I ENCONTRO NACIONAL DE LINGUÍSTICA APLICADA

I ENCONTRO NACIONAL DE LINGUÍSTICA APLICADA

Estudos Discursivos das Práticas de Linguagem

Faça sua inscrição
De 25 a 27 de setembro Todos os dias das 08h às 18h
Maceió, AL Universidade Federal de Alagoas

Sobre o Evento

É com grande alegria e satisfação que a Comissão Organizadora do I ENALA convida estudantes de graduação e de pós-graduação, professores e pesquisadores da área de Linguística para participarem do I ENCONTRO NACIONAL DE LINGUÍSTICA APLICADA, que será realizado nos dias 25, 26 e 27 de setembro de 2019, na Universidade Federal de Alagoas (UFAL), no Campus Maceió. Na edição deste ano, o evento, organizado pelo Grupo de Estudo Ensino e Aprendizagem de Línguas, diretório CNPQ, trará como eixo norteador o tema “Estudos Discursivos das Práticas de Linguagem”, com o intuito de proporcionar reflexões sobre os desafios que emergem das pesquisas em Linguística Aplicada na contemporaneidade, possibilitando, assim, encontros e diálogos que possam contribuir para a formação intelectual e humana de toda a comunidade nacional. A programação do I ENALA está estruturada a partir de palestras, mesas- redondas, minicursos, sessões de comunicação oral e apresentações culturais.

A proposta é promover debates sobre língua/linguagem em suas perspectivas discursivas, a partir da exposição de trabalhos de diversos campos teóricos e aplicados (análise discursiva da linguagem, análise crítica do discurso, linguística da enunciação, estudos sociolinguísticos, linguística de texto, estudos pragmáticos etc.), construindo espaços de interlocução necessários para a divulgação de um saber crítico e ético.

Palestrantes

  • Prof. Dr. Jose Carlos Paes de Almeida Filho
  • Profa. Dra. Branca Falabella Fabricio
  • Profa. Dra. Maria José Rodrigues Faria Coracini
  • Prof. Dr. Kanavillil Rajagopalan
  • Profa. Dra. Eulália Vera Lúcia Fraga Leurquin
  • Prof. Dra. Rita de Cássia Souto Maior
  • Prof. Dr. Rodrigo Borba
  • Profa. Dra. Maria Inez Matoso Silveira
  • Prof. Dr. Cristiano Lessa
  • Profa. Dra. Gisele Loures
  • Prof. Dr. Helson Sobrinho
  • Profa. Dra. Eliane Vitorino de Moura Oliveira
  • Profa. Dra. Nádia Mara da Silveira
  • Profa. Dra. Elyne Vitório
  • Profa. Dra. Karla Renata Mendes
  • Prof. Dr. Marcelo Marques
  • Prof. Dr. Antônio Lima
  • Profa. Esp. Denise Maria dos Santos Melo
  • Profa. Ma. Joseane dos Santos do Espirito Santo
  • Profa. Esp. Alessandra de Azevedo Costa Calixto

Programação

08h00 Credenciamento Credenciamento
Credenciamento
Local: Hall da FALE

Hall da Reitoria - UFAL

16h00 Café-Concerto - Camerata Jovem do IFAL Coffee break
Café-Concerto - Camerata Jovem do IFAL
Local: Hall da Faculdade de Letras

O Coffee Break do 1º dia será acompanhado pelo espetáculo musical da Camerata Jovem do Instituto Federal de Alagoas

16h00 Coffee Break Coffee break
Local: Hall da Faculdade de Letras - FALE
17h30 Performance Artística: REEXISTÊNCIA - Eliana Kefalás Apresentação Artística
Local: Auditório ESENFAR
19h30 Coquetel Coquetel
Local: Hall da ESENFAR
10h30 - Prof. Dr. Helson Sobrinho Análise do Discurso e o caráter material do sentido Minicurso
Local: BSA1 – Sala 03

Este minicurso propõe desenvolver uma reflexão a partir da perspectiva filosófica materialista sobre a obra de Michel Pêcheux, especialmente, sobre o livro “Semântica e Discurso”, particularmente sobre o que ele considera como o “Caráter material do sentido”. Assim, o curso contribuirá para enriquecer o debate sobre a Teoria materialista do discurso, pensando o gesto teórico e analítico na compreensão do funcionamento das materialidades discursivas e levará em consideração as contradições materiais e ideológicas da sociedade capitalista.

10h30 - Profa. Dra. Eulália Vera Lúcia Fraga Leurquin Base Nacional Comum Curricular: implementação e formação do professor de língua portuguesa Minicurso
Local: Letras/Libras – Sala 1
10h30 - Profa. Dra. Maria Inez Matoso Silveira Diferenças entre Tipos, Estratégias e Técnicas de Leitura Minicurso
Local: BSA1 – Sala 1
10h30 - Prof. Dr. Antônio Lima Letramento acadêmico: aspectos linguístico-discursivos na perspectiva dialógica Minicurso
Local: BSA1 – Sala 12
10h30 - Profa. Dra. Eliane Vitorino de Moura Oliveira Língua portuguesa para falantes de outras línguas: metodologia (s) de Ensino Minicurso
Local: BSA1 - Sala 04

A abordagem do texto literário em sala de aula é algo que vem inquietando profissionais de Letras ao longo do tempo. Perspectivas de inserção da literatura no Ensino Básico, seleção de autores, obras e metodologias de trabalho são alguns dos pontos fulcrais na tentativa de propiciar um contato prazeroso e profícuo entre leitor e texto. Diante dessas questões, o presente minicurso procura explorar perspectivas de trabalho com a literatura, como o aproveitamento de narrativas curtas em sala de aula, as conexões entre a literatura infantojuvenil e a oralidade e, sobretudo, a leitura de textos de autores africanos, em língua portuguesa, que se destinam a um público mais jovem. Nesse sentido, parte-se da Lei 10.639/03, que tornou obrigatório o ensino da História e Cultura Afro-Brasileiras e que, todavia, ainda carece de uma prática efetiva nas escolas. Entendendo que a literatura pode ser um caminho rico para tal aproximação, espera-se criar um espaço de trocas em que se encontrem a produção infantojuvenil de autores como Mia Couto, Ondajki e Peptela, dentre outros e outras, e a atuação do(a) professor(a) como mediador de textos literários no Ensino Básico. Os(as) ministrantes do presente minicurso são integrantes do Grupo de Pesquisa Descrição e Análise Linguística, Literatura e Texto (DALLT), sediado no curso de Letras da Universidade Federal de Alagoas, Campus Arapiraca.

