve MUDANÇA nos HORÁRIOS e PROGRAMAÇÃO do evento, confira aqui no site!

Quem precisa de CARTA DE ACEITE deve encaminhar e-mail para o endereço: enapsaoluis@gmail.com

Quem precisar de hospedagem solidária para os dias do evento deve escrever para gaby.lages12@gmail.com, indicando nome completo, telefone de contato, local e universidade de procedência.

Palestrantes

  • Ana Claudia Marques (USP)
  • John Comerford (Museu Nacional/UFRJ)
  • John Collins (CUNY/Nova Iorque)
  • Ciméa Bevilaqua (UFPR)
  • Marcela Coelho (UnB)
  • Suzane Alencar Vieira (UFG)
  • Jorge Mattar Villela (UFSCar)
  • Marcos Otávio Bezerra (UFF)
  • Letícia Cesarino (UFSC)
  • Carlos Filadelfo de Aquino (UFPI)
  • Ana Claudia Cruz (UFF)
  • João Laguens (Museu Nacional/UFRJ)
  • Thaís Mantovanelli (UFSCar)
  • André Dumans Guedes (UFF)
  • Dibe Ayoub (Museu Nacional/UFRJ)
  • Karina Biondi (UEMA)
  • Igor Grill (UFMA)
  • Martina Ahlert (UFMA)

Programação

15h00 Mesa de abertura Abertura
Local: Auditório

Mesa de abertura com Martina Ahlert (UFMA), Karina Biondi (UEMA) e convidados.

16h00 - Ana Claudia Marques (USP), John Comerford (Museu Nacional/UFRJ) Conferência de abertura Abertura
Local: Auditório

Conferência de abertura com Ana Cláudia Marques (USP) e John Comerford (Museu Nacional - UFRJ).

18h00 Conferência com John Collins Conferência
Local: Auditório

Conferência com John Collins (CUNY/ Nova Iorque)

09h00 GT 01 - Gestão e deliberação na vida cotidiana nas margens: facções, movimentos sociais e política eleitoral Simpósio Temático
Local: Sala de aula 6 (Prédio da História- Rua da Estrela, 329)

GT 01 - Gestão e deliberação na vida cotidiana nas margens: facções, movimentos sociais e política eleitoral

Ana Paula Luna Sales (UNICAMP) e Maria Izabel Feitosa Accioly (UFSCar)

Debatedores: Jorge Villela (UFSCar) e Thaís Mantovanelli (UFSCar)

LOCAL: Sala de aula 6 (Prédio da História- Rua da Estrela, 329)

Sessão única (13/06 – 9:00 às 12:00)

01 - Democracia e sujeitos da violência (in)visível: Uma escrita etnográfica da participação política no processo eleitoral de 2018 em São Luís (MA) – Flaviana Almeida do Nascimento (UEMA)

02 - Igualdade, “privilégios” e equivocação nos processos deliberativos em uma ocupação urbana em São Paulo - Helena de Morais Manfrinato Othman (PPGAS/USP)

03 - No interregno das eleições: Redes de amizade e parentesco como extensões das “facções” políticas – Aline Neves Aguiar (UFPE)

04 - Maternidade e dinâmicas sociais em reclusão: relacionalidades em uma penitenciária feminina do PCC - Luana de Oliveira Camargo (UFPR)

05 - Quando as cumade entram em cena: assassinatos de mulheres na guerra entre facções no Ceará - Lucilda Cavalcante Lourenço - PPGAS/UFRGS e Elisabeth Maria Oliveira dos Santos - LEV/UFC

06 - Complexo do Maiobão: da fragmentação entre Gangues rivais à hegemonia de uma facção - Vinícius Pereira Bezerra (IFMA), Thiago Brandão Lopes (UFMA) e Luiz Eduardo Lopes Silva (UFMA)

