Agradecemos a todas/os que enviaram resumos para a 9ª Edição do Congresso da Compolítica. Foram 321 trabalhos submetidos aos 12 GTs. A seguir, estão os resumos aprovados, por ordem de apresentação, nas três sessões de cada GT. A programação completa será divulgada em breve.

GT1 – Comunicação e Democracia

Sessão 1

Do parlamento à internet: a deliberação pública sob a perspectiva do Índice de Qualidade do Discurso (Pedro Luis Bueno Berti, Maria Teresa Miceli Kerbauy)

Democracia sem direitos? Abordagens sobre direitos humanos na deliberação do pacote anticrime (Leonardo Santa Inês)

Materialidades, infraestruturas e “coisas” da deliberação pública: o que a filosofia dos meios tem a dizer aos estudos de democracia digital? (Maurício Liesen)

Do broadcasting ao tribalismo: Notas para um diagnóstico do lugar (ou lugares) das mídias na crise da democracia (Fernando Lattman-Weltman)

Árida Atmosfera: uma análise do uso do termo 'Centrão’ nos debates políticos brasileiros (Marcia Paula Chaves Vieira, Gabriella Maria Lima Bezerra)

Sessão 2

Vilipêndio à fé: liberdade de expressão ou intolerância religiosa? (Bruna Silveira, Fernanda Sanglard, Maiara Orlandini)

"Nem guerra entre as torcidas nem paz entre as classes": as torcidas organizadas antifascistas no futebol brasileiro (Luís Francisco Prates de Lima Ribeiro)

O ator político Jornal Nacional e a desconstrução da democracia brasileira (Eliara Santana, Ângela Carrato, Juarez Guimarães)

Chatbots como instrumentos de accountability: um estudo sobre o robô Beta Feminista (Letícia Sabbatini)

Dinâmicas de despolitização a partir da análise da liberação de agrotóxicos no governo de Jair Bolsonaro (Agatha de Souza Azevedo, Ana Carolina Vimieiro)

Sessão 3

Comunicação para a vacinação contra COVID-19 no contexto do movimento antivacina: aprendizados com os surtos de sarampo e febre amarela (Vanessa Veiga de Oliveira)

Comunicação e representação política em tempos de crise: o uso do Twitter por presidentes sul-americanos na pandemia da Covid-19 (Pedro Mesquita Duarte da Rocha, Rodrigo Daniel Silva)

Comunicação Populista e Crise Sanitária: governo Bolsonaro e a politização do combate à pandemia da Covid-19 em 2020 (Osvaldo Rosa Valente, Alana Karoline Fontenelle Valente)

A construção do povo “pra virar o jogo”: Análise da campanha de Guilherme Boulos para a prefeitura de São Paulo (Paulo Roberto Elias de Souza, Emmanuel Vitor Cleto Duarte, Dulcilei da Conceição Lima)

As Lives no Pico: Estratégias de comunicação política nas transmissões ao vivo de Jair Bolsonaro durante o primeiro pico da pandemia do Covid-19 (Camilo de Oliveira Aggio, Geraldo Frances F. Vaz, Thomaz Moreira Arantes de Castro)

 

GT2 – Comunicação e Justiça

Sessão 1

A visão de Veja sobre o ideal de Justiça e riscos à democracia: um estudo sobre a cobertura da Operação Lava Jato (Mauricio Pontes Esposito)

A político-partidarização da Justiça: uma análise da cobertura da Lava Jato na Folha de S. Paulo (Patricia Augsten)

Conspiração Lavajato: mídia, judiciário e o uso do Lawfare no golpe contra o Brasil (Luanda Dias Schramm)

A centralidade dos direitos humanos no “Jornalismo de Segurança Pública” (Anelise Schütz Dias, Marcia Benetti)

Sessão 2

Um jeito mais discreto de julgar? O Supremo, a mídia e o plenário virtual (Priscila Leal Seifert Viana)

