Águas amazônicas: conhecer para conservar

24 de setembro de 2019, 09h00 até 27 de setembro de 2019, 18h00
Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia - Manaus, AM

Informações

O Simpósio de Biologia Aquática e Pesca na Amazônia (SBAPA) possui periodicidade bianual e foi realizado anteriormente em 2015 e 2017. Tem como intuito divulgar as pesquisas realizadas pelo Programa de pós graduação Biologia de Água Doce e Pesca Interior (PPG BADPI) do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA), assim como promover maior intercâmbio de informações dentro da comunidade acadêmica. O evento está aberto a discentes de cursos em nível de graduação das universidades federais e estaduais (UFAM, UEA), particulares (Nilton Lins, Uninorte, Unip, Fucapi, entre outras) e de Programas de Pós-Graduação do INPA e de outras instituições da região Norte do país. A programação do III SBAPA está composta por palestras, mesas-redondas e minicursos com inscrições limitadas! Pela primeira vez serão aceitas submissões de resumos dos participantes (até dia 15 de setembro)!

O PPG BADPI foi criado em 1976 por meio de um convênio com a Universidade Federal do Amazonas. Foi um dos primeiros cursos incluídos na área de Ecologia e Meio Ambiente da CAPES, na região norte do país. Desde sua criação, o PPG BADPI tem um papel estratégico na formação de recursos humanos especializados, formando grande número de mestres e doutores que tiveram oportunidade de estudar ecossistemas aquáticos amazônicos, sua composição, estrutura e funcionamento. Para mais informações visitem nosso site:http://w2.portais.atrio.scire.net.br/inpa-badpi/index.php/pt/ e venham fazer parte desse excelente programa de pesquisa.

Os inscritos que participarão dos minicursos no dia 24 de setembro serão credenciados na frente do auditório da Biblioteca do INPA, onde cada um será direcionado por monitores para o local de realização do respectivo minicurso.

O Livro de Resumos do III SBAPA se encontra publicado como um suplemento ao volume 1 da TD (tropicaldiversity.org). O livro em vários formatos de arquivo está disponível para download no site da revista.

Informações sobre data de apresentação dos pôsteres em: https://www.doity.com.br/iiisbapa/blog/apresentacoes-de-posters

Informações sobre locais dos minicursos em: https://www.doity.com.br/iiisbapa/blog/locais-minicursos

Inscrições até 10 de setembro: 40,00 reais

Inscrições após 10 de setembro: 45,00 reais

Carregando área de inscrição

Submissão de Trabalhos

Clique no botão abaixo para acessar a área de submissão de trabalhos e enviar seus trabalhos

Área de submissão

Palestrantes

Saiba mais

Cristina Cox Fernandes

Saiba mais

Ronaldo Bastos Francini Filho

Saiba mais

Adalberto Luis Val

Saiba mais

Cristhiana Paula Ropke

Saiba mais

Maria Teresa Fernandez Piedade

Saiba mais

Jansen Alfredo Sampaio Zuanon

Saiba mais

Michel Fabiano Catarino

Saiba mais

Carlos Edwar de Carvalho Freitas

Saiba mais

Jorge Ivan Rebelo Porto

Saiba mais

Ricardo Koroiva

Saiba mais

Adolfo Jose da Mota

Saiba mais

José Antônio Alves Gomes

Saiba mais

William Ernest Magnusson

Saiba mais

Jochen Schöngart

Saiba mais

Pedro Caraballo

Saiba mais

Marcela dos Santos Magalhães

Saiba mais

Richard Carl Vogt

Saiba mais

Vera Maria Ferreira da Silva

Saiba mais

Danyhelton Douglas Farias Dantas

Saiba mais

Edinaldo Nelson dos Santos-Silva

Saiba mais

Sylvio Romério Briglia Ferreira

Programação:

Credenciamento minicursos (Pré-evento) Credenciamento

Princípios básicos de taxonomia de Serpentes, com ênfase para espécies aquáticas. O principal objetivo desse minicurso é conhecer os principais caracteres morfológicos utilizados nos estudos de taxonomia de serpentes. Minicurso

Técnicas de microscopia aplicada à biologia de água doce Minicurso · Lucas Castanhola Dias, Marcela dos Santos Magalhães, Maria Fabiele Silva Oliveira

Identificação de larvas de peixes amazônicos Minicurso · Eduardo dos Reis Paes

Qual o custo da sobrevivência? A difícil missão de um peixe em realocar energia para sobreviver no Antropoceno Minicurso · Camila Saraiva dos Anjos, Derek Felipe de Campos, Nagila Alexandre Zuchi, Thatyla Luana Beck Farago

Métodos para o estudo dos golfinho da Amazônia Minicurso · Daniela Magalhães Drummond de Mello, Sannie Muniz Brum