09h00 GT 03 - Experimentos de insurgência: (cosmo)políticas e processos de autonomia na América Latina e na África Simpósio Temático
Local: Laboratório KIDS – Casarão TECH (Rua da Estrela 386)

GT 03 - Experimentos de insurgência: (cosmo)políticas e processos de autonomia na América Latina e na África

Luiza Dias Flores (UFG) e Natalia Velloso (PPGAS/UFRJ)

Local: Laboratório KIDS – Casarão TECH (Rua da Estrela 386)

Sessão I (13/06 – 9:00 às 12:00)

01 - Movimento contra UPP: Sentidos e significados de uma luta comunitária contra instalação de uma base comunitária de segurança no bairro da Engomadeira (Salvador/BA) (2013-2015) - Fred Igor Santiago Ferreira

02 - A insurgência do povo indígena Akroá-Gamella pelo território: reflexões da retomada da língua materna - Hemerson Herbet de Sousa Pereira

03 - Etnogênese indígena e afroindígena: um olhar sobre o acesso a Universidade Federal do Maranhão -Verissa Einstein Soares do Amaral

04 - Indígenas Tentehar e o Ensino Superior: entre atualizações, (re)produções e (re)conduções. - Sérgio César Corrêa Soares Muniz

05 - “A gente pode fazer nossas próprias leis”: A primeira organização das mulheres da Ocupação Esperança contra a violência doméstica - Gabriela Moncau

06 - “De Burca ou de Shortinho todos vão me respeitar”: Reivindicações e Manifestações das Mulheres do séc.XXI nos espaços livres públicos de lazer em Maceió-Alagoas - Flavia de Sousa Araújo, Dayanna Klécia da Silva Barbosa, Amanda Borges Castelo Branco de Magalhães, Clarissa de Holanda Novaes

09h00 GT 04. Redes criminais, periferias e cotidiano: dinâmicas de atuação do crime organizado e resistências culturais juvenis no norte e nordeste do Brasil Simpósio Temático
Local: LOCAL: Sala do mestrado 02 (Prédio de História da UEMA – Rua da Estrela 329)

GT 04. Redes criminais, periferias e cotidiano: dinâmicas de atuação do crime organizado e resistências culturais juvenis no norte e nordeste do Brasil

Geovani Jacó de Freitas (PPGS/UECE), Clodomir Cordeiro de Matos Júnior (PPGS/UFMA) e Ricardo Moura Braga Cavalcante (COVIO/UECE)

Debatedor: Ítalo Barbosa Lima Siqueira (LEV/UFC)

LOCAL: Sala do mestrado 02 (Prédio de História da UEMA – Rua da Estrela 329)

Sessão I (13/06 - 09h12h)

01 - As facções no Maranhão e suas distintas fases históricas - Luiz Eduardo Lopes Silva

02 - Famílias, Gangues, Torcidas e Facções: aportes teóricos e metodológicos para a compreensão da atuação de grupos criminais no Nordeste do Brasil - Amanda Gomes Pereira, João Pedro de Santiago Neto e Clodomir Cordeiro de Matos Júnior

03 - A eficácia simbólica das facções: apontamentos sobre a criminalidade pobre no Ceará – Arthur de Freitas Pires

04 - As artimanhas do extermínio e do crescente encarceramento nas margens urbanas de Manaus - Ítalo Barbosa Lima Siqueira

05 - Uma reflexão sobre o histórico das rebeliões em Pedrinhas - Glauber Luís Monteiro e Luiz Eduardo Lopes Silva

06 - Do crime disperso ao crime faccionalizado: disputas no Bairro Benfica, Fortaleza – CE - Suiany Silva de Moraes

07 - Pacificação entre quebradas rivais: a face oculta da guerra de facções - Antonio Ailton Penha Ribeiro, Marco Gabriel Ferreira Ferrão Coelho e Luiz Eduardo Lopes Silva

08 - Moralidades, violência e espacialidades: um olhar sobre o cotidiano dos moradores do Residencial Rio Anil Camboa - Maysa Mayara Costa de Oliveira