A adoção de mecanismos de acesso à informação pela Suprema Corte mexicana como busca por legitimidade (Luma Poletti Dutra, Fernando Oliveira Paulino)

A dinâmica da comunicação institucional (Izabela Cavalcanti Pereira)

Sessão 3

O rompimento da barragem Mina Córrego do Feijão em Brumadinho/MG: análise das notícias publicadas no portal do TJMG (Daniela de Jesus Soares Lima)

A inteligência artificial no TJDFT: estratégias de publicidade e princípio da transparência (Tainá Aguiar Junquilho, Ana Cláudia de Souza Valente, Kin Modesto Sugai)

Do presencial ao digital: uma reflexão sobre as estratégias de comunicação da Defensoria Pública do Estado de Mato Grosso do Sul durante a pandemia do novo coronavírus (Carla Gavilan Carvalho Nantes, Camila Villalba Sabariego)

Direitos das mulheres e o uso de aplicativos pela Themis – Gênero, Justiça e Direitos Humanos (Taíse Souza Barfknecht)

 

GT3 – Comunicação e Sociedade Civil

Sessão 1

Desinformação versus cidadania: jornalismo e comunicação comunitária em desertos de notícias (Janine Bargas, Elaine Javorski)

O Marco Civil da Internet: contribuições epistêmicas e democráticas das consultas públicas online (Letícia Varela Capone, Sergio Lifschitz)

Mudar para permanecer: o Movimento Brasil Livre (MBL) e a aposta na guerra cultural (Amanda Medeiros)

Nova Política? Ampliando a compreensão em torno das estratégias comunicativas e apelos mobilizadores dos Movimentos de Renovação Política (Beatriz Lobato da Silva, Daniel Reis Silva)

Quem pode protestar? A cobertura midiática dos protestos de 2013 em Belo Horizonte (Juliano Canedo Antunes, Letícia Birchal Domingues)

Sessão 2

Jornalismo feminista em tempos de desinformação (Anna Vitória Ferreira Rocha, Vitor de Souza Lima Blotta)

Atravessamentos entre lutas por reconhecimento e deliberação: como danos são percebidos e justificados na decisão por uma via de nascimento? (Julia Ester de Paula, Rousiley Celi Moreira Maia)

Quem pariu os teus que balance: o neoconservadorismo e a essencialização da maternidade diante da violência sexual na infância (Tayrine Vaz Silva, Livia Gomes Laudares)

A politização da cura da Covid-19: o papel do enquadramento e das emoções na propagação do discurso sobre a cloroquina (Thatiane Faria Oliveira Moreira)

Política de celebridades como representação política não-eleitoral: um estudo de caso sobre Daniela Mercury e seus públicos (Pedro Paixão Rocha, Regiane Lucas Garcêz)

Sessão 3

Iniciativas de comunicação política da sociedade civil na América Latina: as mobilizações populares no Chile de Piñera e na Bolívia de Morales-Arce (Luiz Francisco Ferreira Leo)

Táticas de comunicação on-line na defesa de demandas indígenas: análise da atuação de Greenpeace Brasil e Mobilização Nacional Indígena em campanhas na Amazônia (Thiago Almeida Barros, Edgar Monteiro Chagas Junior)

Do ambiente virtual às ruas: emergência do midiativismo em Cuba (Alexei Padilla Herrera)

Os Sem Rosto e Sem Nome do EZLN: Estratégias de Civilidade e Cenas de Dissenso de um Movimento de Guerrilha (Caio Dayrell Santos)

Os arranjos como dispositivos comunicacionais a partir de cenas de dissenso: poder, polícia e subjetivação em movimentos de resistência (Francine Altheman)

 

GT4 – Comunicação Pública e Institucional

Sessão 1

Comunicação pública governamental e cidadania: a administração pública a serviço do privado (Bruno Ribeiro de Souza Pires, Mariângela Furlan Haswani)