Do ovo a completa metamorfose: a vida dos girinos!! Minicurso · Franciele Cristina de Souza

Métodos de coleta e diversidade de peixes de igarapés de terra firme Minicurso · Camila Saraiva dos Anjos, Gabriel Costa Borba, Gabriel Gazzana Barros

Credenciamento em frente ao Auditório do Bosque da Ciência do INPA. O material será entregue aos participantes, juntamente com crachá de identificação que deverá ser obrigatoriamente usado ao longo de todo evento. Credenciamento

Cerimônia de abertura Abertura · Cristina Cox Fernandes, Paulo Maurício Graça

Coffee break Coffee break

Recife do Amazonas: extensão, biodiversidade e ameaças Palestra · Ronaldo Bastos Francini Filho

Almoço Almoço

Peixes da Amazônia e o navio de pesquisa Alpha Helix: até então e agora Palestra · Adalberto Luis Val

Mudanças climáticas - Mediador Mesa-redonda · Ronaldo Bastos Francini Filho

Mudanças climáticas - Palestra 1: "O papel da história de vida das espécies regulando a oscilação populacional de peixes na planície de inundação Amazônica" Mesa-redonda · Cristhiana Paula Ropke

Mudanças climáticas - Palestra 2: "A vegetação de áreas úmidas amazônicas frente a impactos antrópicos e de mudanças climáticas" Mesa-redonda · Maria Teresa Fernandez Piedade

Mudanças climáticas - Seção de perguntas Mesa-redonda

Coffee break Coffee break

Apresentação de paineis Apresentação Pôster

Padrões de diversidade de peixes na bacia Amazônica: testando o papel de fatores ecológicos e históricos Palestra · Jansen Alfredo Sampaio Zuanon

Papel da mulher na Ciência Palestra · Geraldo Mendes dos Santos

Coffee break Coffee break

Estado atual da exportação de peixes ornamentais do Amazonas: problemas e perspectivas Palestra · Michel Fabiano Catarino

Pesca na Amazônia: situação dos principais estoques e estratégias de manejo Palestra · Carlos Edwar de Carvalho Freitas

Almoço Almoço

Evolução e biologia molecular - Mediador Mesa-redonda · Jorge Ivan Rebelo Porto

Evolução e biologia molecular - Palestra 1: "DNA Barcoding: uma simples maneira para identificação de espécimes (e às vezes para descoberta de espécies)" Mesa-redonda · Ricardo Koroiva

Evolução e biologia molecular - Palestra 2: "DNA ambiental: nos limites da detecção!?" Mesa-redonda · Adolfo Jose da Mota

Evolução e biologia molecular - Palestra 3: “Biologia evolutiva da ordem Gymnotiformes” Mesa-redonda · José Antônio Alves Gomes

Evolução e biologia molecular - Seção de perguntas Mesa-redonda

Coffee break Coffee break

Apresentação de paineis Apresentação Pôster

Biodiversidade: o abismo entre o que nós sabemos e o que precisamos saber Palestra · William Ernest Magnusson

Mudanças de regimes hídrológicos na Amazônia Central e seus impactos em florestas alagáveis de igapó Palestra · Jochen Schöngart

Coffee break Coffee break

Redes tróficas comoferramenta integradora em ecologia aquática Palestra · Pedro Caraballo

O papel hormonal na determinação do sexo em quelônios Palestra · Marcela dos Santos Magalhães

Almoço Almoço

Conservação da fauna aquática - Mediador Mesa-redonda · Edinaldo Nelson dos Santos-Silva

Conservação da fauna aquática - Palestra 1: "Vocalizações de tartarugas aquáticas: um paradigma novo no estudo do comportamento social em quelônios aquáticos" Mesa-redonda · Richard Carl Vogt

Conservação da fauna aquática - Palestra 2: "Resultados do estudo de longa duração de uma população de botos da Amazônia" Mesa-redonda · Vera Maria Ferreira da Silva

Conservação da fauna aquática - Palestra 3: "Programa Nacional de Monitoramento da Biodiversidade - Subprograma aquático continental" Mesa-redonda · Danyhelton Douglas Farias Dantas

Conservação da fauna aquática - Palestra 4: "A proposta de construção de uma usina hidrelétrica no rio Branco e seus potenciais efeitos para a pesca e as unidades de conservação." Mesa-redonda · Sylvio Romério Briglia Ferreira