10h30 - Profa. Dra. Karla Renata Mendes, Prof. Dr. Marcelo Marques Literatura infantojuvenil africana de língua portuguesa: propostas de leitura para o ensino Básico Minicurso
Local: BSA1 - Sala 11

A abordagem do texto literário em sala de aula é algo que vem inquietando profissionais de Letras ao longo do tempo. Perspectivas de inserção da literatura no Ensino Básico, seleção de autores, obras e metodologias de trabalho são alguns dos pontos fulcrais na tentativa de propiciar um contato prazeroso e profícuo entre leitor e texto. Diante dessas questões, o presente minicurso procura explorar perspectivas de trabalho com a literatura, como o aproveitamento de narrativas curtas em sala de aula, as conexões entre a literatura infantojuvenil e a oralidade e, sobretudo, a leitura de textos de autores africanos, em língua portuguesa, que se destinam a um público mais jovem. Nesse sentido, parte-se da Lei 10.639/03, que tornou obrigatório o ensino da História e Cultura Afro-Brasileiras e que, todavia, ainda carece de uma prática efetiva nas escolas. Entendendo que a literatura pode ser um caminho rico para tal aproximação, espera-se criar um espaço de trocas em que se encontrem a produção infantojuvenil de autores como Mia Couto, Ondajki e Peptela, dentre outros e outras, e a atuação do(a) professor(a) como mediador de textos literários no Ensino Básico. Os(as) ministrantes do presente minicurso são integrantes do Grupo de Pesquisa Descrição e Análise Linguística, Literatura e Texto (DALLT), sediado no curso de Letras da Universidade Federal de Alagoas, Campus Arapiraca.

10h30 - Profa. Dra. Nádia Mara da Silveira, Prof. Dr. Rodrigo Borba O uso de jogos na sala de aula para estimulação de inteligências: uma metodologia ativa de ensino Minicurso
Local: Auditório Heliônia Ceres

Este minicurso tem por objetivo apresentar alguns jogos e dinâmicas, desenvolvidos dentro da metodologia da pesquisa-ação (THIOLENT, 1988), para estimular, de acordo com Gardner (1995), as múltiplas inteligências das crianças de anos iniciais da escola pública, visando facilitar o ensino. Desse modo, faz-se necessário salientar a importância de realização de oficinas para professores e alunos - futuros professores - sobre essas metodologias ativas, orientando-os tanto quanto a aplicação desses jogos em sala de aula, quanto à construção dos mesmos, a fim de possibilitar, de forma prazerosa e lúdica, que conhecimentos sejam construídos no universo da criança (SILVEIRA, 2014). Portanto, considera-se que o uso de jogos e dinâmicas, em sala de aula, pode aumentar a rede de relações sociais e a zona de desenvolvimento proximal do aluno (VYGOTSKY, 1984), permitindo que a aquisição da leitura e produção textual, dentre outros conhecimentos, aconteçam. Além disso, através desse recurso, é possível amenizar as diferenças na sala de aula, pois os jogos consistem em um elemento lúdico e concreto (PIAGET, 1975).

10h30 - Profa. Dra. Gisele Loures Pedagogical rounds: vínculo e afeto(s) na aprendizagem de línguas Minicurso
Local: Letras/Libras - Sala 3
10h30 - Prof. Dr. Cristiano Lessa Reflexões teórico-metodológicas em análise da conversação Minicurso
Local: BSA1 - Sala 02
10h30 - Profa. Dra. Elyne Vitório Variação linguística, significados sociais e ensino de língua portuguesa Minicurso
Local: BSA1 - Sala 10

Ao mostrar que as variantes linguísticas possuem os mesmos significados referenciais, mas podem apresentar significados sociais diferentes, Labov (1972) reconhece que há julgamentos sociais conscientes e inconscientes sobre a língua e postula três categorias de significação social: estereótipos, marcadores e indicadores. Com intuito de enfocar o tratamento da variação linguística no ensino de Língua Portuguesa, discutiremos a relação entre variação, significados sociais e ensino. Nosso ponto de partida é que a maneira como as variantes linguísticas são percebidas pelos falantes pode acelerar ou barrar uma mudança na língua, fazendo com que uma variante seja mais ou menos saliente no ambiente escolar.

10h30 - Prof. Dr. Rodrigo Borba Paisagens linguísticas: investigando as interações entre linguagem, espaço e identidades Minicurso
Local: Local: Letras/Libras - Sala 2
10h30 - Prof. Dr. Helson Sobrinho Análise do Discurso e o caráter material do sentido Minicurso
Local: BSA1 – Sala 03

Este minicurso propõe desenvolver uma reflexão a partir da perspectiva filosófica materialista sobre a obra de Michel Pêcheux, especialmente, sobre o livro “Semântica e Discurso”, particularmente sobre o que ele considera como o “Caráter material do sentido”. Assim, o curso contribuirá para enriquecer o debate sobre a Teoria materialista do discurso, pensando o gesto teórico e analítico na compreensão do funcionamento das materialidades discursivas e levará em consideração as contradições materiais e ideológicas da sociedade capitalista.