Reputação verde: a narrativa oficial do Brasil, no Twitter, sobre a Amazônia e seu impacto nas relações internacionais (Luiziane Silva Saraiva)

Um olhar sobre a comunicação do Estado acerca da proposta de abertura comercial da Base de Alcântara: interesse público ou propaganda governamental? (Marisvaldo Silva Lima)

“Pelo menos eu não matei ninguém”: A capitulação no discurso de Bolsonaro sobre Cloroquina, na cobertura midiática (Carlos Augusto de França Rocha Júnior)

A personalidade autoritária e a teoria da propaganda fascista: uma leitura aproximativa (Luis Mauro Sá Martino, Ângela Cristina Salgueiro Marques)

Sessão 2

Comunicação pública e visibilidade estratégica na perspectiva de uma Instituição Federal de Ensino Superior (Fábia Pereira Lima)

Universidade pública, organização comunicante: afetações entre público e privado nas interações online de agentes da universidade (Caroline Casali, Janaína Gomes, Ana Luísa Vahl Dias)

Percepção pública da ciência e universidades: processos de desinformação e legitimação junto à opinião pública (Michelle Dias, Laís Campos Moser)

Ocupação de espaços ou segmentação estratégica: o avanço do Senado em direção à comunicação digital multiplataforma (Ana Lucia Romero Novelli, Sarah Albertina Cerqueira Nunez)

As disputas simbólicas da radiodifusão pública brasileira sob o olhar da grande imprensa comercial (Gisele Pimenta de Oliveira)

Sessão 3

Petrobras: a desconstrução da marca de um Aparelho Ideológico do Estado (Patrícia Guimarães Gil, Isadora do Prado Dória)

Fato ou fake? Uma análise da ação do governo do estado de São Paulo no combate à desinformação na pandemia de Covid-19 (Marcelo Simões Damasceno, Roberto Chiachiri)

Comunicação pública em tempos de pandemia: o enfrentamento dos sindicatos à reforma administrativa (PEC 32/2020) no ambiente digital (Alexandre Haubrich, Bruna Andrade)

Curadoria de conteúdo de interesse público como estratégia de comunicação pública (Lília Gomes Ferreira de Menezes)

Lugares da Comunicação Pública no debate da Compolítica (Ana Javes Luz, Fiorenza Zandonade Carnielli)

 

GT5 – Cultura Política, Comportamento e Opinião Pública

Sessão 1

“Não voto em mulher porque” as justificativas que as pessoas latinas dão para explicar a ausência feminina na política eleitoral (Luciana Panke)

Alienação eleitoral em tempos de pandemia: uma análise dos resultados das eleições municipais 2020 (Marcia Ribeiro Dias)

Participação e competição nas eleições municipais brasileiras entre 2008 e 2016 (Daniela Silva Neves)

Opinião pública dos religiosos acerca da tolerância política aos homossexuais na América Latina (Naiara Sandi de Almeida Alcantara)

Efeitos da filiação religiosa sobre a participação política e o apoio à democracia no Brasil (Gabriel Avila Casalecchi, Victor Alberto Bueno Coelho)

Sessão 2

March madness in Brazilian politics: issue salience, the battle for public opinion and the impeachment of Dilma Rousseff (Pedro Santos Mundim)

Os dois primeiros anos de Governo Bolsonaro na cobertura política e econômica do Jornal Nacional (Fernanda Cavassana, João Feres Júnior, Eduardo Barbabela)

Conflitos entre a imprensa brasileira e o governo Jair Bolsonaro – reflexos na percepção da credibilidade jornalística e o consórcio dos veículos de comunicação na cobertura da pandemia do Coronavírus (Vivian Oliveira Lemos dos Santos)

Redes digitais antissistemas nas eleições municipais de 2020 no Brasil: uma análise dos atores e dos discursos sobre desconfiança no sistema eleitoral no Facebook, Twitter e YouTube (Tatiana Dourado, Victor Piaia, Sabrina Almeida, Danilo Carvalho)