Conservação da fauna aquática - Seção de perguntas Mesa-redonda

Coffee break Coffee break

Apresentação de paineis Apresentação Pôster

Cerimônia de encerramento Encerramento · Cristina Cox Fernandes

Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia

Avenida André Araújo

Petrópolis , Manaus - AM

69067-375

Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia

Avenida André Araújo

Petrópolis , Manaus - AM

69067-375

Parceiros SBAPA 2019

Comissão organizadora do III SBAPA

Comissão organizadora: - Alany Pedrosa Gonçalves - André MArtins Ribeiro - Cristina Cox Fernandes - Cláudia Pereira de Deus - Danilo Gabriel da Rocha Castanho - Edinaldo Nelson dos Santos - Luana Simas Montenegro - Luis José de Oliveira Geraldes Primeiro - Rafaela Priscila Ota - Renan Gomes do Nascimento - Teófilo Lopes Barroso Comissão científica: - Akemi Shibuya - Efrem Jorge Gondim Ferreira - Fabíola Xochilt Valdez Domingos Moreira

Cristina Cox Fernandes

INPA


Possui graduação em Biologia pela Universidade Gama Filho (1982), mestrado em Biologia de Água Doce e Pesca Interior pelo Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (1984) e doutorado em Zoologia - Duke University (1995). Desde 1986 é pesquisadora titular do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia. Possui experiência nas áreas de Ecologia, Morfologia, Ictiologia e Evolução atuando principalmente nos seguintes temas: migrações de peixes da Amazônia, ecologia de comunidades, taxonomia e dimorfismo sexual em Gymnotiformes. É professora adjunta no departamento de Biologia da Universidade de Massachusetts, Amherst onde lecionou Ichthyology, Community Ecology e Amazon Aquatic Ecology.

Integrante da comissão organizadora do evento.

Endereço para acessar currículo lattes: http://lattes.cnpq.br/6700032140233784

Ronaldo Bastos Francini Filho

UFPB


Possui graduação em Ciências Biológicas pela Universidade de São Paulo (1997), mestrado (2000) e doutorado (2005) em Ciências Biológicas (Zoologia) pela Universidade de São Paulo. Atualmente é docente da UFPB, atuando no curso de graduação em Ecologia e no Programa de Pós-Graduação em Ciências Biológicas (Zoologia - PPGCB). Trabalho com foco em ecologia e conservação de ecossistemas costeiros e marinhos.

Endereço para acessar currículo lattes: http://lattes.cnpq.br/2649682752971837

Adalberto Luis Val

INPA


Biólogo, com pós-doutorado na Universidade da Columbia Britânica, Canadá, estuda adaptações biológicas às mudanças ambientais, tanto aquelas de origem natural como aquelas causadas pelo homem. No INPA-MCTI desde 1981, envolveu-se com análises das necessidades da Amazônia relacionadas a educação, ciência e tecnologia. Como membro de sociedades científicas nacionais e estrangeiras, organizou mais de duas dezenas de eventos no Brasil e no exterior. Publicou mais de 120 trabalhos inéditos em periódicos nacionais e estrangeiros, mais de 20 capítulos de livros e livros; entre estes, Fishes of the Amazon and their Environment pela Springer Verlag e The Physiology of Tropical Fishes pela Academic Press (2006). Tem apoio financeiro de agências brasileiras (CNPq, CAPES e FAPEAM) e estrangeiras (International Copper Association e The Leverhulme Trust) e atualmente coordena o INCT ADAPTA. Orientou mais de 120 estudantes em nível de iniciação científica, mestrado, doutorado e pós-doutorado. Recebeu a Comenda da Ordem Nacional do Mérito Científico em 2002 e o Prêmio Excelência da American Fisheries Society em 2004. É bolsista 1A do CNPq. Em 2005 foi eleito membro titular da Academia Brasileira de Ciências e atuou como seu vice-presidente para a Região Norte de 2007 a 2012. Em 2006 assumiu a Direção do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia e o administrou até junho de 2014. Em 2008 recebeu a Grande Ordem do Mérito Legislativo do Estado do Amazonas e em 2013 foi admitido na classe Grã Cruz da Ordem Nacional do Mérito Científico. Em 2015 recebeu o título de cidadão do Amazonas. Em 2017 foi credenciado como professor adjunto da Escola de Pós-graduação da Universidade de Laval, Quebec, Canadá.

Endereço para acessar currículo lattes: CV: http://lattes.cnpq.br/2747150211073176

Cristhiana Paula Ropke

INPA


Possui graduação em Licenciatura Plena Em Ciências Biológicas pela Universidade do Estado de Mato Grosso (2004), mestrado em Biologia de Água Doce e Pesca Interior pelo Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (2008) e doutorado em Biologia de Água Doce e Pesca Interior pelo Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (2016). Atualmente é bióloga colaboradora da Universidade Federal de Rondônia, pós-doutorado do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia e pesquisador colaborador do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia. Tem experiência na área de Ecologia, atuando principalmente nos seguintes temas: ecologia de peixes, estrutura de comunidades, resiliência a distúrbios, consequências de mudanças climáticas, ecologia de populações e ecologia reprodutiva.