09h00 GT05. Antropologia, imagem e política Simpósio Temático
Local: Local: Auditório – Casarão TECH (Rua da Estrela, 386)

GT05. Antropologia, imagem e política

Ramusyo Brasil (UFMA/IFMA) e Adson Carvalho (UFMA)

Local: Auditório – Casarão TECH (Rua da Estrela, 386)

Sessão I (13/06 – 09h12h)

01 - Classificação automática de imagens em redes digitais: aspectos éticos e tecnopolíticosRoosewelt Lins Silva

02 - A imagem como representação do eu na sociedade e a colagem como ferramenta de interpretação do cotidiano - Flávia Ferreira do Nascimento

03 - O cinema é político: discussões acerca do papel dos Direitos Humanos na imigração – Hitalo Ricardo Alves Pereira

04 - A identidade do narcotraficante na série El Chapo: uma análise a partir da antropologia visual – Rafael Ramos Souza

05 - A Nouvelle Vague e as relações sociais na modernidade – Jarina Milena Silva Gomes

06 - O avesso das paisagens: a comoditização da natureza e a construção social do Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses como destino turístico – Benedita de Cássia Ferreira Costa

07 - “Tu mora no quartinho dos fundos dos teus patrões?” – Ramon Vinícuis Barbosa de Oliveira e Laiala Nunes Ferreira

08 - Crianças de um planeta chamado Combu: dos mapas – Adriele Cristine Silva da Silva

09h00 GT 06. Práticas de poder do Estado em suas múltiplas possibilidades Simpósio Temático
Local: Local: Sala do NeÁfrica (Prédio de História da UEMA – Rua da Estrela 329)

GT 06. Práticas de poder do Estado em suas múltiplas possibilidades

Isandra Maria Falcão Canjão (CEUMA)

Rodrigo Theophilo Folhes (UFMA)

Local: Sala do NeÁfrica (Prédio de História da UEMA – Rua da Estrela 329)

Sessão I (13/06 – 09h-12h)

01 – Análise comparativa da Assistência Social em Coari e Tefé – Amazonas - Debora de Freitas Pinto de Lima e Paola Verri de Santana

02 - Linchamentos no Maranhão e o movimento de violação a Direitos Humanos: fundamento no contexto do punitivismo contemporâneo - Hyago Silva Borges de Oliveira e Thiago Allisson Cardoso de Jesus

03 - A Violência racial contra o Imigrante não branco estrangeiro na estrutura social brasileira e as aplicações da Lei Nº 13.445/2017 - Josué José Guimarães de Araújo

04 - Diversidade sexual e de gênero num centro socioeducativo cearense - Bruno Alves de Sousa

05 - Apaniekrá e Ramkokamekra-Canela, relações interétnicas e processos de desenvolvimento no centro-sul maranhense - Anderson Augusto M. Serra

06 - O agronegócio da cana de açúcar no município de Coelho Maranhão: Desenvolvimento para quem ? - Jennifer Maria Gonçalves Pereira

07 - Linchamentos no Maranhão: uma análise sobre o tratamento político-criminal

09h00 GT 9 - Elites e Poder Simpósio Temático
Local: Sala do NEHISLIN (Prédio de História da UEMA – Rua da Estrela 329)

GT 9 - Elites e Poder

Natacha Simei Leal (UNIVASF) e Daniela Caruza Gonçalves Ferreira (IFPI)

Local: Sala do NEHISLIN (Prédio de História da UEMA – Rua da Estrela 329)

Sessão única (13/06 – 09h-12h)

01 -Elites, poder e o ensino superior no Maranhão (1940-1950) - Hugo Freitas de Melo

02 – Reflexões sobre o papel do terceiro setor na oferta da educação infantil em São Luís - MA - Maysa Barbosa Moreira

03 - Sobre a edição como um dom: os papeis de editor no contexto maranhense - Franklin Lopes