#VacinaJá: uma análise das emoções mobilizadas na disputa discursiva online sobre a aprovação das vacinas contra a Covid19 (Claudio Luis de Camargo Penteado, Marcus Abílio Gomes Pereira, Maria Alice Silveira Ferreira, Julia Marks Santana Chaves)

Sessão 3

Atitudes políticas em três tempos: interesse por política, adesão à democracia e suporte ao populismo autoritário entre eleitores dos candidatos a presidente no segundo turno em 2002, 2010 e 2018 (Nayla Lopes, Érica Anita Baptista, Diego Cortezzi Pedras, Leonardo da Silveira Ev, Ana Clara Martins)

Qual foi a influência da Covid-19 na escolha do eleitor? (Adriano Oliveira, Elysama Andrade Braz, Joyce Andrade de Araujo, Manuela Tavares Vasconcellos)

Superestimação do Conhecimento Político e seu Efeito Sobre as Atitudes Democráticas dos Latino-americanos (Breno André Horta Marisguia, Audrey Karoline Marques Dias)

Líderes políticas outsiders, cultura política e mídias sociais digitais (Joscimar Souza Silva)

A eleição municipal de São Paulo de 2020 na percepção de conservadores e progressistas: rescaldo de 2018 e antecipação de 2022? (Tathiana Senne Chicarino, Cláudia Ferraz, Carlos Raices, Fabrício Amorim)

 

GT6 – Eleições e Práticas de Comunicação

Sessão 1

Distribuição espacial dos eleitores de Salvador usuários de mídias sociais, nas eleições presidenciais de 2018 (Rosane Soares Santana)

Sem Migué nas eleições: uma proposta de fact-checking colaborativo em São Luís/MA (Jorge Araújo Martins Filho, Li-Chang Shuen Cristina Silva Sousa)

O eleitor conectado: perfil e consumo de conteúdo nas eleições 2020 (Maíra Martins Moraes)

Mídia, eleições e democracia no Brasil: uma abordagem qualitativa para o estudo de percepções de profissionais de campanha (Arthur Ituassu, Caroline Pecoraro, Vivian Mannheimer)

Mais do que uma eleição, a disputa de uma geração: estratégia digital e narrativa política da campanha de Boulos à prefeitura de São Paulo (Beto Vasques, Fabiano Lago Garrido Felipe Pimentel)

Sessão 2

Eleições municipais e campanhas no WhatsApp: uma análise do conteúdo compartilhado em grupos políticos de Imperatriz, Maranhão (Luana Fonseca Silva)

O uso do Twitter nas eleições de 2020: a campanha digital dos prefeituráveis sulistas (Afonso Ferreira Verner, Rafaela Mazurechen Sinderski)

Interações estratégicas na eleição presidencial brasileira de 2018: uma análise das redes configuradas no HGPE (Flávio Contrera, Paulo Cesar Gregório, Bárbara Lima)

O financiamento coletivo nas campanhas eleitorais de 2020 (Natalia Dias)

Comunicação política no ambiente digital: uma análise das campanhas eleitorais municipais de 2020 no Facebook (Natasha Bachini, Keila Rosa, Andressa Liegi Vieira Costa, Robson Nunes)

Sessão 3

Representaciones de las juventudes durante la consolidación democrática: La campaña televisiva en las elecciones presidenciales de 1989 (Dolores Rocca Rivarola)

Altamira 2020: campanha de rua, aporte digital e as estratégias de comunicação integrada numa eleição nunca antes tão disputada (Flávio Nehrer)

Entre o rádio e a urna: a radiodifusão do Cariri-CE como arma política nas eleições de 2020 (Débora Silva Costa)

A campanha em cinco segundos: uma análise do Horário Gratuito de Propaganda Eleitoral dos candidatos a deputado federal do Paraná em 2014 e 2018 (Amanda Gonçalves Menezes)