Endereço para acessar currículo lattes: http://lattes.cnpq.br/5813620045238575

Maria Teresa Fernandez Piedade

INPA


Possui Pós-Doutorado pela Universidade de Cambridge (1992) e pela Universidade de Essex (1995-1997), na Grã-Bretanha, doutorado (1988) e mestrado (1985) em Ecologia, e especialização em Botânica (360horas, 1977-1978), pelo Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, INPA, e graduação em Ciências Biológicas pela Universidade Federal de São Carlos (1975). Pesquisadora visitante em várias ocasiões em Instituições Internacionais, dentre elas o Instituto Max-Planck-Ploen e as Universidades de Goettingen e Kiel, Alemanha; Universidades de Cambridge, Essex e Strathclyde, Reino Unido. Foi docente por mais de 10 anos na Universidade Federal do Acre e, desde 1988, é pesquisadora Titular III do INPA, Manaus. Faz parte do corpo docente dos Programas de Pós-Graduação do INPA de Ecologia, Botânica e Biologia de Água Doce, dos quais já foi coordenadora. Integra o corpo docente do Mestrado em Biodiversidade (BEES) da UFOPA. Integrou o Conselho Científico Internacional do LBA (Estudo de Larga Escala da Biosfera Atmosfera) no período de 2001 a 2015. Integra o Grupo de Estudos Estratégicos Amazônicos, GEEA, e é membro titular do Conselho Nacional de Zonas Úmidas - CNZU, MMA. É coordenadora e pesquisadora do Programa de Pesquisas Ecológicas de Longa Duração (PELD/CNPq, Site MAUA) PELD MAUA, com áreas de atuação no PARNA Jaú e na RDS Uatumã. Foi membro titular do Comitê Assessor de Ecologia e Limnologia - CNPq de 2013 a 2016. É coordenadora da cooperação Brasil-Alemanha entre o MCT-INPA e a Sociedade Max-Planck-Instituto Max-Planck de Química de Mainz, em estudos de Ecologia de Áreas Alagáveis. Tem experiência na área de Ecologia, com ênfase em Ecologia de Áreas Inundáveis, atuando principalmente nos seguintes temas: macrófitas aquáticas, produção primária e balanços de carbono, ecofisiologia de espécies arbóreas, influência do pulso de inundação na biota, manejo sustentável e monitoramento de áreas alagáveis.

Endereço para acessar currículo lattes: http://lattes.cnpq.br/0626509177712805

Jansen Alfredo Sampaio Zuanon

INPA


Possui graduação em Licenciatura Em Ciências Biológicas pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1985), mestrado em Biologia de Água Doce e Pesca Interior pelo Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (1990) e doutorado em Ecologia pela Universidade Estadual de Campinas (1999). Atualmente é Pesquisador Titular III do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia. Tem diversos artigos publicados em periódicos nacionais e internacionais. Tem experiência nas áreas de Ecologia e Taxonomia de Peixes de Água Doce, atuando principalmente nos seguintes temas: Amazônia, peixes, ecologia, ictiofauna e comunidades.

Endereço para acessar currículo lattes: http://lattes.cnpq.br/0161925591909696

Michel Fabiano Catarino

Amazon Leaf Fish


Biólogo, formado pela Universidade Federal do Mato Grosso (UFMT), e mestrado em Ecologia Tropical e Recursos Naturais e Doutorado pela Biologia Aquática e Pesca Interior (BADPI), ambos no Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA). Possui experiência com manejo de recursos pesqueiros e tem atuado na avaliação de estoques pesqueiros na Amazônia.