04 – Quem serve e a quem serve: as cores dos transeuntes no Supermercado Pão de Açúcar - João Paulo da Silva

05 -Desenvolvimento regional e relações políticas no Sul Fluminense - Carla Regina Assunção Pereira

06 - Política narrada. Por uma antropologia política da construção de formas narrativas de homens públicos no tempo da política em São Luís – MA – Antonio Carlos Lima Gomes

07 - Simbologia da representação política feminina: lugar de mulher é na política – Vanderson Gois

08 – “A mamata vai acabar”: uma análise antropológica para a ascenção, ilusão e desespero da classe média brasileira - Lucas Eduardo da Silva Melo e Rebeka Pereira

09h00 GT 08 – Etnografia nas margens e nas periferias: conflitos, resistências e conhecimentos dos povos e comunidades tradicionais frente a grandes empreendimentos Simpósio Temático
Local: LOCAL: Miniauditório – Prédio de História UEMA (Rua da Estrela 329)

GT 08 – Etnografia nas margens e nas periferias: conflitos, resistências e conhecimentos dos povos e comunidades tradicionais frente a grandes empreendimentos

Madian de Jesus Frazão Pereira (UFMA) e Julio Itzayán Anaya López (UFMA)

LOCAL: Miniauditório – Prédio de História UEMA (Rua da Estrela 329)

Sessão 1 (13/06 – 09h-12h)

01 – Gestão de resíduos, economia solidária e participação comunitária: a "revolução" na Comunidade Chico Mendes, em Florianópolis /SC – Adriana Eidt

02 - Resiliência e práticas cotidianas dos moradores do Bairro de Pedrinhas-São Luís, MA – Heloana Karla de Amorim Reinaldo

03 - Construindo o PGTA Potiguara na aldeia Jacaré De São domingos: Cosmovisões, usos e práticas territoriais indígenas frente às usinas sucroalcooleiras locais e ao intervencionismo estatal – Humberto Bismark Silva Dantas

04 - Narrativas de violência e ações de resistência: os problemas enfrentados por uma comunidade de pescadores no Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses – Lícia Cristina Viana Silva Santos

05 – Reflexões de uma experiência: a produção de um cadastro ambiental no Quilombo Lagoas – Lourdes Vitória Barbosa de Melo

06 – As cercas que nem sempre são simbólicas: a luta pelo reconhecimento a identidade étnica em Patos do Ituqui- Santarém – Luciana Railza Cunha Alves

07 - Projetos de Desenvolvimento e Conflitos Socioambientais: análise estratégias discursivas de responsabilidade social empresarial em situações de deslocamento compulsório de famílias para instalação de projetos de desenvolvimento – Paula Marize Nogueira Pereira.

08 - Desconstruindo desde as margens: reflexões sobre desenvolvimento e cidadania desde Cajueiro e Bacabeira, Maranhão - Julio Itzayán Anaya López e Andréa Cristina Pereira Serrão

09h00 GT 11 - Etnografia das práticas culturais, ações políticas e modos de resistência Simpósio Temático
Local: Local: Sala do Mestrado 01 – Prédio de História UEMA (Rua da Estrela, 329)

GT 11 - Etnografia das práticas culturais, ações políticas e modos de resistência

Ana Claudia Cruz (UFF) e Greilson José de Lima (UEMA)

Local: Sala do Mestrado 01 – Prédio de História UEMA (Rua da Estrela, 329)

Sessão I – (13/06 - 09h – 12h)

1- Teatro do Oprimido como prática de resistência: a atuação do “Coletivo Rouxinol de Teatro do Oprimido” no movimento “Ocupa IFPB Cabedelo” - Anna Beatriz Ramos Dias

2- Artivismo como modo de resistência e de arte contra o Estado: uma reflexão através do conceito de anti-estrutura de experiências etnográficas em coletivos libertários e anarquistas na cidade de Fortaleza-CE - Bartira Dias de Albuquerque (UFC)