10h30 - Profa. Dra. Eulália Vera Lúcia Fraga Leurquin Base Nacional Comum Curricular: implementação e formação do professor de língua portuguesa Minicurso
Local: Letras/Libras – Sala 1
10h30 - Profa. Dra. Maria Inez Matoso Silveira Diferenças entre Tipos, Estratégias e Técnicas de Leitura Minicurso
Local: BSA1 – Sala 1
10h30 - Prof. Dr. Antônio Lima Letramento acadêmico: aspectos linguístico-discursivos na perspectiva dialógica Minicurso
Local: BSA1 – Sala 12
10h30 - Profa. Dra. Eliane Vitorino de Moura Oliveira Língua portuguesa para falantes de outras línguas: metodologia (s) de Ensino Minicurso
Local: BSA1 - Sala 04

A abordagem do texto literário em sala de aula é algo que vem inquietando profissionais de Letras ao longo do tempo. Perspectivas de inserção da literatura no Ensino Básico, seleção de autores, obras e metodologias de trabalho são alguns dos pontos fulcrais na tentativa de propiciar um contato prazeroso e profícuo entre leitor e texto. Diante dessas questões, o presente minicurso procura explorar perspectivas de trabalho com a literatura, como o aproveitamento de narrativas curtas em sala de aula, as conexões entre a literatura infantojuvenil e a oralidade e, sobretudo, a leitura de textos de autores africanos, em língua portuguesa, que se destinam a um público mais jovem. Nesse sentido, parte-se da Lei 10.639/03, que tornou obrigatório o ensino da História e Cultura Afro-Brasileiras e que, todavia, ainda carece de uma prática efetiva nas escolas. Entendendo que a literatura pode ser um caminho rico para tal aproximação, espera-se criar um espaço de trocas em que se encontrem a produção infantojuvenil de autores como Mia Couto, Ondajki e Peptela, dentre outros e outras, e a atuação do(a) professor(a) como mediador de textos literários no Ensino Básico. Os(as) ministrantes do presente minicurso são integrantes do Grupo de Pesquisa Descrição e Análise Linguística, Literatura e Texto (DALLT), sediado no curso de Letras da Universidade Federal de Alagoas, Campus Arapiraca.

10h30 - Profa. Dra. Karla Renata Mendes, Prof. Dr. Marcelo Marques Literatura infantojuvenil africana de língua portuguesa: propostas de leitura para o ensino Básico Minicurso
Local: BSA1 - Sala 11

A abordagem do texto literário em sala de aula é algo que vem inquietando profissionais de Letras ao longo do tempo. Perspectivas de inserção da literatura no Ensino Básico, seleção de autores, obras e metodologias de trabalho são alguns dos pontos fulcrais na tentativa de propiciar um contato prazeroso e profícuo entre leitor e texto. Diante dessas questões, o presente minicurso procura explorar perspectivas de trabalho com a literatura, como o aproveitamento de narrativas curtas em sala de aula, as conexões entre a literatura infantojuvenil e a oralidade e, sobretudo, a leitura de textos de autores africanos, em língua portuguesa, que se destinam a um público mais jovem. Nesse sentido, parte-se da Lei 10.639/03, que tornou obrigatório o ensino da História e Cultura Afro-Brasileiras e que, todavia, ainda carece de uma prática efetiva nas escolas. Entendendo que a literatura pode ser um caminho rico para tal aproximação, espera-se criar um espaço de trocas em que se encontrem a produção infantojuvenil de autores como Mia Couto, Ondajki e Peptela, dentre outros e outras, e a atuação do(a) professor(a) como mediador de textos literários no Ensino Básico. Os(as) ministrantes do presente minicurso são integrantes do Grupo de Pesquisa Descrição e Análise Linguística, Literatura e Texto (DALLT), sediado no curso de Letras da Universidade Federal de Alagoas, Campus Arapiraca.

10h30 - Profa. Dra. Nádia Mara da Silveira, Prof. Dr. Rodrigo Borba O uso de jogos na sala de aula para estimulação de inteligências: uma metodologia ativa de ensino Minicurso
Local: Auditório Heliônia Ceres

Este minicurso tem por objetivo apresentar alguns jogos e dinâmicas, desenvolvidos dentro da metodologia da pesquisa-ação (THIOLENT, 1988), para estimular, de acordo com Gardner (1995), as múltiplas inteligências das crianças de anos iniciais da escola pública, visando facilitar o ensino. Desse modo, faz-se necessário salientar a importância de realização de oficinas para professores e alunos - futuros professores - sobre essas metodologias ativas, orientando-os tanto quanto a aplicação desses jogos em sala de aula, quanto à construção dos mesmos, a fim de possibilitar, de forma prazerosa e lúdica, que conhecimentos sejam construídos no universo da criança (SILVEIRA, 2014). Portanto, considera-se que o uso de jogos e dinâmicas, em sala de aula, pode aumentar a rede de relações sociais e a zona de desenvolvimento proximal do aluno (VYGOTSKY, 1984), permitindo que a aquisição da leitura e produção textual, dentre outros conhecimentos, aconteçam. Além disso, através desse recurso, é possível amenizar as diferenças na sala de aula, pois os jogos consistem em um elemento lúdico e concreto (PIAGET, 1975).