Endereço para acessar currículo lattes: http://lattes.cnpq.br/3923350681950006

Carlos Edwar de Carvalho Freitas

UFAM


Concluiu o doutorado em Ciências da Engenharia Ambiental pela Universidade de São Paulo em 1999 e o pós-doutorado em 2009, na Washington and Lee University (USA). Atualmente é Professor Titular da Universidade Federal do Amazonas, Professor Credenciado do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, bolsista de produtividade em pesquisa do CNPq, Glynn Visiting International Scholar and Full Professor of Environmental Studies at the Washington and Lee University (USA) nos anos de 2014 e 2016. Fellow of the Linnean Society of London. É membro titular e coordenador do Comitê de Assessoramento do CNPq - área de Aquicultura e Recursos Pesqueiros. Publicou 125 artigos em periódicos científicos e 177 trabalhos em anais de eventos. Escreveu 4 livros sobre a ecologia de peixes da Amazônia, 30 capítulos de livros e 3 cartilhas técnicas. Organizou 3 livros. Orientou 16 teses de doutorado e 45 dissertações de mestrado, além de ter orientado 24 trabalhos de iniciação científica e 6 trabalhos de conclusão de curso. Atua nas áreas de Ecologia Aplicada, Dinâmica de Populações, Avaliação de Estoques Pesqueiros e Manejo Pesqueiro. Atuou na coordenação do Projeto PIATAM, uma rede de projetos multidisciplinar, e de um Programa de Núcleo de Excelência - PRONEX. Coordena projetos de pesquisa com recursos CAPES, CNPq e FAPEAM. Exerceu a coordenação do Programa de Pós-Graduação em Ciências Pesqueiras nos Trópicos PPG-CIPET/UFAM (2011 a 2015). Foi Diretor da Faculdade de Ciências Agrárias da Universidade Federal do Amazonas (2001-2003). Foi membro titular do Comitê Permanente de Gestão e do Uso Sustentável dos Recursos Pesqueiros das Bacias Hidrográficas Amazônica e Tocantins/Araguaia - CPG Norte (2017-2018). Também é membro titular do Sub-Comitê Científico do CPG Norte. Coordenador de grupo de pesquisa integrado ao Laboratoire Mixte International "Evolution et Domestication de lIchtyofaune Amazonienne - LMI-EDIA (IRD-France). Recebeu 22 prêmios e/ou homenagens, com destaque para as homenagens da Universidade Federal do Amazonas pela atuação destacada na pesquisa (2000 - 2015 e 2017) e para o Ibaraki Kasumigaura Prize, pelo trabalho apresentado no LAKE 99, que ocorreu em Compenhagen-Dinamarca.

Endereço para acessar currículo lattes: http://lattes.cnpq.br/4897726772361601

Jorge Ivan Rebelo Porto

INPA


Formado em Ciências Biológicas - Modalidade Médica (Biomédico) e concluiu o mestrado e o doutorado em Biologia de Água Doce e Pesca Interior pelo Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia. Atualmente é pesquisador titular AIII do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia. Publicou 40 artigos em periódicos especializados e mais de uma centena de resumos em anais de eventos. Possui 3 capítulos de livros publicados. Participou do desenvolvimento de produtos tecnológicos, incluindo registro de duas patentes biotecnológicas. Orienta/co-orienta dissertações de mestrado, teses de doutorado, trabalhos de iniciação científica e trabalhos de conclusão de curso. Participa de vários projetos de pesquisa, sendo em alguns casos coordenador. Atua na área de Genética, com ênfase em Genômica, Citogenética e Biologia Molecular (na maioria de peixes). Colabora como revisor de artigos científicos e atuou no corpo editorial do periódico Acta Amazonica. Em suas atividades profissionais interagiu com mais de uma centena de colaboradores. Foi Chefe da Divisão de Cursos de Pós-Graduação do INPA. Foi bolsista PGCT da SECT-AM. Atua no assessoramento e julgamento de projetos e programas da FAPEAM (Amazonas), FAPESPA (Pará) , CNPq e Capes. Atuou no Conselho Diretor da Rede de Biodiversidade e Biotecnologia da Região Norte (BIONORTE). Foi Diretor Técnico-Científico da FAPEAM. Chefiou o Núcleo do INPA em Santarém-PA e foi responsável pelo gerenciamento Científico do Programa de Grande Escala da Biosfera?Atmosfera na Amazônia (LBA) em Santarém-PA.

Endereço para acessar currículo lattes: http://lattes.cnpq.br/7563186505089160

Ricardo Koroiva

INPA


Possui graduação em Ciências Biológicas pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar, Brasil) (2008), mestrado em Ecologia e Recursos Naturais pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar, Brasil) (2011) e doutorado em Ecologia e Conservação pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS, Brasil) (2017) com bolsa de doutorado sanduiche (CAPES/PDSE) no Royal Ontario Museum (Canadá) (2017). Atualmente, é colaborador nos seguintes grupos de pesquisa: Laboratório de Ecologia e Laboratório Mapinguari (UFMS) e Laboratório de Estudos Ecológicos em Etologia e Evolução (UFSCar). Também é Pesquisador de Pós-doutorado no Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA; bolsa FIXAM / FAPEAM). Tem experiência em zoologia, com ênfase em ecologia e genética de organismos, atuando principalmente nos seguintes temas: insetos aquáticos, anfíbios e répteis, técnicas moleculares para identificação da fauna brasileira e DNA barcoding. Email: ricardo.koroiva@gmail.com

Endereço para acessar currículo lattes: http://lattes.cnpq.br/3262687790057613

Adolfo Jose da Mota

UFAM


Pós-doutorado pelo INCT-CEAB (biopolímeros de interesse biotecnológico). Doutor em Biologia (Genética) pelo Instituto de Biociências da USP (2012). Vínculo: Professor Adjunto I na Universidade Federal do Amazonas. Atividades na instituição: Diretor da Divisão de Biotecnologia do Centro de Apoio Multidisciplinar; Vice-coordenador do Programa de Pós-graduação em Biotecnologia; Vice-coordenador do Núcleo de Biotecnologia; Coordenador do Laboratório de Biotecnologia; Chefe do Departamento de Ciências Fundamentais e Desenvolvimento Agrícola; Professor das disciplinas de Genética e Biotecnologia. Títulos: Membro Afiliado da Academia Brasileira de Ciências (2015-2019). Área de atuação: Biotecnologia; Genética, com ênfase em Genética de Micro-organismos e Genética Molecular Humana.

