As estratégias para garantir o acesso ao patrimônio cultural, sobretudo aos acervos bibliográficos, necessariamente passam por processos de digitalização e desenvolvimento de bibliotecas digitais. Os acervos digitalizados, quando disponibilizados, tornam-se o principal recurso de acesso a materiais que, de outra maneira, poderiam permanecer desconhecidos do grande público.

Diante do aumento da informação disseminada em ambientes digitais, incluindo os resultados dos processos de digitalização, torna-se cada vez maior a preocupação em preservar tais documentos de ameaças próprias do meio digital, como a obsolescência das tecnologias, a ilegibilidade dos formatos, a deterioração de mídias e arquivos, entre outros fatores. Neste contexto, a Preservação Digital é;enquanto conjunto de atividades e processos que visam garantir o acesso continuado, a longo prazo, com qualidade, autenticidade e confiabilidade aos objetos digitais;um importante objeto de discussão, avaliação e estudo.

Este Seminário colocará em foco as especificidades, procedimentos e estratégias envolvidas no processo de digitalização e disponibilização de conteúdos, levando em consideração:

  • as necessidades de cada tipo de material;

  • a utilização de metadados na manutenção das relações com o objeto físico, com seu conteúdo intelectual, com o contexto entre as partes do objeto e do objeto dentro de sua coleção;

  • a importância das plataformas de pesquisa e interfaces na recuperação da informação e leitura;

  • estratégias sustentáveis e adaptáveis para a criação de coleções digitais reutilizáveis que sejam úteis e tenham valor para instituições e pesquisadores.

Contamos com a sua presença!

Data do evento

13 de novembro de 2017, 09h00 até 14 de novembro de 2017, 18h00

Local do evento

Auditório István Jancsó

Rua da Biblioteca, s/n, Cidade Universitária

Butantã, São Paulo - São Paulo