Entre dragões e moinhos de vento: o lulismo na eleição presidencial de 2018 (Joyce Miranda Leão Martins, Mércia Alves)

 

GT7 – Fenômenos e Práticas da Política Online

Sessão 1

Quem quer vacina da China? Como os usuários do Twitter trataram do tema Coronavac no dia da liberação pela Anvisa para uso emergencial no Brasil (Emerson Urizzi Cervi, Helga do Nascimento de Almeida, Eva Campos-Domínguez, Bruno Anunciação Rocha)

Fabricando e coordenando a desinformação: um estudo de caso multiplataformas (Marcelo Alves dos Santos Junior)

Descontextualização fotográfica, desinformação e mobilização de crenças na controvérsia política dos cortes de verba das Universidades Federais (Jane Maciel, Patrícia Azambuja)

Entre legitimação e ataques políticos: circulação de sentidos sobre desinformação entre lideranças políticas relacionada ao Covid-19 no Facebook (Thaiane Oliveira, Rodrigo Quinan, Reynaldo Gonçalves)

Ações conectivas nas mobilizações em prol do "Escola Sem Partido" na página do movimento no Facebook (Frederico de Souza Ramos Carneiro, Ruth de Cássia dos Reis)

Sessão 2

Comunicação estratégica e dinâmicas de interação no Facebook: uma análise das eleições soteropolitanas de 2020 (Dilvan Azevedo, Samuel Barros, Junia Ortiz)

Personalismo político como estratégia de campanha permanente online: uma proposta de modelo de análise (Fernando Wisse Oliveira Silva)

O que o Google entregou nas eleições de 2020? (Max Stabile)

Quatro dimensões para compreender as discussões políticas online (Rodrigo Carreiro)

“Black face, a gente vê por aqui”: classificação racial e ações afirmativas nas redes sociais online (Lucas Loureiro Leite, Matheus Silva Freitas)

Sessão 3

Fora do e-Cidadania e dentro do YouTube? Hostilidade às instituições e engajamento com o Senado nos ambientes digitais (João Guilherme Bastos dos Santos, Cristiane Brum, Alisson Bruno Dias de Queiroz)

Saúde e política no Instagram: agenda de saúde das senadoras brasileiras durante a pandemia da COVID-19 (Pâmela Araújo Pinto)

BOM DIA! A frenética política apolítica dos memes de WhatsApp (Ricardo Fabrino Mendonça, Viktor Henrique Carneiro de Souza Chagas)

Neopopulismo e pandemia na América Latina: outra disputa de poderes (Caroline Kraus Luvizotto, Milena Carolina de Almeida)

Características e papéis das mídias ditas “hiperpartidárias” no processo de polarização da sociedade (Nina Santos, Ana Suzina)

 

GT8 – Governo e Parlamento Digital

Sessão 1

O governo eletrônico em perspectiva comparada: análise dos websites dos executivos federais de vinte países da América Latina (María Alejandra Nicolás, Carlos Alberto Ramos Torres, Claudia Kelly Mamani Catachura)

Aplicativos móveis e boa governança digital no Brasil: sugerindo um “índice de boas práticas” a partir do estudo de caso do Projeto Piá, do estado do Paraná (Sergio Soares Braga, Zakarias, Luiz Henrique Champoski)

Participação no enfrentamento à pandemia: mapeamento das iniciativas digitais das prefeituras (Luiza Brunetti Silva Jardim, Rachel Callai Bragatto)

Do processo legislativo praticado durante a pandemia pelo vírus Covid-19 X democracia em debate (Maria Jocélia Nogueira Lima, Ana Maria Meinberg de Moraes, Luisa Vieira Lima)

Plataformas e instrumentos de participação política online durante a Covid-19 no Senado Federal (Marcela Rocha de Sá)

Sessão 2

O campo de pesquisa em parlamento digital: análise bibliométrica e uma primeira noção do estado da arte no mundo (2000-2019) (Tiago Borges, Murilo Brum Alison, Rafael Cardoso Sampaio)