Endereço para acessar currículo lattes: http://lattes.cnpq.br/2931501267284226

José Antônio Alves Gomes

INPA


Possui graduação em Oceanografia Biológica pela Fundação Universidade Federal do Rio Grande (1984), doutorado em Biologia Marinha - University Of California, San Diego - Scripps Institution Of Oceanography (1995) e dois pós doutorados na City University of New York (2010 e 2016). Atualmente é pesquisador titular A-III do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia e professor credenciado da pós-graduação do INPA e da Universidade Federal do Amazonas. Entre 2002 e 2006 atuou na área administrativa, sendo que entre 2003 e 2006 foi diretor geral do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia. Atualmente tem atuado na área de Biologia Evolutiva, Genética Molecular e Fisiologia Comportamental, com ênfase em comportamento e fisiologia do sistema eletrogênico e eletrosensório de peixes amazônicos, sistemática molecular e filogeografia.

Endereço para acessar currículo lattes: http://lattes.cnpq.br/9910235333145697

William Ernest Magnusson

INPA


Possui graduação em Biological Sciences pela Universidade de Sydney (1974) e doutorado em Biological Sciences pela Universidade de Sydney (1979). Atualmente é pesquisador títular iii do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia e bolsista de produtividade do CNPq nível 1A, tendo publicado 213 artigos sobre uma ampla variedade de grupos taxonômicos, com interesse especial em desenhos amostrais multidisciplinares (Magnusson et al. 2005, 2008ª, 2008b). Formou 35 mestres e 26 doutores pelo Programa de Pós-Graduação em Ecologia do INPA. É autor de um livro de estatística publicado em português (Magnusson & Mourão 2006a) e inglês (Magnusson & Mourão 2006b), que é usado por muitos cursos de graduação no Brasil. É credenciado pela Wildlife Society (EUA) e membro do comitê editorial de vários periódicos internacionais de destaque, como do Studies On Neotropical Fauna And Environment, Biotropica, Phyllomedusa, Fundação o Boticário de Proteção a Natureza, Amphibia Reptilia, do IUCN Crocodile Specialist Group e membro do conselho científico do Instituto de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá e membro da Academia Brasileira de Ciências. É coordenador adjunto do núcleo executor da Amazônia ocidental do Programa PPBio. É conselheiro titular do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade, representando o Setor 3. Tem experiência na área de Zoologia, com ênfase em Comportamento Animal, atuando principalmente nos seguintes temas: jacaré, biodiversidade, crocodilia, comportamento e Amazônia.

Endereço para acessar currículo lattes: http://lattes.cnpq.br/1973878827354750

Jochen Schöngart

INPA


Possui graduação (diploma) em Ciências Florestais obtida na Universidade Albert-Ludwig em Freiburg, Alemanha (1997), doutorado obtido na faculdade em Ciências Florestais da Universidade Georg-August em Göttingen, Alemanha (2003) (validado pela Universidade de São Paulo-USP) e Livre-Docência (Venia Legendi) em Ciências Florestais obtida na Universidade Albert-Ludwig em Freiburg (2014). Atualmente Pesquisador Associado da Coordenação de Pesquisas em Dinâmica Ambiental (CODAM) do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA) em Manaus, membro e vice-coordenador do grupo de pesquisa MAUA (Ecologia, Monitoramento e Uso Sustentável de Áreas Úmidas) e coordenador da linha temática em Ecologia e Mudanças Climáticas do programa Universidade em Rede do BRICS (BRICS-NU). Tem experiência na área de ecologia e manejo florestal, em particular dendrocronologia com aplicações na dendroclimatologia (relação entre clima e crescimento arbóreo, reconstrução climática), dendroecologia, dinâmica de carbono na biomassa lenhosa e definição de critérios de manejo para recursos madeireiros. Atua tambem no desenvolvimento de modelos de previsão de níveis da água (cheias) na Amazônia Central.

Endereço para acessar currículo lattes: http://lattes.cnpq.br/2468979908831549

Pedro Caraballo

Universidad de Sucre (UDS - Colômbia)


Possui graduação em Biologia Marina pela Universidad Jorge Tadeo Lozano (1983) e mestrado em Biologia de Água Doce e Pesca Interior pelo Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (1992). Doutor pelo curso de Ecologia do INPA em Manaus e Professor Assistente en la Universidad de Sucre (Colombia), e Coordinador de la Red de Pesca y Acuicultura del Caribe.