10h30 - Profa. Dra. Gisele Loures Pedagogical rounds: vínculo e afeto(s) na aprendizagem de línguas Minicurso
Local: Letras/Libras - Sala 3
10h30 - Prof. Dr. Cristiano Lessa Reflexões teórico-metodológicas em análise da conversação Minicurso
Local: BSA1 - Sala 02
10h30 - Profa. Dra. Elyne Vitório Variação linguística, significados sociais e ensino de língua portuguesa Minicurso
Local: BSA1 - Sala 10

Ao mostrar que as variantes linguísticas possuem os mesmos significados referenciais, mas podem apresentar significados sociais diferentes, Labov (1972) reconhece que há julgamentos sociais conscientes e inconscientes sobre a língua e postula três categorias de significação social: estereótipos, marcadores e indicadores. Com intuito de enfocar o tratamento da variação linguística no ensino de Língua Portuguesa, discutiremos a relação entre variação, significados sociais e ensino. Nosso ponto de partida é que a maneira como as variantes linguísticas são percebidas pelos falantes pode acelerar ou barrar uma mudança na língua, fazendo com que uma variante seja mais ou menos saliente no ambiente escolar.

10h30 - Prof. Dr. Rodrigo Borba Paisagens linguísticas: investigando as interações entre linguagem, espaço e identidades Minicurso
Local: Local: Letras/Libras - Sala 2
14h00 Comunicação Oral Apresentação Oral
Comunicação Oral
Local: Salas de Aula

Apresentação de Trabalhos

14h00 Comunicação Oral Apresentação Oral
Comunicação Oral
Local: Salas de Aula

Apresentação de Trabalhos

13h30 Comunicação Oral Apresentação Oral
Comunicação Oral
Local: Salas de Aula

Apresentação de Trabalhos

13h00 Sessão de Pôsteres Apresentação Pôster
Sessão de Pôsteres
Local: Hall da Reitoria

Apresentação de Pôsteres

Hall da Reitoria

13h00 Sessão de Pôsteres Apresentação Pôster
Sessão de Pôsteres
Local: Hall da Reitoria

Apresentação de Pôsteres

Hall da Reitoria

10h00 - Prof. Dr. Jose Carlos Paes de Almeida Filho Da epistemologia da área da Linguística Aplicada da linguagem e do ensino de línguas Palestra
Da epistemologia da área da Linguística Aplicada da linguagem e do ensino de línguas
Local: Auditório da Reitoria

Possui graduação com Bacharelado e Licenciatura em Letras pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1971), Mestrado em Educação em Lingua Estrangeira pela Universidade de Manchester (1976), Inglaterra, e Doutorado em Linguística pela Universidade de Georgetown (1983) em Washington, DC, Estados Unidos da América. Atualmente é professor de Línguística Aplicada da Universidade de Brasília atuando nos programas de graduação em Letras e no Programa de Pós-Graduação em Linguística Aplicada. Tem experiência na área de Aprendizagem e Ensino de Línguas, com ênfase nos processos de aquisição e ensino de línguas, abordagens de ensino de idiomas, história do ensino de línguas no Brasil, políticas de ensino de linguas, ética profissional no ensino de lingua estrangeira, epistemologia da linguistica aplicada, formação de professores de línguas e ensino de português a falantes de outras línguas e cultura brasileira.
 

17h30 - Profa. Dra. Branca Falabella Fabricio Circulação de discursos no espaço digital Palestra Sessão Nacional
Circulação de discursos no espaço digital
Local: Auditório da Reitoria

 

É bacharel em Letras Anglo-Germânicas pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1983), mestre em Lingüística pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1996) e doutora em Letras pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (2002). Atualmente é Professora Adjunta da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Tem experiência na área de Lingüística Aplicada, com ênfase em implemetação de inovações no contexto educacional, atuando principalmente nas seguintes áreas: aspectos socioculturais da educação lingüística; interação e processos de construção de conhecimento; discursos midiáticos e processos de construção de conhecimento; processos de desestabilização identitária.

08h30 - Profa. Esp. Denise Maria dos Santos Melo, Profa. Ma. Joseane dos Santos do Espirito Santo, Profa. Esp. Alessandra de Azevedo Costa Calixto Bilinguismo para surdos: por uma agenda transdisciplinar, transcultural e transgressiva Mesa-redonda
Local: Auditório Vera Rocha - ESENFAR
17h30 - Profa. Dra. Maria José Rodrigues Faria Coracini Discursos de ódio na contemporaneidade: subjetividades em travessia - Profa. Dra. Maria José Rodrigues Faria Coracini (Unicamp) Palestra
Discursos de ódio na contemporaneidade: subjetividades em travessia - Profa. Dra. Maria José Rodrigues Faria Coracini (Unicamp)
Local: Auditório Vera Rocha - ESENFAR

Sou graduada em Letras: Francês-Português pela Universidade Presbiteriana Mackenzie (1972), mestre em Letras (Língua Francesa) pela Universidade de São Paulo (1981), doutora em Ciência: Lingüística Aplicada pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1988), Livre Docente (2000) e professora titular (2007) em Lingüística Aplicada na Área de Ensino/Aprendizagem de Língua Estrangeira pela Unicamp (2000). Tenho pós-doutorado junto ao Centre Inter-universitaire en Analyse du Discours et Sociocritique des Textes (Ciadest) e ao grupo de pesquisa Marges (Marginalisation et Marginalité dans les discours), em Montréal, Canadá (1992-3). Mais recentemente, fiz um estágio pós-doutoral junto à Université de Paris 3 (Sorbonne Nouvelle), Sylled (abril-junho 2006), e junto à Universidade de Lisboa (Faculdade de Ciências da Psicologia e Educação), também em 2006, por três meses. Atualmente, sou professor titular MS-6 na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Com experiência em Lingüística Aplicada, atuo principalmente, nos seguintes tópicos: ensino-aprendizagem (LM e LE), discurso de/sobre novas tecnologias,discurso de/sobre a pobreza, discurso científico, discurso pedagógico, tradução, identidade, leitura, escrita, subjetividade. Do ponto de vista teórico, trabalho no espaço movediço e escorregadio das fronteiras opacas e difusas entre discurso, psicanálise e desconstrução, na tentativa de compreender sempre mais as subjetividades em travessia: entre línguas-culturas, entre si e o outro - o outro de si.