Parlamentos americanos na internet: muita presença, nem tanta transparência e pouco diálogo (Ginny Carla Morais de Carvalho)

Transparência e dados abertos no ecossistema legislativo brasileiro: uma análise do desempenho de 34 casas legislativas (Gabriella da Costa, Isabele Mitozo)

De Abatiá a Xambrê: a atuação dos legislativos municipais do Paraná no Facebook e a presença dos conceitos de proximidade, transparência e accountability na comunicação pública (Paula Andressa de Oliveira)

Sessão 3

Dimensões institucionais associadas à abertura de dados governamentais: uma análise transnacional (Jaedson Gomes dos Santos, Flávio Perazzo Barbosa Mota)

Jornalismo de checagem de fatos como intermediário da transparência pública: uma análise comparada entre países (Paulo Ferracioli)

Revisando o Índice de Dados Abertos para Cidades: uma proposta metodológica (Eurico Matos, Paula Fraccanabbia Audibert, Beatriz da Silveira Meirelles Pinheiro, Maria Dominguez Costa Pinho)

Transparência e tecnologias: estudo de caso da Câmara Legislativa do Distrito Federal (Matheus de Souza Depieri, Murilo Borsio Bataglia)

 

GT9 – Jornalismo Político

Sessão 1

O Jornalismo diante da crise da democracia: reflexões a partir da experiência brasileira (Afonso de Albuquerque)

O “lulopetismo” e o papel da imprensa no contexto político brasileiro (Juliana Gagliardi)

Brasil, Estados Unidos e Canadá: estabilidade política e critérios de noticiabilidade no compartilhamento de notícias no Facebook (Ana Beatriz Leite, Diógenes Lycarião)

“VACINA SIM”: O uso político das sondagens do DataFolha pelo Estadão, Folha de S. Paulo e o Globo no contexto da COVID-19 (Teresinha Maria de Carvalho Cruz Pires, Eliane Grazielle Estevão)

TV Mirante versus SECAP: as interferências políticas na construção da notícia num sistema de mídia concentrado (Sarah Dantas, Sammyla Maciel)

Sessão 2

Apropriações da comunicação populista de Jair Bolsonaro no Jornal Nacional e no Jornal da Record em tempos de pandemia (Bruno Bernardo de Araújo, Liziane Soares Guazina)

Populismo de extrema-direita em Portugal: enquadramentos informativos antissistema nas Eleições Presidenciais de 2021 (Hélder Filipe Rocha Prior)

A cobertura jornalística da posse de Jair Bolsonaro nos portais G1 e UOL (Maria Terezinha da Silva, Gabriela Cavalcanti Carneiro de Almeida, Thais Araujo de Freitas, Ricardo Borges Leite)

Jair versus Paulo: o enquadramento da política em editoriais da Folha e do Estadão (Francisco Verri, Tatiana Amorim, Aline da Silva Schons)

Imprensa e fenômenos climáticos extremos: a cobertura de grandes incêndios florestais em Brasil, Austrália e EUA (Filipe Mendes Motta, Gabriella Hauber)

Sessão 3

Eleições municipais de 2020: análise sobre a recepção das fake news e dieta informacional do eleitorado paulistano (Rosemary Segurado, Desirèe Luíse Lopes Conceição, Katia Marchena)

Jornalismo declaratório na cobertura eleitoral das eleições municipais de 2020 em Cuiabá (Luãn José Vaz Chagas, Márcio Camilo da Cruz)

Implicações do fenômeno das fake news no jornalismo político: desafios institucionais em contexto de pós-verdade (Rejane de Oliveira Pozobon, Cristiano Magrini Rodrigues)

A cobertura da desinformação: como culturas organizacionais orientam práticas de checagem (Victor Martini Gabry, Larissa de Morais Ribeiro Mendes)