Endereço para acessar currículo lattes: http://lattes.cnpq.br/9551582411444601

Marcela dos Santos Magalhães

UFAM


Professora Adjunta I no Departamento de Morfologia na Universidade Federal do Amazonas - UFAM. Ministra as disciplinas de Histologia Geral, Histologia Comparada e Biologia do Desenvolvimento. Professora Credenciada no Programa de Pós-Graduação em Biologia de Água Doce e Pesca Interior desde 12/2018. Graduação em Ciências Biológicas pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte - UFRN (2007). Mestrado em Biologia de Água Doce e Pesca Interior pelo Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia - INPA (2010). Doutorado em Ciências Biológicas pelo Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia - INPA (2017). Experiência na área de Morfologia, atuando principalmente nos seguintes temas: Microscopia, Anatomia e Histologia Animal Comparada e Biologia do Desenvolvimento, com ênfase em Quelônios e Jacaré.

Endereço para acessar currículo lattes: http://lattes.cnpq.br/4377486940988870

Richard Carl Vogt

INPA


Graduado em Bachelers Of Science pela University of Wisconsin - Madison (1971), com mestrado (1974) e doutorado em Zoologia (1978) pela University of Wisconsin Madison. Pós-doutorado na Divisão de Anfíbios e Répteis do Carnegie Museum of Natural History com bolsa da Richard Mellon Foundation, Pittsburgh, Pennsylvania, EUA (1978-1981). Foi Pesquisador Titular da Estação de Biologia Tropical Los Tuxtlas, Instituto de Biologia, Universidad Nacional Autonoma de Mexico e Professor Adjunto na Faculdade de Ciências da UNAM (1981-2000). Atualmente é pesquisador titular AIII do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA), curador da Coleção de Anfíbios e Répteis, e bolsista de produtividade do CNPq nível 1A. Docente nos programas de Pós-Graduação em Ecologia Tropical e Biologia de Água Doce e Pesca Interior do INPA. Tem experiência na área de biologia e ecologia de quelônios da Amazônia, além de biodiversidade e biogeografia da herpetofauna da Amazônia. Um dos pioneiros em pesquisas sobre a influência da temperatura de incubação (1979) na determinação do sexo em quelônios, assim como em estudos de vocalização em quelônios aquáticos (2012). Em 2013, estamos inaugurando um novo prédio do Centro de Estudos em Quelônios da Amazônia (CEQUA). Com perspectiva de uma nova fase para estudos sobre condições controlados em cativeiro e laboratório. Atualmente, a Reserva Biológica do Rio Trombetas serve como base de estudos ecológicos de quelônios em ambiente natural. Tem experiência na área de Ecologia, com ênfase em Ecologia Aplicada, atuando principalmente nos seguintes temas: amazonia, quelônios, amazonas, conservacao, quelonios, ecologia e herpetofauna.

Endereço para acessar currículo lattes: http://lattes.cnpq.br/3943208053575385

Vera Maria Ferreira da Silva

INPA


Possui graduação em Ciências Biológicas -Biologia Animal - pela Universidade de Brasília (1977), mestrado em Biologia de Água Doce e Pesca Interior pelo Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (1983) e doutorado em Mammalian Ecology and Reproduction pela Universidade de Cambridge, Inglaterra (1994). É pesquisadora do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia desde 1981 e chefe do Laboratório de Mamíferos Aquáticos. Desenvolve pesquisas na área de Zoologia, com ênfase em Biologia e Conservação de Mamíferos Aquáticos, atuando principalmente com as espécies dos gêneros : Inia, Sotalia e Trichechus. Desde 1993 coordena o Projeto Boto na Reserva de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá onde desenvolve estudos sobre a biologia populacional, ecologia e comportamento de duas das espécies de golfinhos da Amazônia. É vice-curadora da Coleção de Mamíferos do INPA. Atuou como membro do Conselho Técnico Científico do INPA entre 2007-2009. Foi Presidente do Conselho de Ética no uso de animais em pesquisas- CEUA do INPA de março de 2010 até 2015. Foi Presidente da Associação dos Amigos do peixe-boi (AMPA, www.ampa.org.br) até janeiro de 2011 e permaneceu como conselheira dessa Associação até 2016, quando tornou-se Diretora Administrativa, cargo que ocupa ate o momento. É membro do Grupo Especialista de Cetáceos da IUCN e foi Conselheira do MUSA ? Museu Vivo da Amazônia até janeiro de 2014. Coordenadora do lado brasileiro na Cooperação Técnica entre o INPA e a Universidade de Kyoto (Japao) e coordenadora do Projeto Museu na Floresta desde 2015. Professora vinculada ao curso de pós-graduação do INPA na área de Biologia Aquática e Pesca Interior (BADPI). Coordena o Projeto Mamíferos Aquáticos da Amazônia, no âmbito do Programa Petrobrás Socioambiental/AMPA. Membro Honorário da Marine Mammal Society. Mãe de Nina J. Best (34) Cientista Política, e Mayra S. Best (32) Psicóloga, ambas com mestrado nas suas respectivas areas de atuação.