08h30 - Prof. Dra. Rita de Cássia Souto Maior A ética discursiva em tempos sombrios: linguagem e sentidos Palestra
Local: Auditório Vera Rocha - ESENFAR

Professora de Graduação e Pós-graduação na Faculdade de Letras (Fale) da Universidade Federal de Alagoas (UFAL). Doutora e mestre em Linguística pelo Programa de Pós-Graduação em Letras e Linguística (PPGLL) da Ufal, foi licenciada em Letras/Português na mesma Universidade. Atualmente é diretora da Fale/Ufal, membro titular do Colegiado do PPGLL/Ufal, Coordenadora do GT Ensino e Aprendizagem na Perspectiva da Linguística Aplicada (EAPLA) da Associação Nacional de Pós-graduação em Letras e Linguística (ANPOLL) e secretária da Associação Brasileira de Linguística (ABRALIN). Está desenvolvendo pós-doutoramento (2019-2020) na UFC, com temática na Formação de Professores. Foi coordenadora do Programa Institucional de bolsa de Iniciação à docência em Letras/Português (PIBID/Letras/Português) de 2015 a 2018 e Coordenadora do Idioma Sem Fronteiras de Língua Portuguesa como Língua Estrangeira ou Adicional de 2016 a 2018. De 2016 a 2018, compôs e coordenou as atividades do Núcleo Docente Estruturante (NDE) da FALE dos cursos de Espanhol, Francês, Inglês e Português e compôs o NDE do curso Ead Espanhol da Faculdade de Letras/Ufal. Foi coordenadora de Graduação Presencial da Faculdade de Letras/UFAL de 2014 a 2018, vice-coordenadora de Extensão de 2009 a 2010 e coordenadora de Extensão da Faculdade de Letras de 2010 à 2014. Integra a Comissão Editorial das Revistas Leitura (PPGLL) e Saberes Docentes em Ação (SEMED/AL) e é membro do Conselho Editorial da Revista Práticas de Linguagem (UFJF). Participante e vice-líder do Grupo de Estudos Ensino e aprendizagem de línguas (CNPq- Capes), desenvolve pesquisas sob a perspectiva da Linguística Aplicada, articulando reflexões sobre a prática de sala de aula e os estudos discursivos, com os seguintes temas: Estudos Discursivos, Estudos de Identidade, Estudos argumentativos (argumentação e ethos), Produção Textual/discursiva em Língua Portuguesa e Formação de Professores.

18h00 - Prof. Dr. Kanavillil Rajagopalan Linguística Aplicada e seus desafios contemporâneos Palestra
Linguística Aplicada e seus desafios contemporâneos
Local: Auditório Vera Rocha - ESENFAR

Palestra

14h00 Simpósios Temáticos Simpósio Temático
Simpósios Temáticos
Local: Salas de aula

Os Simpósios Temáticos são espaços de exposição e diálogo de pesquisas concluídas ou em andamento. Cada participante terá 30 minutos para exposição de sua comunicação diante dos membros do Simpósio Temático.

14h00 Ensino de línguas adicionais: experiências e perspectivas Simpósio Temático
Local: LETRAS/LIBRAS: SALA 1

Coordenador: Profa. Dra. Eliane Barbosa da Silva

Eliane Barbosa da Silva (UFAL)  | Adriana Lisboa Tibana (UFAL)  |   Aline Vieira Bezerra Higino de Oliveira (UFAL)  |  Autor(a): Kristianny Brandão B. de Azambuja (UFAL)

14h00 Estudos Dialógicos e Linguística Aplicada Simpósio Temático
Local: Auditório Heliônia Ceres

Coordenador(a): Prof. Dra. Rita Maria Diniz Zozzoli (UFAL)

Comunicações:

1. TRANSDISCIPLINARIDADE E PLURIVOCALIDADE. Autor(a): Rita Maria Diniz Zozzoli (PPGLL/UFAL)
2. SUJEITO DIALÓGICO NO ENSINO DE LÍNGUA PORTUGUESA. Autor(a): Silvio Nunes da Silva Júnior (UNINASSAU/PPGLL-UFAL)
3. DIALOGISMO EM SALA DE AULA: o trabalho didático com o discurso alheio na sala de aula de língua inglesa da educação profissional. Autor(a): Andre Cordeiro dos Santos (IFAL-CPIR/PPGLL-UFAL/Capes)
4. DEBATES SOCIAIS: desenhando possibilidades para o ensino de língua portuguesa. Autor(a): Islane Rafaelle Rodrigues França (PPGLL/UFAL) 
5. PRÁTICAS DOCENTES NA SALA DE AULA DE LÍNGUA PORTUGUESA: uma articulação entre os gêneros/textos escolares e as atividades de letramento literário num trabalho colaborativo. Autor(a): Fransuelly Raimundo da Silva (PPGLL/UFAL)

 

14h00 Pesquisas em língua brasileira de sinais: compartilhando conhecimentos Simpósio Temático
Local: Letras/Libras: Sala 2

COORDENADOR(a): Profa. Dra. Edineide dos Santos Silva (UFAL)

Comunicações:

1. HOGWARTS: TEORIA E MUNDO REAL: Uma reflexão acerca da relação professor de Libras e o processo de ensino-aprendizagem Autor(a); SANTOS, Fábio Rodrigues dos (PPGLL/UFAL)
2. CONTRIBUIÇÕES DOS ESTUDOS LEXICOLÓGICOS:  uma proposta de glossário bilíngue de sinais-termo para o componente curricular de História.  Autor(a);  SILVA, Edineide (UFAL), ALMEIDA, Maria da Conceição Alves de (Letras-Libras/UFAL) 
3. SINAIS CARTOGRÁFICOS: estratégias de ensino/aprendizagem por meio de sequências didáticas a alunos surdos de turmas multisseriadas em Maceió – AL. Autor(a): SILVA, Edineide (UFAL), ARAÚJO, Líbia Julimar Monteiro de (SEDUC/AL)
 4. ENSINAR A LÍNGUA BRASILEIRA DE SINAIS COMO L2: produzindo o próprio material didático, relatos de experiências. Autor(a):  SANTOS JUNIOR, Mesaque C (ASAL), OLIVEIRA, Danielly Caldas de (IFAL)
5. PRECONCEITO SINALIZADO: as relações de sentidos produzidos pelos sinais de lésbica e hétero feminino em língua brasileira de sinais. Autor(a): OLIVEIRA, Carlos Alberto Matias (PPGLL/UFAL), STELLA, Paulo Rogério(UFAL)
 

14h00 Teoria e prática de ensino de língua portuguesa na educação básica: entre o currículo e as propostas didáticas Simpósio Temático
Local: Letras/Libras: Sala 3

COORDENADOR(a): Profa. Dra. Jane C. Beltramini Berto (UFRPE)

Comunicações:

1.O ESTILO VERBAL E A MANIFESTAÇÃO METAPOÉTICA NA CANÇÃO NÃO IDENTIFICADO, DE CAETANO VELOSO.  Autor(a);  BESERRA, Eduardo de Lima (UFRPE/UAST), SILVA, Rodrigo Selmo da (UFRPE/UAST) 
2. A PRODUÇÃO TEXTUAL ESCRITA ESCOLAR E OS PROCESSOS DE REVISÃO E REESCRITA: UM OLHAR PARA A ANÁLISE LINGUÍSTICA. Autor(a); SMITH, Adan  (UAST-UFRPE), BERTO, Jane Cristina Beltramini  (UFRPE/UAST) 
3. O ENSINO DA ORALIDADE POR MEIO DE MÚSICAS DE LUIZ GONZAGA. Autor(a); SILVA, Rodrigo Selmo da (UFRPE/UAST), BESERRA, Eduardo de Lima (UFRPE/UAST)
4. ESTUDO SOBRE OS ASPECTOS DO TEXTO ARGUMENTATIVO: UMA EXPERIÊNCIA COM O PIBID. Autor(a): SILVA, Luiz Carlos Gomes da  (UAST-UFRPE), BERTO, Jane Cristina Beltramini (UAST-UFRPE) 
5. ARGUMENTAÇÃO E EFEITO DE VERDADE EM TEXTOS PUBLICITÁRIOS. Autor(a): TERTO, Mirian de Melo da Silva  (UFRPE – UAST), SANTOS, Maria de Fátima Silva  (UFRPE – UAST)
6. LETRAMENTO LITERÁRIO ATRAVÉS DE PRÁTICAS DE LEITURA E PRODUÇÕES POPULARES NORDESTINA. Autor(a): FERRAZ, Lidianne (UFRPE - UAST),  SILVA, Marcos (UFRPE-UAST).
7. A Sequência Didática como ferramenta para o desenvolvimento da escrita no Ensino Médio. Autor(a): MEDEIROS, Luana Maria de (UAST/UFRPE) 
 

15h30 Simpósios Temáticos Simpósio Temático
Simpósios Temáticos
Local: Salas de aula

Os Simpósios Temáticos são espaços de exposição e diálogo de pesquisas concluídas ou em andamento. Cada participante terá 30 minutos para exposição de sua comunicação diante dos membros do Simpósio Temático.

15h30 Ensino-aprendizagem de línguas adicionais em uma perspectiva crítica, discursiva e transformadora Simpósio Temático
Local: Sala do Profletras

 COORDENADOR(a): Profa. Dra. Flávia Colen Meniconi (UFAL)

Comunicações

1. ENSINO-APRENDIZAGEM DE LÍNGUA ESPANHOLA EM UMA PERSPECTIVA DISCURSIVA: argumentação e letramento crítico. Autor(a):  MENICONI, Flávia Colen (FALE/UFAL)
 
2. DECOLONIALIDADE, ESTUDOS QUEER E ENSINO DE LÍNGUAS: Um aprendizado pelas diferenças. Autor(a): MOREIRA JÚNIOR, Rusanil dos Santos (UFAL) 
 
 3. DIÁLOGOS NA SALA DE AULA DE ESPANHOL: se hace caminho al andar. Autor(a): NEVES-MOURA, Jade (UFAL) 
 
  4. O USO DE CURTA-METRAGEM NO ENSINO DE LÍNGUA ESPANHOLA: uma análise da argumentação em produções escritas de alunos de língua espanhola do ensino médio. Autor(a): FEITOSA, Danillo da Silva (UFAL)
 
5. ENSINO-APRENDIZAGEM DA PRODUÇÃO ESCRITA DE E/LE NO PROJETO DE EXTENSÃO CASAS DE CULTURA NO CAMPUS -UFAL (LÍNGUA ESPANHOLA): propostas e encaminhamentos para a formação crítica. Autor(a): CORREIA, Gustavo (IFAL)
 
6. ESCRITA ARGUMENTATIVA COM TEMAS TRANSVERSAIS: PROPOSTAS DIDÁTICAS NAS AULAS DE ESPANHOL COMO LÍNGUA ESTRANGEIRA. Autor(a): Brandão, Bruna Lays Alencar (UFAL)
 
7. O ENSINO DA PRODUÇÃO ESCRITA EM LÍNGUA ESPANHOLA NO PROJETO CASAS DE CULTURA NO CAMPUS: argumentação, retórica e criticidade. Autor(a): SILVA, Andrey  Ronald Monteiro (UFAL)