O podcast Café da Manhã e a contraposição ao discurso negacionista durante a pandemia da Covid-19 (Alessandra Nardini, Carolina Cassese de Vasconcellos Serelle)

 

GT10 – Mídia, Gênero e Raça

Sessão 1

Internet e coletivos feministas estudantis: descobertas, narrativas, tensões (Rayza Sarmento, Julia Evelyn Almeida)

Políticas estético-afetivas na(s) rede(s): ativismo negro na Internet (Cristiano Rodrigues, Bruna Cristina Jaquetto Pereira)

330 contra 1: análise do debate de gênero presente nas conversações online sobre o caso João de Deus (Aléxia Silva Saraiva, Carla Candida Rizzotto)

A comunicação como estratégia de prevenção à violência contra Mulheres na Universidade Federal da Paraíba (Lis Carolinne Lemos)

"Nossa Prosa" é toda realizada de maneira remota, cada um na sua casa (Wanessa Marinho, Lílian Moura)

Sessão 2

Violências contra mulheres em jornais goianos: reflexões sobre as motivações alegadas (Rayani Mariano dos Santos, Taissa Gracik Tomé)

A mulher no telejornalismo: como e quando elas são usadas como fontes de informação no Jornal Hoje e no JMTV 1ª Edição (Daniele Silva Lima, Camilla Quesada Tavares)

Mulheres e atuação na política brasileira: representatividade e a cultura política patriarcal pelo olhar de órgãos de notícias de organizações de mulheres eleitas para o Congresso Nacional (Laila Carolline Silva de Melo Dourado)

Passa a existir uma cobertura temática do racismo no Brasil? Um estudo de caso do Fantástico (Cecília Bizerra Sousa, Kelly Tatiane Martins Quirino)

A reprodução do pensamento misógino e homofóbico de Jair Bolsonaro pela mídia mainstream brasileira (Ana Gabriela Guerreiro Leite)

Sessão 3

“Projeto maléfico”: as pautas LGBT+ e o pânico moral difundidos em grupos bolsonaristas no WhatsApp (Guilherme Popolin)

Mulheres e mídia: o antifeminismo na internet (Eula Dantas Taveira Cabral, Danielle Fernandes Rodrigues Furlani)

Rainha da Favela: rupturas e continuidades das imagens de controle no funk (Tamires Ferreira Coêlho, Nealla Valentim Machado)

Que lugar as mulheres negras ocupam nas telenovelas? (Matheus Effgen Santos, Gabriela Santos Alves)

Novas histórias e possibilidades de existir: a relação entre o audiovisual e a construção da consciência negra (Sara Viana Sobreira Bezerra, Luana Nascimento de Almeida)

 

GT11 – Políticas e Governança da Comunicação

Sessão 1

Regulação das fake news: iniciativas estatais para o combate à desinformação (Carlo José Napolitano, Tatiana Stroppa)

Discurso de ódio pra quem? Vicissitudes terminológicas e práticas ofensivas na internet (Danielle Sanches, Dalby Hubert, Luiza Santos, Lucas Roberto da Silva)

Políticas de regulação de conteúdos em mídias sociais: remoção de discursos antidemocráticos e o caso de Donald Trump (Daniel Jorge Teixeira Cesar)

Netnografia como ferramenta de análise do Direito à Comunicação nos meios digitais (Felipe de Oliveira Mateus)

Jornalismo, Acessibilidade e Democracia: revisão sistematizada dos estudos no Brasil entre 2018 e 2020 (Matheus Silva de Oliveira, Patrícia Rakel de Castro Sena)

Sessão 2

As contradições envolvendo a fusão entre a AT&T e a WarnerMedia (Time Warner), no Brasil, e os desafios do audiovisual (Ana Beatriz Lemos da Costa)

A Anatel entre a política e o mercado na implantação da 5G no Brasil (Antonio Jorge Fonseca Sanches de Almeida, Fabiano Brito dos Santos)