3- Intervalo no teatro e Iurupari: Performance, teatro e política em Santarém (Pará) e Guarulhos (São Paulo) - Jéssica de Miranda Matos (UFOPA)

4- Quando a luta e resistência viram arte: uma análise antropológica do espetáculo sobre o Piquiá de Baixo, no município de Açailândia, Maranhão - Mateus da Silva Sousa(UFMA)

5-“Aqui tem rap não tem treta, batalha da bandeira” territorialização, sociabilidade e resistência do grupo de hip-hop “batalha da bandeira” em Macapá (AP) - Edimilson Vilhena dos Santos e Clara Thayse de Oliveira Cosme (UNIFAP)

6- “Rapensando”: círculos de cultura para pensar a vida social brasileira - Maria Fernanda Souza Gonzaga (UEMA)

7- Enquadramento de uma cultura sinuosa: um movimento paradoxal da política entre capoeiristas de Teresina-PI - Celso de Brito (UFPI)

8- Práticas juvenis e enfrentamento ao genocídio do homem negro em São Félix, BA - Gimerson Roque Prado Oliveira (UFBA)

13h30 Mesa redonda: Práticas de Estado Mesa-redonda
Local: Auditório

Mesa-redonda "Práticas de Estado" - com Marcos Otavio Bezerra (UFF), Ciméa Bevilaqua (UFPR), Letícia Cesarino (UFSC) e João Lagüens (UFRJ). Coordenação de Igor Grill (UFMA)

15h30 Mesa-redonda: Insurgências Mesa-redonda
Local: Auditório

Mesa-redonda "Insurgências" - com Jorge Luiz Mattar Villela (UFSCar), Suzane Alencar (UFG), Thaís Mantovanelli (UFSCar) e Marcela Coelho (UnB). Coordenação de Karina Biondi (UEMA)

18h00 Mesa-redonda: Resistências Mesa-redonda
Local: Auditório

Mesa-redonda "Resistências" - com Carlos Filadelfo de Aquino (UFPI), Dibe Ayoub (UFRJ), André Dumans Guedes (UFF) e Ana Claudia Cruz (UFF). Coordenação de Martina Ahlert (UFMA)

09h00 GT 03 - Experimentos de insurgência: (cosmo)políticas e processos de autonomia na América Latina e na África Simpósio Temático
Local: Laboratório KIDS – Casarão TECH (Rua da Estrela 386)

GT 03 - Experimentos de insurgência: (cosmo)políticas e processos de autonomia na América Latina e na África

Luiza Dias Flores (UFG) e Natalia Velloso (PPGAS/UFRJ)

Laboratório KIDS – Casarão TECH (Rua da Estrela 386)

Sessão II (14/06 – 9:00 às 12:00)

01 - Estado de guerra: transformações climáticas na Terra Indígena Araribóia e os efeitos nos seres da natureza segundo os Tenetehara/Guajajara. - Ana Caroline Amorim Oliveira

02 - Pensando com as florestas: uma exposição de algumas questões do xamanismo à luz das palavras do xamã Davi Kopenawa - Pedro Paulo Valerio Vaz

03 - Reminiscências de uma etnografia engajada: a insurgência dos jovens Guarani e Kaiowá no Mato Grosso do Sul - Felipe Mattos Johnson

04 - “Agora temos território para construir o nosso bem viver”: ritual Krenyê - Maranhão - Rosimeire de Jesus Diniz Santos

05 - Outros mundos possíveis: experiências organizativas de povos tradicionais no Maranhão contemporâneo - Igor Thiago Silva de Sousa

06 - Encantaria e outras territorialidades: no território quilombola Santa Rosa dos Pretos - Jefferson Yuri da Silva Lima

09h00 GT 04. Redes criminais, periferias e cotidiano: dinâmicas de atuação do crime organizado e resistências culturais juvenis no norte e nordeste do Brasil Simpósio Temático
Local: LOCAL: Sala do mestrado II (Prédio de História da UEMA – Rua da Estrela 329)