15h30 Leitura e produção textual no ensino básico: diferentes linguagens em pesquisas do Profletras Simpósio Temático
Local: Letras/Libras: Sala 2

COORDENADOR(a): Profa. Dra. Adna de Almeida Lopes (UFAL)

Comunicações:

1. LETRAMENTO LITERÁRIO: A FORMAÇÃO DE ALUNOS DA EJA COMO MEDIADORES DE LEITURA. Autor(a): Jeane Cristina Rodrigues do Nascimento e Adna de Almeida Lopes (Fale/Ufal)
2. DIÁRIO DE LEITURAS: REFLEXÃO E CRITICIDADE POR ALUNOS DO 6º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL II. Autor(a): Polyanna Paz de Medeiros Costa e Adna de Almeida Lopes (Fale/Ufal)
3. A INTERTEXTUALIDADE COMO ESTRATÉGIA ARGUMENTATIVA NOS GÊNEROS OPINATIVOS. Autor(a): Luiz Gustavo da Silva e Fabiana Pincho de Oliveira (Fale/Ufal)
4. DESCRIÇÃO E ANÁLISE DA ARGUMENTAÇÃO NO TEXTO ORAL DE ALUNOS DO ENSINO FUNDAMENTAL. Autor(a): Gercimara do Nascimento Santos e Fabiana Pincho de Oliveira (Fale/Ufal)
5. AQUALTUNE E AS HISTÓRIAS DA ÁFRICA: UMA PROPOSTA DE LETRAMENTO LITERÁRIO ATRAVESSADA PELA LEITURA DE CONTOS. Autor(a): Mércia Monteiro Marinho e Fabiana Pincho de Oliveira (Fale/Ufal)
6. O PROCESSO DE CONSTRUÇÃO DE SENTIDOS EM TEXTOS MULTIMODAIS: UM ESTUDO DA COESÃO E DA COERÊNCIA NAS NARRATIVAS DIGITAIS. Autor(a): Mitia Risi dos Santos Costa e Fabiana Pincho de Oliveira (Fale/Ufal)
7. ENSINO DE ESCRITA: ASPECTOS DA MULTIMODALIDADE E DA DIVERSIDADE DE GÊNEROS NA PRODUÇÃO DE TEXTOS. Autor(a): Karine de Oliveira Cândido e Adna de Almeida Lopes (Fale/Ufal)
 

15h30 Ensino de línguas em contextos bilíngues: práticas de linguagem Simpósio Temático
Local: Letras/Libras: Sala 1

COORDENADOR(a): Prof. Dr. Jair Barbosa da Silva (UFAL)

Comunicações:

1. ENSINO DE PORTUGUÊS COMO L2 NO ENSINO SUPERIOR A PESSOAS SURDAS: em busca de alternativas e metodologias. Autor(a):  SILVA, Jair Barbosa da (UFAL), TEIXEIRA, Radjalma da Silva (UFAL) 
2. A OFERTA DE LÍNGUAS ESTRANGEIRAS NOS CAMPI FORA DE SEDE DA UFAL: concepções político-pedagógicas e permanência. Autor(a): SANTOS,  Cezar Alexandre Neri (UFAL-Campus do Sertão)
3. ENSINO DE LIBRAS COMO SEGUNDA LÍNGUA: Uma análise do processo de ensino/aprendizagem dos estudantes do Projeto ASAS. Autor(a): SANSÃO, Welbert Vinícius de Souza (UFRB) 
  4. A CONSTITUIÇÃO DO ETHOS DOS ESTUDANTES DE PSICOLOGIA: um olhar sobre o processo de ensino/aprendizagem da Libras como L2. Autor(a): MELO, Denise Maria dos Santos (UFAL) 
5. PRÁTICAS DE ENSINO DE LÍNGUA PORTUGUESA COMO SEGUNDA LÍNGUA PARA SURDOS: a experiência do Instituto Federal da Bahia, campus Salvador. Autor(a): CALIXTO, Alessandra de Azevedo Costa (IFBA) 
 6. O ENSINO DE LÍNGUA PORTUGUESA PARA SURDOS NA ESCOLA COMUM: uma reflexão sobre as práticas de ensino . Autor(a): ESPÍRITO SANTO, Joseane dos Santos do  (UFAL) 
7. A PRODUÇÃO ESCRITA DO ESTUDANTE SURDO: uma análise dos estágios de interlíngua. Autor(a): ESPÍRITO SANTO, Joseane dos Santos do  (UFAL), ALVARENGA, Roseane Bezerra (UFAL)
 

15h30 Reflexões sobre ensino e aprendizagem de línguas adicionais: perspectivas decoloniais e autoetnográficas Simpósio Temático
Local: Letras/Libras: Sala 3

COORDENADOR(a): Profa. Dra. Selma Silva Bezerra (UFAL)

Comunicações:

1. REFLEXÕES SOBRE COLONIALIDADE DO SABER E LIVRO DIDÁTICO DE LÍNGUA INGLESA COMO LÍNGUA ADICIONAL:interpretando experiências. Autor(a): BEZERRA, Selma Silva (IFAL) 
2. RETRATOS DE SALAS DE AULA DE ESPANHOL: um olhar autoetnográfico. Autor(a): NEVES-MOURA, Jade (UFAL)
3. AUTOETNOGRAFIA COMO ALTERNATIVA METODOLÓGICA PARA FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES DE LÍNGUAS. Autor(a): FADINI, Karina (IFES/UFES) 
4. A EXPERIÊNCIA GAMIFICADA NA SALA DE AULA DE INGLÊS: narrativas e reflexões. Autor(a): TAVARES, Lianna (IFAL/UFAL) 
 5. É POSSÍVEL PENSAR A EDUCAÇÃO PARA ALÉM DO NEOLIBERALISMO? reflexões sobre o ensino de língua inglesa na escola pública. Autor(a): SANTOS, Alex (IFBAIANO/UFAL)
 