Família e parentela como estratégia de sustentação no campo político-midiático: família Massa e o coronelismo eletrônico (Andre Kron Marques Zapani, Suzy dos Santos)

Domínios do mercado de animação na Bahia no contexto pandêmico (Natacha Stefanini Canesso)

Direito à democratização da comunicação no Brasil: propostas de regulamentação da mídia (1988-2020) (Rodolfo Silva Marques, Rodrigo Stumpf González)

Sessão 3

Transparência e Dados Abertos no combate à Covid-19: análise qualitativa dos datasets publicados pelos governos estaduais e distrital brasileiros (Sivaldo Pereira da Silva, Ébida Rosa dos Santos, Mariah Sampaio F. Luciano, Leon Eugênio Monteiro Rabelo)

Os desafios da Lei de Acesso à Informação em tempos de pandemia (Elen Geraldes, Gabriela Tyemi Kaya)

A participação como compromisso organizacional na televisão pública (Daniele Ferreira Seridório, Danilo Rothberg, Octavio Penna Pieranti)

As Políticas Públicas de Cultura e a Democratização do Acesso ao Audiovisual em Pernambuco (Milena Silvino Evangelista)

Desafios e potencialidades das iniciativas comunitárias audiovisuais na Região Metropolitana do Rio de Janeiro (Adilson Vaz Cabral Filho, Mariana Martins Trindade, Carolinne Cabral Santos)

 

GT12 – Propaganda e Comunicação Eleitoral

Sessão 1

O discurso do inimigo: A lógica do Inimigo presente no discurso do presidente brasileiro (Katia Maria Belisário, Maria Vitória Sousa Rocha)

A circularidade do discurso político nas redes sociais através dos stickers (Sérgio Roberto Trein)

A função social da língua natural indígena: de sujeitos eleitores a atores sociais no processo eleitoral (Aparecida Luzia Alzira Zuin, Marcelo Xavier da Silva)

Militares na política: o processo político-eleitoral de 2018 (Rafaella Lopes Martins Jaeger, Maria do Socorro Sousa Braga)

Redes sociales y propaganda política. Entre la manipulación y la censura (Edgar Esquivel Solís)

Sessão 2

Agora é que são elas: qual a imagem construída das principais candidatas à Prefeitura de Juiz (Arthur Raposo Gomes, Luiz Ademir de Oliveira)

Feminista, dona de casa e conservadora: uma análise do perfil do Instagram de Cinthia Ribeiro, única prefeita de capital eleita em 2020 (Erivelto Amarante, Debora Milla)

Seis candidatas, três perfis: estudo comparativo das campanhas das vereadoras eleitas pelos partidos Novo, PSL e PT em Curitiba (Ricardo Tesseroli, Karina Lançoni Bernardi)

Avançar a representação feminina nas eleições? Uma comparação da comunicação da política do TSE para candidaturas de mulheres nas eleições entre 2014 e 2020 (Josemari Poerschke de Quevedo)

O tempo do financiamento e o planejamento das campanhas eleitorais de mulheres (Gerson Scheidweiler)

Sessão 3

Senhora Governadora: a campanha de Yeda Crusius, Rio Grande do Sul/Brasil, 2006 (Maria Berenice da Costa Machado)

Caricaturas, publicidade infantil e marketing político: conexões estratégicas em campanhas eleitorais (Marcelo Rodrigo da Silva)

Religiosos na urna: uma análise sobre o conteúdo audiovisual publicado por pastores na eleição (Marcela Barba Santos, Michele Goulart Massuchin)

“A muralha conservadora vem aí”: os usos do bolsonarismo na campanha eleitoral para o Legislativo em Fortaleza (Emanuel Freitas da Silva, Monalisa Soares Lopes)

A “outra Dilma” do PT: estratégias de comunicação eleitoral na disputa pela vereança no interior (Najla Márcia Nazareth dos Passos, Paulo Roberto Figueira Leal)