GT 04. Redes criminais, periferias e cotidiano: dinâmicas de atuação do crime organizado e resistências culturais juvenis no norte e nordeste do Brasil

Geovani Jacó de Freitas (PPGS/UECE), Clodomir Cordeiro de Matos Júnior (PPGS/UFMA) e Ricardo Moura Braga Cavalcante (COVIO/UECE)

Debatedor: Ítalo Barbosa Lima Siqueira (LEV/UFC)

LOCAL: Sala do mestrado II (Prédio de História da UEMA – Rua da Estrela 329)

Sessão II (14/06 – 09h – 12h)

01 - A resistência entre conflitos: estratégias de ações de um coletivo de juventude da periferia em meio à disputas territoriais – Lucas Isaías Barbosa Vieira

02 - Religião e Criminalidade: A Igreja como espaço de sociabilidade de jovens do tráfico - Janaina Correia Lucas e Weverson Bezerra Silva

03 - A juventude e suas formas de resistência no Bairro da Terra Firme na cidade de Belém – PA – Stephany Samantha Nascimento da Silva

04 – Ma - nguiá: estratégias e táticas de pesquisa - Mario Luis Moreira Silva

05 - “Na brecha dos podres poderes”: notas sobre política e guerra na periferia de Fortaleza – Ceará – Igor Moreira de Sousa Pinto

06 - Etnicidade Cigana no contexto urbano: a criminalização e produção de fronteiras étnicas em Coelho Neto – MA – Arthur Flavio Silva Pinto

07 - Pedrinhas dá fofoca: a transposição social e subjetiva de um espaço através da experiência de mulheres que buscam relacionamentos afetivos na Penitenciária de Pedrinhas – Ciro Leonardo Campos Pinheiro

08 - Práticas de Controle e Mobilidades: um estudo etnográfico sobre a atuação das facções nas periferias de Fortaleza – CE - João Pedro de Santiago Neto e Clodomir Cordeiro de Matos Júnior

09h00 GT05. Antropologia, imagem e política Simpósio Temático
Local: Local: Auditório – Casarão TECH (Rua da Estrela, 386)

GT05. Antropologia, imagem e política

Ramusyo Brasil (UFMA/IFMA) e Adson Carvalho (UFMA)

Local: Auditório – Casarão TECH (Rua da Estrela, 386)

Sessão II (14/06 – 09h12h)

01 - Ação e transmissão de mensagens através de uma comunicação sem leis: etnografia da comunicação através dos muros em João Pessoa – Nayane David Pereira Vieira

02 - Youtubers indígenas e a “indigienização” – Marcos Antônio Marques Lima

03 - É proibido filmar/ fotografar sem autorização: o uso e o desuso da imagem pelos Povos de Matriz Africana em São Luís-MA - Gerson Carlos Pereira Lindoso; Luciana Railza Cunha Alves e Christiane de Fátima Silva Mota

04 - Imagens religiosas e demandas secularizantes: a iconografia das manifestações no espaço público brasileiro – Evandro Bonfim

05 – Um olhar sobre o mau olhado: perspectivas das mídias sociais a respeito dessa crença popular – Lucas Emanoel Raposo Alves

06 - “Compartilhareis as fakes e as fakes me elegerão”: Uma análise de fakes news e memes pró-Bolsonaro em redes sociais de católicos carismáticos – Emanuel Freitas da Silva

07 - Memória e acervo: um estudo etnográfico das memórias locais do Mercado Público do Município de Rio Tinto na Praça Augusto Rodrigues da Silva – João Vítor Velame

08 – Relações Políticas em espaços virtuais: as campanhas de 2018 para o cargo de Governador do estado do Mato Grosso do Sul – Filipe Wisley de Matos Rosa