Endereço para acessar currículo lattes: http://lattes.cnpq.br/1910894122074941

Danyhelton Douglas Farias Dantas

Centro Nacional de Pesquisa e Conservação da Biodiversidade Amazônica (CEPAM)


Graduado em ciências biológicas pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (2006). Mestre em bioecologia aquática pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (2009). Doutor em Ecologia pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (2015). Realizou doutorado sanduíche na Miami University, Oxford, Ohio, sob supervisão do Dr. Mike Vanni durante o ano de 2013, onde desenvolveu pesquisa na área de estequiometria ecológica e impacto de espécies onívoras em ecossistemas aquáticos. Participa de base de pesquisa vinculada a UFRN onde desenvolve trabalhos na área de limnologia experimental com ênfase na estrutura e dinâmica de teias alimentares e fluxo de energia entre habitats. Além de trabalhos na área de ecologia teórica e modelagem de população e comunidades. Tem interesse em entender como mudanças no balanço estequiométrico entre recurso e consumidor afetam as interações tróficas e processos ecossistêmicos. Possui experiência com análise estatística de dados biológicos e deliniamento experimental, além de construção de bancos de dados voltados para área ambiental. Atualmente atua como pesquisador no Centro Nacional de Pesquisa e Conservação da Biodiversidade Amazônica (CEPAM), dentro do programa de monitoramento da biodiversidade do ICMBio (MONITORA), no subprograma aquático continental.

Endereço para acessar currículo lattes: http://lattes.cnpq.br/1032111914662881

Edinaldo Nelson dos Santos-Silva

INPA


Possui Licenciatura em Ciências Biológicas pela Universidade Federal do Amazonas (1985), especialização em Zooplancton como ferramenta para manejo de lagos pela Universidade de Gent-Belgica (1993), mestrado em Biologia de Água Doce e Pesca Interior pelo Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (1991) e doutorado em Ciências Biológicas (Zoologia) pela Universidade de São Paulo (2000), com estágio no exterior no Museu de História Natural de Londres (1998-1999), pós-doutorado no Centro de Estudos Avançados de Blanes, Espanha (2013-2014). Foi Assessor de Relações institucionais, Coordenador de Pesquisas do INPA, Coordenador de Ações Estratégicas e Diretor Substituto do INPA por 3 Anos. Coordenador do curso de pósgraduação de Biologia de Água Doce e Pesca Interior-INPA (2013-2015). Atualmente é pesquisador titular III da Coordenação de Biodiversidade -CBIO/INPA e professor orientador de mestrado e doutorado do curso de Biologia de Água Doce e Pesca Interior do INPA. Tem experiência e orienta em Limnologia, biologia, ecologia, cultivo, taxonomia e sistemática de microinvertebrados de água doce. Tem especialidade na área de Zoologia, com ênfase em Taxonomia dos Grupos Recentes, principalmente nos seguintes temas: copepoda, taxonomia, sistemática, biogeografia, região Neotropical. Atualmente também atua na popularização do conhecimento científico e tecnológico para comunidades rurais da RDS-Tupé, onde desenvolve projetos de implantação de tecnologias apropriadas para captação, tratamento e distribuição de água e tratamento de esgotos domésticos, como estratégia para conservação dos recursos hídricos e sua biodiversidade e melhoria da qualidade de vida das populações rurais da Amazônia. Desde 2001 coordena o Projeto Biotupé (http://biotupe.org), grupo de pesquisas que atua na Reserva de Desenvolvimento Sustentável do Tupé, no baixo rio Negro, Manaus.

Integrante da comissão organizadora do evento.

Endereço para acessar currículo lattes: http://lattes.cnpq.br/6755960589864361

Sylvio Romério Briglia Ferreira

Doutorando no Programa de Pós-Graduação em Recursos Naturais da Universidade Federal de Roraima


Biólogo pela Universidade Federal de Roraima (2001) Especialista e Mestre em Recursos Naturais pela Universidade Federal de Roraima (2004-2006). Analista Ambiental do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) em Roraima. Doutorando em Recursos Naturais pelo PRONAT/UFRR, na área temática Manejo e Conservação de Bacias Hidrográficas. Atua na área de Pesquisa e Monitoramento, com experiência em ambientes aquáticos, com ênfase em Peixes Amazônicos, Unidades de Conservação e Pesca.

Endereço para acessar este currículo lattes: http://lattes.cnpq.br/8317963957571234