15h30 A formação de professor para o ensino de línguas Simpósio Temático
Local: Auditório Heliônia Ceres

COORDENADOR(a): Prof. Dra. Larissa Maria Ferreira da Silva Rodrigues (UFPI)
 

Comunicações:

1. A GRAMÁTICA COMO OBJETO DE FORMAÇÃO EM SITUAÇÃO DE ESTÁGIO DE FRANCÊS LÍNGUA ESTRANGEIRA. Autor(a): RODRIGUES, Larissa Maria Ferreira da Silva (UFPI)
2. A COMPETÊNCIA CONSTRUTIVA DO PROFESSOR E O ENSINO DE PORTUGUÊS LÍNGUA MATERNA. Autor(a): GONDIM, Angélica (UEPI)
3. FORMAÇÃO INICIAL DO PROFESSOR DE LÍNGUA PORTUGUESA: da idealização à concretização. Autor(a): SILVA SOARES Elinaldo (IEMA) 
4. REPRESENTAÇÕES E CONFLITOS DO AGIR PROFESSORAL NA SITUAÇÃO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO: e agora, ser ou não ser professor? Autor(a): OLIVEIRA, Carlos Héric Silva (UNILAB/Malês-BA)


 

15h30 Dialogismo e diversão no ensino de literatura: experiências docentes na educação básica e superior em Alagoas Simpósio Temático
Local: BSA1 - Sala 2

COORDENADOR(a): Profa. Dra. Ana Clara Medeiros (UFAL/FALE)

Comunicações:

1. TEORIA DA LITERATURA NA UNIVERSIDADE BRASILEIRA DO SÉCULO XXI: notas sobre carnavalização e inacabamento . Autor(a): MEDEIROS, Ana Clara (FALE/UFAL) 
2. REDES DE DIÁLOGOS ENTRE POEMAS E ARTES NA POESIA CONTEMPORÂNEA BRASILEIRA. Autor(a): SOUTO, Susana (FALE/UFAL) 
3. VOCALIDADES E POESIA: relato de experiência em oficinas no Ensino Básico. Autor(a): MARQUES, Marcelo (UFAL/Campus Arapiraca) 
4. O POEMA EM JOGO: laboratório de escrita criativa como estratégia de formação do leitor. Autor(a):  ZAMBI, Tazio (IFAL/Campus Marechal Deodoro) 
5. O CORPO COMO EXPERIÊNCIA NO ENSINO DE LITERATURA. Autor(a): CALISTO, Lys (PPGLL/UFAL) 
6. A LEITURA DE POESIA NA SALA DE AULA: a empatia por meio dos versos. Autor(a): ALMEIDA, Magno (PPGLL/UFAL)

15h30 Formação docente e ensino: saberes e práticas da Educação Básica ao Ensino Superior Simpósio Temático
Local: BSA1 - Sala 1

COORDENADOR(a): Prof. Dr. Ricardo Jorge de Sousa Cavalcanti (ProfEPT/IFAL)
 

Comunicações:

1. TECNOLOGIAS DIGITAIS E MULTILETRAMENTOS: percepções de professores de formação inicial no processo de ensino-aprendizagem de Língua Portuguesa. Autor(a):  LIMA-DUARTE, Flávia Karolina (IFAL) 
2. O PAPEL DA ORALIDADE NO CONTEXTO DE SALA DE AULA DE LÍNGUA MATERNA. Autor(a): OLIVEIRA, Cristiano Lessa de (IFAL) 
3. O PROFESSOR DE LÍNGUA PORTUGUESA E SUA RELAÇÃO COM O SABER NO LOCAL DE TRABAHO: (re)pensando a forma(ação) inicial em vista do letramento do professor. Autor(a):  SANTOS, Manuel Álvaro (FAFICA/CSC)
4. FORMAÇÃO DOCENTE E ENSINO: As contribuições do PIBID ao Processo de Formação Inicial de professores de língua materna. Autor(a): SANTOS, Quitéria Alves dos (PIBID/IFAL)
5. UNIVERSIDADE E EDUCAÇÃO BÁSICA: formação de professores e contribuições das experiências no PIBID. Autor(a):  OLIVEIRA, Martha Maria Leite de (PIBID-IFAL) LEMOS, Lucimairy Silva (PIBID/IFAL)
6. O PERCURSO AUTOBIOGRÁFICO DO PROFESSOR NA EBTT: reflexões sobre práticas pedagógicas. Autor(a): GAIA, Rossana Viana (ProfEPT/IFAL)
7. FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES: mediação pedagógica - a dimensão do ensino e os descritores de língua portuguesa. Autor(a):  BISPO, Rosiene Omena. (SMED – São José da Laje, AL), CAVALCANTI, Ricardo Jorge de Sousa (ProfEPT/IFAL
8. A ARGUMENTAÇÃO NO PROCESSO DE FORMAÇÃO DOCENTE: reflexões dos egressos do Pibid subprojeto letras/português da Universidade Federal de Alagoas – UFAL. Autor(a) CAVALCANTI, Ricardo Jorge de Sousa (ProfEPT/IFAL


 

Local

Universidade Federal de Alagoas - 57072-970, FALE - Faculdade de Letras, Avenida Lourival Melo Mota, km 14, Cidade Universitária, Maceió, Alagoas,

Apoio

Organizador

Comissão Organizadora - ENALA 2019

Professores/as e estudantes de graduação e pós-graduação na área de Letras/Linguística (UFAL).