09 – Para imaginar existências em fotografias e gestos – Jane Maciel

09h00 GT 06. Práticas de poder do Estado em suas múltiplas possibilidades Simpósio Temático
Local: LOCAL: Sala do NeÁfrica (Prédio de História da UEMA – Rua da Estrela 329)

GT 06. Práticas de poder do Estado em suas múltiplas possibilidades

Isandra Maria Falcão Canjão (CEUMA) e Rodrigo Theophilo Folhes (UFMA)

LOCAL: Sala do NeÁfrica (Prédio de História da UEMA – Rua da Estrela 329)

Sessão II (14/06 – 09h-12h)

01 - Analise da atuação do Estado como agente social segregador a partir da realidade empírica do Jardim Tropical, São José de Ribamar – MA. Cássia Lisboa de Oliveira

02 - Análise dos impactos da administração patrimonialista na efetivação do princípio da continuidade do serviço público na Secretaria Municipal de Saúde - Beatriz Carolina Silva Leão

03 - Atos de Estado e articulação do agronegócio: o caso da Suzano e a resistência na estrada do arroz - Rodrigo Martins Azevedo e Bruna Raíssa Cruz Caldas

04 - PROJETO MUDANDO O FOCO: Um estudo sobre as atuações do Coletivo Motim em bairros periféricos de Fortaleza – CE – Flávia Karinne Morais Almeida

05 - A Sucuri traiçoeira: povos indígenas e conflitos territoriais na era da hiperfinanceirização no Brasil

06 – As custas judiciais são caras: realidade brasileira – Maria José Carvalho de Sousa Milhomem

07 - Os Conselhos Comunitários pela Paz como zona de intersecção entre Segurança Pública e Direitos Humanos - Rodrigo Almeida

09h00 GT 07. Antropologia da política e crítica pós-colonial Simpósio Temático
Local: Local: Sala de aula 06 (Prédio de História da UEMA – Rua da Estrela, 329)

GT 07. Antropologia da política e crítica pós-colonial

Letícia Cesarino (UFSC) e Marivânia Furtado (UEMA)

Local: Sala de aula 06 (Prédio de História da UEMA – Rua da Estrela, 329)

Sessão única (14/06 – 09h – 12h)

01 - Neopopulismo e mídias digitais: sobre as contradições da identidade subalterna na era neoliberal – Letícia Maria C. da N. Cesarino

02 - Fazeres e tecnologias estatais: quando o serviço encontra a usuária – Maynara de Oliveira Silva Costa

03 - Indígenas do Maranhão e o Ensino Superior: por uma abordagem decolonial – Cássia Ferreira de Oliveira

04 - “Mediadores orgânicos” e a luta pelo reconhecimento territorial quilombola no Maranhão: por uma abordagem etnográfica “nos interstícios” – Marivania Leonor Souza Furtado e Sérgio César Corrêa Soares Muniz

05 - Identidade em política e noções de pertencimento: uma perspectiva antropológica decolonial – Laís Cabral Neckel

06 - Das andanças dos movimentos quilombolas no Maranhão: por uma etnografia nos interstícios – Regiane de Araújo Silva

07 - “Não vá foder com minha população”: etnografando a inserção social de pessoas travestis e transexuais participantes do programa transcidadania jp – Geissy F. Oliveira Reis

08 - A luta por um reconhecimento da diversidade étnico – racial na escola baseado em uma pedagogia decolonial – Angélica Maria Vieira Cruz

09h00 GT 08 – Etnografia nas margens e nas periferias: conflitos, resistências e conhecimentos dos povos e comunidades tradicionais frente a grandes empreendimentos Simpósio Temático
Local: LOCAL: Miniauditório – Prédio de História UEMA

GT 08 – Etnografia nas margens e nas periferias: conflitos, resistências e conhecimentos dos povos e comunidades tradicionais frente a grandes empreendimentos

Madian de Jesus Frazão Pereira (UFMA) e Julio Itzayán Anaya López (UFMA)

LOCAL: Miniauditório – Prédio de História UEMA

Sessão II (14/06 – 09h12h)

01 – Tensões sociais na região do “Corredor Carajás”: Canaã dos Carajás – Ana Beatriz Melo Gomes

02 - Entre o ferro e o asfalto. As tensões sociais ocasionadas por distintos projetos de infraestrutura: O "Corredor Carajás" e a Br 135 – Célia Brenda Lima Fernandes

03 – Racismo, territórios e desenvolvimento: territórios quilombolas em meio ao processo de duplicação da rodovia/Br135 no município de Itapecuru-Mirim/MA (Joércio Pires da Silva e Dayanne da Silva Santos

04 – Formação política e conflitos ambientais nos territórios do Corredor Carajás no Maranhão – Maria Ecy Lopes de Castro

05 – Pedagogia da resistência: a experiência do projeto de extensão “Programa Grande Carajás, Cidadania, Direitos Humanos e Educação Ambiental” São Luís – MA – Neuziane Sousa dos Santos

06 – A geografia da resistência no quadro da produção perversa da Vale e do Estado – Regia Cristina Alves dos Santos

07 – O Corredor Carajás: Um caminho que leva a conflitos - Suélem Sousa dos Santos

09h00 GT - 11. Etnografia das práticas culturais, ações políticas e modos de resistência Simpósio Temático
Local: Local: Sala do Mestrado 01 – Prédio de História UEMA – Rua da Estrela, 329

GT - 11. Etnografia das práticas culturais, ações políticas e modos de resistência

Ana Claudia Cruz (UFF) e Greilson José de Lima (UEMA)

Local: Sala do Mestrado 01 – Prédio de História UEMA – Rua da Estrela, 329

Sessão II – (14/06 - 09h – 12h)

1- Processos de resistências, territorialidades, territorialização e (re) territorialização em terras tradicionalmente ocupadas na baixada ocidental maranhense - Bruna Raissa Cruz Caldas e Rodrigo Martins Azevedo

2- Patrimônio Vivo: Narrativas de permanência no Centro Histórico de São Luís (Maranhão) - Nicole Pinheiro Bezerra (UFMA)

3- Festejando pelas ruas: visibilidade e mobilização no terecô de Codó - Conceição de Maria Lima (UFMA)

4- O que é o sentimento religioso que deve ser protegido? Até onde vai o proselitismo em detrimento do discurso de ódio - Kelda Sofia da Costa Santos Caires Rocha (UEMA)

5 - A construção das imagens e o modo de existência das coisas nas religiões afro-maranhenses - Greilson José de Lima (UEMA)

6 - Participação cidadã em tempos de crise: Análise antropológica sobre a atuação de ONGs na implementação da Profilaxia Pré-Exposição ao HIV (PrEP) em João Pessoa/PB - Wertton Luís de Pontes Matias e Mónica Lourdes Franch Goutiérrez (UFPB)

7- Título: Juventude, política e escola: A emergência de um grêmio estudantil no sertão do Piauí - Edmar dos Santos Mota (UNIVASF)

8- Uma política de aliança: a Casa 1 e suas práticas cotidianas - Jesser R. de Oliveira Ramos (USP)

9- A presença feminina no cangaço: Maria Bonita e sua subversão aos padrões de gênero da época na luta de um movimento de resistência no sertão nordestino - Roberta do Nascimento Mello e Nayane David Pereira Vieira (UFPB)

Local

Prédio de História da Universidade Estadual do Maranhão - 65010-440, Rua da Estrela, n°329 , Centro, São Luís, Maranhão,

Apoio

Organizador

Laboratório de Estudos em Antropologia Política

O Laboratório de Estudos em Antropologia Política é uma parceria entre a Universidade Federal do Maranhão e a Universidade Estadual do Maranhão. É composto por discentes e docentes interessados em estudos sobre agenciamentos prisionais, movimentos sociais, eleições e saberes minoritários.